Aurora Aksnes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2016).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Aurora
Aurora apresentando em 2015.
Informação geral
Nome completo Aurora Aksnes
Nascimento 15 de junho de 1996
Local de nascimento Stavanger[1]
 Noruega
Nacionalidade Noruega norueguesa
Gênero(s) Indie pop, alternativo, pop barroco
Ocupação(ões)
  • Vocalista
  • compositor
Instrumento(s)
  • Vocal
  • piano
  • guitarra
Período em atividade 2012 – presente
Gravadora(s)
Influência(s) Björk, Bob Dylan, Chemical Brothers [2][3]
Página oficial Aurora

Aurora Aksnes (Stavanger, 15 de junho de 1996), conhecida profissionalmente apenas como Aurora (estilizado como AURORA), é uma cantora/compositora nascida na Noruega.[4] Seu EP de estreia "Running With The Wolves" foi lançado pela gravadora Decca Records em maio de 2015,[5] recebendo grande aprovação de blogueiros de música e da imprensa. Mais recentemente gravou um cover de "Half The World Away", da banda Oasis, para uma propaganda Natalina de John Lewis e um cover da música "Nature Boy" de Nat King Cole.[6] Ganhou algum maior reconhecimento a partir de uma publicação de Katy Perry ao dizer que havia gostado da música "Runaway".[7]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Sua lembrança musical mais antiga é de encontrar um piano no sótão de sua casa e ficar fascinada com a música que ela poderia produzir. Seus pais May Britt e Jan Øystein Aksnes[4] nunca a incentivaram a buscar a música como carreira ou hobby, mas ao crescimento, Aurora iniciou suas próprias composições. Ela cita os compositores renomados Leonard Cohen e Bob Dylan como influências, como também uma afinidade ao estilo de Björk[8]. Ela decidiu começar a tocar suas músicas publicamente quando sua mãe sugeriu que elas poderiam ajudar pessoas, sem a pretensão de ganhar fama com o seu trabalho, mas com o objetivo de fazer com que as pessoas enxerguem ao seu redor, percebam sua própria importância e como elas podem afetar o mundo ao seu redor. 

"Comecei a tocar piano com seis anos e a escrever música aos nove. Minha família não soube disto até os meus quatorze anos. Nunca foi um sonho me tornar AURORA, eu só gosto de compor músicas. Música pra mim é a melhor maneira de sentir qualquer coisa. Nós somos muito medrosos para sentir, principalmente se for um sentimento triste."[9]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Um ano após a performance de estreia em sua escola, AURORA chamou a atenção da mídia. Um amigo seu ouviu a música, pediu uma cópia e então postou em um site de streaming da Noruega sem que a garota soubesse. AURORA fez sua primeira apresentação veiculada para as massas através de um canal de televisão de sua cidade natal. Assinou contrato com a agência Made Management e logo depois com as gravadoras Glassnote e Decca em outubro de 2014. Aurora conta que nunca se imaginou sendo famosa, mas que usa a música como a melhor maneira de sentir.

2012-2016: All My Demons Greeting Me as a Friend[editar | editar código-fonte]

Aurora intitulou o álbum com esse nome por se referir a parte mais obscura que as pessoas possuem, mas que têm medo de revelar.

"Meu álbum fala principalmente sobre como experiências ruins do passado podem se tornar boas memórias."[10]

O single "Running With The Wolves" foi usado na série Teen Wolf em 5x09. O single "Conqueror" foi incluído na trilha sonora do FIFA 16. Seu cover "Life On Mars" de David Bowie foi incorporado na quinta temporada da série Girls.

"Para mim, as histórias são as coisas mais importantes. Eu quero que minhas músicas tenham algum significado. Eu espero que façam as pessoas sentirem algo, porque nós estamos, muitas vezes, com medo de chorar. Todos sempre dizem que estão bem, mas você não está sempre bem. Música o ajuda a entrar em contato com as suas próprias emoções."[11]

AURORA faz parte do programa do canal Vevo, "Vevo Lift", para tornar mais conhecidos artistas iniciantes, onde posta, além de apresentações, comentários sobre sua própria personalidade.

