Auxílio-gás

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Auxílio Gás)
Ir para: navegação, pesquisa

Auxílio-Gás ou ainda Vale Gás foi um programa de distribuição de renda implementado pelo governo federal brasileiro em 2001[1] para atender os beneficiários da Rede de Proteção Social, juntamente com o Bolsa-Escola (do Ministério da Educação) e o Bolsa-Alimentação (do Ministério da Saúde).

O programa, administrado pelo Ministério de Minas e Energia, consistia no pagamento de R$ 15,00 (quinze reais) para cada família com renda de até meio salário-mínimo a cada dois meses, como forma de subsidiar a compra de botijões de gás.[2] Chegou a alcançar as 4,8 milhões de famílias que já eram atendidas pelo Bolsa-Escola em 2002.

Estudos efetuados na época indicavam que muitas famílias carentes atendidas pelos programas da Rede de Proteção Social ainda sofriam problemas de nutrição pelo simples fato de não terem condições de comprar botijões de gás regularmente para a preparação de alimentos. O programa pretendeu, com o auxílio bimestral, sanar esse problema.

O programa Auxílio-Gás, assim como outros pertencentes à Rede de Proteção Social, foram incorporados ao programa Bolsa-Família em 2003.

Referências

  1. «Governo federal cria 'auxílio-gás'». Diário do Grande ABC. 5 de dezembro de 2001 
  2. «Auxílio-gás atenderá 5 milhões de famílias carentes». Empresa Brasil de Comunicação. 5 de março de 2002 

Ver também[editar | editar código-fonte]