Comédia Humana (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Comédia Humana
Álbum de estúdio de UHF
Lançamento Outubro de 1991
Gravação 16 de abril a 10 de julho de 1991, Estúdios Angel I e II, Lisboa
Gênero(s) Pop rock
Duração 38:17 (LP)
Idioma(s) Português
Formato(s) LP, K7, CD, descarga digital
Editora(s) BMG
Produção Fernando Abrantes e António Manuel Ribeiro
Cronologia de UHF
Julho, 13
(1990)
Santa Loucura
(1993)
Singles de Comédia Humana
  1. "Brincar no Fogo[1]"
  2. "Brincar no Fogo (Todos à garagem)[2]"

Comédia Humana é o oitavo álbum de estúdio da banda portuguesa de rock UHF. Editado a 25 de setembro de 1991, e é o primeiro registo do contrato com a multinacional BMG.[3]

É um disco trovadoresco com a escrita a revelar o olhar e a tomada de consciência existencial. Fala sobre o medo, a paranóia coletiva e a ansiedade, quando uma guerra lá longe no deserto é um acontecimento diário.[4] O tema homónimo relata a barbaridade entre os homens na guerra do Golfo, iniciada em 1990. Para o autor da canção: "A primeira vez que uma ação militar não é fixa pela foto, mas por sequência de imagens de combate em direto pela TV", na análise de António Manuel Ribeiro.[5] Trata-se de um trabalho dos UHF com uma sonoridade próxima do pop rock, estilo musical que a banda experimentou neste álbum. Nova alteração na formação com as saídas do baixista Xana Sin e do guitarrista Rui Rodrigues, que foram substituídos, respetivamente, por Nuno Espírito Santo e Toninho.[6][7]

Além dos formatos vinil (LP) e fita cassete (K7), foi o primeiro trabalho da banda com edição em disco compacto (CD), premiando os fãs com o tema extra "Bares".[8]

Foi lançado o single "Brincar no Fogo", com o tema "De Segunda Até Sexta" no lado B.[1] No ano seguinte, "Brincar no Fogo" (1992),[2] foi reeditado em maxi single em versão acústica de promoção aos concertos nos Coliseus de Lisboa e Porto, que foram gravados pela estação de televisão RTP.[9] Esses concertos tiveram as participações especiais de Jorge Palma, Zé Pedro e Lena d'Água.[10] Desse concerto resultou a edição de um single pirata (bootleg), limitado a quinze unidades, com os temas "Estou de Passagem" e "Frágil" com a participação de Jorge Palma.[11]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

O álbum de vinil (LP) é composto por dez faixas em versão padrão. Renato Júnior partilha a composição com António Manuel Ribeiro no tema "Gin Puro". Os restantes temas são da autoria de António Manuel Ribeiro. A edição em CD inclui o tema extra "Bares".[8]

Lado A
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Brincar no Fogo"  António M. Ribeiro 3:05
2. "De Segunda Até Sexta"  António M. Ribeiro 2:58
3. "Faro: Suite 220"  António M. Ribeiro 4:05
4. "O Tango dos Rafeiros"  António M. Ribeiro 3:57
5. "Comédia Humana (parte 1)"  António M. Ribeiro 5:28
Lado B
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Poderia Ser Assim"  António M. Ribeiro 5:56
2. "Do Zero"  António M. Ribeiro 3:31
3. "Gin Puro"  António M. Ribeiro / Renato Júnior 4:31
4. "Manel das Mãozinhas"  António M. Ribeiro 5:06
5. "Comédia Humana (parte 2)"  António M. Ribeiro 1:40
Duração total:
38:17


A canção, de sonoridade pop rock, é uma metáfora e fala do jogo cauteloso das palavras na vida das pessoas.[12]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Lista-se abaixo os profissionais envolvidos na elaboração de Comédia Humana, de acordo com o encarte do disco compacto.[6]

Músicos
Produção

Referências

  1. a b «Brincar no Fogo (single)». Discogs. Consultado em 18 de março de 2016 
  2. a b «Brincar no Fogo (maxi single)». Discogs. Consultado em 3 de dezembro de 2014 
  3. «Comédia Humana (LP)». Discogs. Consultado em 3 de outubro de 2014 
  4. M. Ribeiro 2014, p. 100
  5. M. Ribeiro 2014, p. 101
  6. a b «Comédia Humana-UHF». Fonoteca C.M.Lisboa. Consultado em 18 de março de 2016 
  7. M. Ribeiro 2014, p. 336
  8. a b «Comédia Humana (CD)». Discogs. Consultado em 18 de março de 2016 
  9. «UHF gravam DVD no Coliseu». Correio da Manhã. Consultado em 26 de julho de 2013. Arquivado do original em 21 de fevereiro de 2014 
  10. M. Ribeiro 2014, p. 102
  11. «Ao Vivo no Coliseu de Lisboa (Single)». Spirit Of Rock. Consultado em 18 de abril de 2016 
  12. Ribeiro 2005, p. 109

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • M. Ribeiro, António (2014). Por Detrás do Pano. Avenida da Liberdade 166 1º andar 1250-166 Lisboa: Chiado Editora. 337 páginas. ISBN 978-989-51-2692-7 
  • Ribeiro, António (2005). Cavalos de Corrida–A Poética dos UHF. Quinta da Graça, Bela Vista, 1950-219 Lisboa: Sete Caminhos. 299 páginas. ISBN 989-602-073-6 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]