2016-presente: Segundo álbum[editar | editar código-fonte]

No dia do lançamento de seu álbum de estreia, Aurora disse que esse era "o primeiro álbum de muitos" que ela planejou. Em 12 de maio de 2016, após voltar de sua turnê europeia, ela anunciou que estava pronta para começar a compor e produzir mais material, que eventualmente seria lançado em seu segundo álbum. Ela disse em um evento no Facebook que tinha 15 músicas demo e que escreveu mil músicas/poemas.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Seu primeiro álbum intitulado All My Demons Greeting Me as a Friend foi lançado no dia 11 de março de 2016, ganhando escala mundial, tendo sido avaliado com nota 80 pelos os usuários do site Metacritic, sendo encontrado como 28º álbum mais vendido no Reino Unido e estreando no Top 100 do iTunes em 55 países. Sua turnê "All My Demons Tour" foi iniciada no dia 04 de março em Los Angeles. O site da emissora ABC publicou um comentário a respeito do álbum:

"Esse álbum é bonito; estranhamente assombroso e acolhedor, tudo de uma vez. A música de Aurora tem nuances e é convincente. “All My Demons Greeting Me as a Friend” é uma estreia bastante confiante. Se ela continuar nesse ritmo terá uma carreira extremamente gratificante."[12]

Uma declaração da própria artista sobre seu álbum:

"Muitas das músicas não são sempre de minhas experiências, mas são sobre aceitar... as coisas obscuras sobre si mesmo. Você simplesmente tem que aceitar que seus demônios são uma parte de você. Você tem que aceitá-los como seus amigos. Você briga com seus amigos. Você fica chateado, você ainda ama eles, você faz eles chorarem e eles fazem você chorar também."[13]

Discografia[editar | editar código-fonte]

All My Demons Greeting Me as a Friend [Deluxe Version] (2016)[editar | editar código-fonte]

  1. Runaway
  2. Conqueror
  3. Running With Wolves
  4. Lucky
  5. Winter Bird
  6. I Went Too Far
  7. Through The Eyes Of A Child
  8. Warrior
  9. Murder Song (5, 4, 3, 2, 1)
  10. Home
  11. Under The Water
  12. Black Water Lilies
  13. Half The World Away (Oasis Cover)
  14. Murder Song (5, 4, 3, 2, 1) - Acoustic Version
  15. Nature Boy (Nat King Cole Cover)
  16. Wisdom Cries
  17. Running With The Wolves [Pablo Nouvelle Remix]

Running With The Wolves EP (2015)[editar | editar código-fonte]

  1. Runaway
  2. Running With The Wolves
  3. In Boxes
  4. Little Boy In The Grass

Outros singles:[editar | editar código-fonte]

  1. Under Stars
  2. My Heart Is a Storm
  3. La La La (Naughty Boy cover)
  4. Awakening
  5. Puppet
  6. Walking In The Air (Nightwish cover)
  7. Life On Mars (David Bowie cover)
  8. Wrecking Ball (Miley Cyrus cover)

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Aurora Aksnes». Brak. Consultado em 15 de maio de 2016 
  2. «Daily Discovery: Aurora, an 18-year-old inspired by Bob Dylan and the grey days in Norway». Pigeon & Planes. Outubro de 2014. Consultado em 15 de julho de 2016 
  3. «The new next big thing?». Norwegian.com. Consultado em 15 de julho de 2016 
  4. a b «AURORA» (em húngaro). Starity 
  5. "Aurora Announces Debut EP Titled Running with the Wolves". pastemagazine.com. 
  6. "AURORA on Twitter".
  7. Perry, Katy (04 de março de 2015). «KATY PERRY no Twitter: "Finally. New music that makes my..."». Twitter  Verifique data em: |data= (ajuda)
  8. "Spotlight Interview: Aurora Aksnes".
  9. «AURORA divulga documentário onde fala de seu primeiro álbum». Portal LOLLIPOP. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 26 de fevereiro de 2016 
  10. «AURORA divulga documentário onde fala de seu primeiro álbum». Portal LOLLIPOP. 14 de dezembro de 2015. Consultado em 27 de fevereiro de 2016 
  11. «Portal AURORA Brasil – Entrevista traduzida: A Bit of Pop Music». portalaurorabr.com. Consultado em 27 de fevereiro de 2016 
  12. «Portal AURORA Brasil – Review ABC NEWS: "All My Demons é um álbum pop inteligente e bem escrito."». portalaurorabr.com. Consultado em 13 de abril de 2016 
  13. «Portal AURORA Brasil – Review ABC NEWS: "All My Demons é um álbum pop inteligente e bem escrito."». portalaurorabr.com. Consultado em 13 de abril de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Prêmios
Precedido por:
Emilie Nicolas
Recipient of the Newcomer Spellemannprisen Sucedido por:
-