Claes Oldenburg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Claes Oldenburg
Nome nativo Claes Oldenburg
Nascimento 28 de janeiro de 1929 (89 anos)
Estocolmo
Cidadania Suécia, Estados Unidos
Cônjuge Coosje van Bruggen
Ocupação artista, escultor, pintor, artista gráfico
Prêmios National Medal of Arts
Movimento estético pop art
Página oficial
http://oldenburgvanbruggen.com/
Claes Oldenburg, Plantoir, 2001

Claes Thure Oldenburg (Estocolmo, 28 de janeiro de 1929) é um escultor norte-americano de origem sueca[1] e é, entre Andy Warhol e Roy Lichtenstein, a mais importante figura do Pop Art americano.

Com Oldenburg, desaparece qualquer vestígio de pintura, permanecem apenas as coisas-imagem, ampliadas e exageradas nas cores berrantes, intrometidas demais num espaço que parece roubar a nossa existência. Tais presenças são exageradas pelo vazio, pela nulidade da consciência. Estando a tratar com uma "sociedade de consumo" mas corrente, a comida: está implícito que a "cultura de massa" também é uma espécie de comida.

Para Oldenburg é a comida americana, industrializada e padronizada: os hamburgers, os hot-dogs, os ice-creams que são diariamente introduzidos em quantidades industriais, como combustível nos fornos, nos tubos digestivos de milhões de americanos. Os modelos não são sequer essas comidas , mas sua publicidade em cores: claro, na sociedade de consumo primeiro vem a imagem publicitária, depois a coisa.

Referências

  1. Enciclopédia Britannica. «Claes Oldenburg» 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Claes Oldenburg