Terra roxa (solo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde novembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Terra vermelha na Província de Misiones, na Argentina

O latossolo roxo, também conhecido por terra roxa, é um tipo de solo vermelho muito fértil, caracterizado por ser o resultado de milhões de anos de decomposição de rochas basálticas. Essas rochas basálticas, pertencentes à Formação Serra Geral, se originaram do maior derrame vulcânico que o planeta já presenciou, causado pela separação do antigo supercontinente Gondwana nos atuais continentes América do Sul e África, na Era Mesozóica. É caracterizado pela sua cor avermelhada inconfundível, devida à presença do mineral magnetita, um óxido de ferro.

No Brasil, esse tipo de solo aparece na metade norte do estado do Rio Grande do Sul, nas porções orientais de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, sul e sudoeste de Minas Gerais e todo o sul de Mato Grosso do Sul, destacando-se, sobretudo nos últimos quatro estados, por sua qualidade.

Historicamente falando, esse solo teve muita importância, já que, no Brasil, durante o fim do século XIX e o início do século XX, foram plantadas nestes domínios grandes lavouras de café, fazendo com que surgissem várias ferrovias e propiciando o crescimento de cidades como Maringá, Londrina, Ribeirão Preto, Campinas ou Dourados. Atualmente, além do café, são plantadas outras culturas, como algodão, cana-de-açúcar e laranja.

O nome terra roxa é um equívoco. Os imigrantes italianos que trabalhavam nas fazendas de café referiam-se ao solo pelo nome terra rossa, já que rosso em italiano significa vermelho. Os brasileiros aportuguesaram o termo italiano, então, para terra roxa.

O solo de terra roxa também existe na Argentina, onde é conhecida como tierra colorada (terra vermelha). Está bastante presente nas províncias de Misiones e Corrientes.