Pesqueira Futebol Clube

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pesqueira FC
Pesqueira Futebol Clube
Nome Pesqueira Futebol Clube
Alcunhas Águia do Agreste
Pesqueirão
Torcedor/Adepto Pesqueirense
Mascote Águia
Principal rival Belo Jardim
Fundação 5 de fevereiro de 2006 (12 anos)
Estádio Joaquim de Brito
Capacidade 7.500 lugares
Localização Bandeira-pesqueira-pernambuco.jpg Pesqueira, Pernambuco Pernambuco, Brasil Brasil
Presidente Brasil Capitão Arlindo
Treinador Brasil Lima
Patrocinador Brasil Caixa
Brasil Supermercados Multibom
Brasil Prefeitura Municipal de Pesqueira
Material (d)esportivo Brasil Robrac
Competição Pernambuco Campeonato Pernambucano - Série A2
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

O Pesqueira Futebol Clube, mais conhecido como Pequeira FC, ou simplesmente Pesqueira é um clube esportivo brasileiro e que tem como modalidade esportiva principal o futebol. Com sede no município de Pesqueira, no agreste do estado de Pernambuco, foi fundado em 05 de fevereiro de 2006, suas cores, presentes no escudo oficial, são o azul, amarelo e branco. O seu torcedor é chamado de Pesqueirense, e seu mascote é uma águia. Apos seis anos de existência, em 2012, conquistou o seu primeiro acesso para a elite do futebol pernambucano como vice-campeão do Campeonato Pernambucano de Futebol de 2012 - Série A2, onde permaneceu até 2016 onde foi rebaixado.

Seu título mais importante conquistado no futebol, foi o Campeonato Pernambucano de Futebol da Série A2 2017, conquistando o título e o acesso a elite do futebol Pernambucano em 2018.

História[editar | editar código-fonte]

A História do Pesqueira começa em fevereiro de 2006, quando na eleição da Liga Desportiva de Pesqueira, mesmo com um trabalho elogiado por muita gente, Aprígio Gusmão é derrotado pelo candidato da oposição, Antônio Francisco dos Santos, o Maximino, ex-presidente da entidade, que retornava ao cargo. Depois desta polêmica eleição, onde o desempate foi o fato de Aprígio ser mais novo, o ex-mandatário começou ainda mais a unir as forças com pessoas próximas e políticos da cidade para finalmente colocar em prática o seu plano e fundar o time.

Depois de conseguir o apoio da prefeitura, que era administrada por João Eudes, em 05 de fevereiro de 2006 (dia da padroeira de Pesqueira, Santa Águeda), junto a outras pessoas (conselheiros), Aprígio Gusmão fundou o Pesqueira Futebol Clube, as cores do clube seria a mesma da bandeira da cidade: Azul, Amarela e Branca; O mascote seria a Águia (um dos símbolos da cidade), na mesma reunião ficou definido o nome do seu primeiro presidente, João Eudes. O principal objetivo da Águia do Agreste, como ficou conhecida, era disputar o Campeonato Pernambucano Série A2 de 2006 e conseguiu.

No ano de estreia, o Pesqueira conseguiu classificar a segunda fase (coisa que sempre aconteceu na A2), mas com um time modesto, com vários atletas da região, fez apenas uma campanha irregular, terminando na modesta 11ª posição, num campeonato que tinha 20 times (antes os times entravam mais na A2).

Em 2007 o Pesqueira fez um investimento maior e tinha um bom time, foi eliminado na fase de quartas-de-finais, pelo Sete de Setembro de Garanhuns, neste mesmo ano, a federação anunciou o aumento do número de clubes na A1 do ano seguinte, nesta A2 subiram quatro equipes, então a Águia ficou perto do acesso, em 6º lugar. Em 2009 o time ficou em 5º lugar, uma de suas melhores campanhas, precisava de uma vitória em casa para ir as semifinais daquele ano, mas perdeu o jogo decisivo para o Ferroviário do Cabo por 3 x 1, em pleno Joaquim José de Brito.

Em 2012, o Pesqueira já com Aprígio presidente, conseguiu um bom patrocinador e fez um grande investimento, conseguiu a terceira colocação na primeira fase e chegou pela primeira vez a um mata-mata decisivo, onde o time depois de empatar em casa no primeiro jogo, foi buscar uma vitória contra a Associação Desportiva Cabense fora de casa, gol de Neto Bala, garantindo assim o seu primeiro acesso a elite do futebol pernambucano. No jogo decisivo, o time não passou de um empate diante do Chã Grande Futebol Clube, num Joaquim de Brito lotado, perdendo assim a chance do título.

Primeiro ano na elite pernambucana[editar | editar código-fonte]

No primeiro ano na elite em 2013, o time foi bem. Foi uma das sensações da competição, mas ficou apenas na 6ª posição (melhor campanha do time), quase conseguiu vaga na Série D do Brasileirão. Ficou marcado por goleadas nos últimos jogos da competição (Petrolina 1 x 6 Pesqueira; Pesqueira 5 x 1 Belo Jardim; Pesqueira 6 x 1 Central). Jonathan Balotelli foi a revelação do campeonato. O Pesqueira não jogou no Joaquim de Britto, teve três casas diferentes, começou em Belo Jardim, depois foi para Garanhuns e terminou mandando seus jogos em Santa Cruz do Capibaribe. Contra os grandes, uma vitória (3 x 2 no Náutico, em Garanhuns), um empate (1 x 1 com o Sport na Ilha do Retiro) e uma derrota de virada para o Santa Cruz (1 x 2) no Arruda, quando o time teve um gol legítimo anulado.

