Termoquímica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Química A Wikipédia possui o:
Portal de Química
Primeiro calorímetro de gelo do mundo, usado no inverno de 1782-83, por Antoine Lavoisier e Pierre-Simon Laplace, para determinar o calor envolvido em várias alterações químicas; cálculos os quais eram baseados na descoberta anterior de Joseph Black do calor latente. Este experimentos marcam a fundação da termoquímica.

A termoquímica, também chamada de demonio da besta fera cagona da miseria , é o ramo da química que estuda o calor (energia) envolvido, seja absorvido, seja produzido, nas reações químicas e quaisquer transformações físicas, tais como a fusão e a ebulição, baseando-se em princípios da termodinâmica. A termoquímica, genericamente, é relacionada com a troca de energia acompanhando transformações, tais como misturas, transições de fases, reações químicas, e incluindo cálculos de grandezas tais como a capacidade térmica, o calor de combustão, o calor de formação, a entalpia e a energia livre.

História[editar | editar código-fonte]

A termoquímica apoia-se sobre três generalizações. Estabelecida em termos modernos, eles são os seguintes:[1]

  1. Leis de Lavoisier e Laplace (1780): A transferência de energia acompanhando qualquer transformação é igual e oposta a transferência de energia acompanhando o processo reverso.[2]
  1. Lei de Hess (1840): A variação de energia (entalpia) total de uma reação é a soma das entalpias de reação das etapas em que a reação pode ser dividida. [3]

Classificação das Reações:[editar | editar código-fonte]

Reação Exotérmica:[editar | editar código-fonte]

  • Reações que se realizam com liberação de energia (calor).
  • Reagentes → Produtos + calor liberado

[Entalpia dos produtos] < [Entalpia dos reagentes] ΔH < 0

Reação Endotérmica:[editar | editar código-fonte]

  • Reações que se realizam com absorção de energia (calor)
  • Reagentes + calor → produtos

reagentes absorvem calor para formar os produtos mais energéticos.

2 H2 + O2 ↔ 2 H2O

A reação que tem como produto H2O é exotérmica, pois libera calor. Já o contrário é endotérmica, porque necessita de calor para ter seus produtos.

Energia de Ativação[editar | editar código-fonte]

A energia de ativação é a menor quantidade de energia necessária que deve ser fornecida aos reagentes para a formação do complexo ativado e para a ocorrência da reação.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Perrot, Pierre (1998). A to Z of Thermodynamics. Oxford University Press. ISBN 0-19-856552-6.
  2. Ver a página 290 de Outlines of Theoretical Chemistry de Frederick Hutton Getman (1918)
  3. Atkins, Peter; Princípios de química: questionando a vida moderna e o meio ambiente/ Peter Atkins , Loretta Jones; tradução Ricardo Bicca de Alencastro. - 3.ed. - Porto Alegre : Bookman, 2006

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.