Associação Desportiva Cabense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cabense
Escudo da Associação Desportiva Cabense.
Nome Associação Desportiva Cabense
Alcunhas Azulão do Cabo
Azulão Pernambucano
Azulão Cabense
Alviazulino
Dona Zula
Maior do Cabo
Torcedor/Adepto Alviazulino
Mascote Azulão
Fundação 26 de novembro de 1995 (24 anos)
Estádio Gileno de Carli
Capacidade 5.000
Localização Cabo de Santo Agostinho, Pernambuco, Brasil
Presidente Laélcio Cunha
Treinador Humberto Santos[1]
Patrocinador Prefeitura Municipal, Academia Viver e Panela Velha
Material (d)esportivo MXM Sports
Competição Pernambuco Campeonato Pernambucano - Série A2
Ranking nacional Não classificado
Website Em construção
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

A Associação Desportiva Cabense (conhecida como Cabense e Desportiva Cabense, de monogramo ADC) é uma agremiação brasileira de futebol sediada no bairro do Centro, cidade do Cabo de Santo Agostinho, estado de Pernambuco.

O Azulão do Cabo foi fundado como Destilaria Esporte Clube em 6 de junho de 1952 e refundado em 26 de novembro de 1995. A Cabense participou, pela primeira vez, da elite do Campeonato Pernambucano em 1996.

O Azulão Pernambucano tem como cores o azul e o branco e manda seus jogos no Estádio Gileno de Carli, que tem capacidade para cinco mil pessoas.

O grande rival da Dona Zula é o Ferroviário Esporte Clube do Cabo, com quem faz o conhecido Clássico Ca-Fé, duelo do Azulão contra o Trinca-ferro, que costuma levar muitos torcedores ao Gilenão.

História[editar | editar código-fonte]

A Cabense foi fundada com o nome de Destilaria Esporte Clube em 6 de junho de 1952 e, após deixar de disputar competições oficiais, passou a se chamar Associação Desportiva Cabense, sendo refundada em 26 de novembro de 1995, na cidade do Cabo de Santo Agostinho.

A primeira goleada da cabense foi pelo placar de 7 a 1 aplicado sobre o Íbis em 2012, onde essa foi a maior da história do clube até 04/10/2017, nesta data a Cabense goleou seu maior rival no clássico Ca-Fé, o Ferroviário do Cabo pelo placar de 9 a 0.

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

  • Pernambuco Taça Pernambuco de Futebol 7 Sub-17: 2015.

Municipais[editar | editar código-fonte]

  • Bandeira-cabodesantoagostinho.png Liga do Cabo Sub-17: 2014 e 2015.
  • Bandeira-cabodesantoagostinho.png Liga do Cabo Sub-15: 2014.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Azulão, mascote da Cabense.

O mascote da Associação Desportiva Cabense é o pássaro azulão.

No Clássico Ca-Fé, o Azulão duela com o Trinca-ferro, mascote do rival Ferroviário, que também é um pássaro.

Torcidas[editar | editar código-fonte]

Sua torcida organizada chama-se Azurra.

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

* Participou como Destilaria Esporte Clube.

Desempenho em Competições[editar | editar código-fonte]

Pernambuco Campeonato Pernambucano[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998 12º (Último e Rebaixado)
2007 (Penúltimo e Rebaixado)
2009
2010
2011 11º

Pernambuco Campeonato Pernambucano - Série A2[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
1999 12º (Penúltimo)
2000
2001 11º
2002 12º
2003 10º
2004 16º (Penúltimo)
2005
2006 (Vice-campeão e Promovido)
2008 (Vice-campeão e Promovido)
2012
2013 15º (Último)

Pernambuco Copa Pernambuco[editar | editar código-fonte]

Ano Posição
2002
2003
2004
2005
2008 14º (Último)
2009
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Humberto Santos é anunciado como novo técnico da Cabense». Por GloboEsporte.com, Caruaru, PE. 25 de julho de 2018. Consultado em 25 de julho de 2018