Em 2016, com um projeto mal formulado e sucedido, além da falta de apoio financeiro, culminou com o rebaixamento do time, fazendo com que o time reformulasse todo o processo (começar tudo do zero), time barato que não deu resposta dentro de campo.

Depois de 14 jogos e muita emoção, o Pesqueira volta à elite do futebol pernambucano, depois de 6 vitórias, 6 empates e 2 derrotas, nos pênaltis contra o Decisão. O Pesqueira conquistou seu primeiro título de sua história e, conseguiu o acesso já na primeira tentativa de volta, conquistando a taça Ozir Ramos. Antes do início da competição, o capitão Arlindo Eduardo assumiu a presidência do clube, que com um orçamento mínimo conseguiu o acesso e o título.

O clube[editar | editar código-fonte]

Estádio[editar | editar código-fonte]

Seu estádio é o Joaquim José de Brito, que possui capacidade de 7.500 mil lugares. Está localizado na Av. Ézio Araújo, 440, no centro de Pesqueira e a 203 km da capital Recife.

Principais títulos[editar | editar código-fonte]

Em seus 12 anos de existência, seu título mais importante de sua história, é o título de campeão da segunda divisão[1] do futebol pernambucano, que consagrou o seu retorno a elite do futebol de Pernambuco.

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Pernambuco Pernambucano Série A2 1 2017

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Campanhas de destaque[editar | editar código-fonte]

Pesqueira Futebol Clube
Torneio Campeão Vice-campeão Terceiro colocado Quarto colocado
Pernambuco Pernambucano Série A1
Pernambuco Pernambucano Série A2 1 (2017) 1 (2012)

Por ano[editar | editar código-fonte]

Pernambuco Campeonato Pernambucano - 1ª Divisão

Ano Posição
2018 10º (Rebaixado)
2016 12º (Lanterna e Rebaixado)
2015 7º 
2014
2013

Pernambuco Campeonato Pernambucano - 2ª Divisão

Ano Posição
2006 11º
2007
2008
2009
2010
2011 -
2012
2017 1º (Campeão)

Pernambuco Copa Pernambuco

Ano Posição
2009 11º

Participações[editar | editar código-fonte]

Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última P Aumento R Baixa
Pernambuco Pernambucano Série A1 5 Rebaixado (2016) 2013 2018 1
Pernambucano Série A2 7 Campeão (2017) 2006 2017 2

Temporada 2018[editar | editar código-fonte]

Soccerball current event.svg Última atualização: 24 de Fevereiro de 2018.[2]

Legenda
  • Capitão.: Atual Capitão
  • Suspenso. : Jogador suspenso.
  • Lesionado : Jogador contundido.
  • + : Jogador em fase final de recuperação.
  • + : Jogador sem condições físicas ou não regularizado junto à CBF


Goleiros
Jogador
Brasil Edvando
Brasil Davyd
Brasil Guto
Defensores
Jogador Pos.
Brasil Fabricio Barros Z
Brasil Erivelton Z
Brasil Rogerio L
Brasil Romario L
Brasil Fabio L
Meio-campistas
Jogador Pos.
Brasil Marcelo M
Brasil Da Silva M
Brasil Leandro Daniel M
Brasil Fabio Jose M
Brasil Herbert M
Brasil Gabriel M
Brasil Valber M
Brasil Miller M
Brasil Jean M
Brasil Fábio Faquinha M
Brasil Jonatas Alberto M
Brasil Jhonata Lima M
Brasil Carlos Henrique M
Brasil Weverton M
Brasil Edson M
Atacantes
Jogador
Brasil Adenilson
Brasil Jose Luciano
Brasil Ewerton
Brasil Naldo
Brasil Rielson
Brasil Daniel Tavares
Comissão técnica
Nome Pos.
Brasil Lima T

Partidas históricas[editar | editar código-fonte]

A seguir algumas das partidas mais importantes da história do futebol do Pesqueira.

Pesqueira 0 a 0 Sete de Setembro (23 de julho de 2006)

Esta foi a primeira partida do Pesqueira em competições oficiais pelo futebol pernambucano. Tecnicamente, o Pesqueira jogou na ultima divisão pernambucana, pois não ha divisão abaixo da mesma.

Belo Jardim 2 a 3 Pesqueira (02 de agosto de 2006)

Esta foi a primeira vez que o Pesqueira jogou contra seu maior rival em competições oficiais. Ainda no mesmo ano em 23 de agosto, o Pesqueira perdia pela primeira vez para o Belo Jardim pelo placar de 2 a 1.

Referências

  1. Pesqueira vence disputa de pênaltis e é campeão da Série A2 do PernambucanoPor GloboEsporte.com, Bonito, PE 12 de novembro de 2017, às 19h47. Atualizado em 12 de novembro de 2017, às 19h47.
  2. Pesqueira FC - Seleção Soccerway.com