Voltei a Porto Moniz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Voltei a Porto Moniz
EP de UHF
Lançamento Portugal Portugal
Maio de 2004
Gravação Entre 2003 e 2004, Estúdios MDL, Paço de Arcos
Gênero(s) Rock
Duração 16:07
Idioma(s) Português
Formato(s) EP
Editora(s) AM.RA Discos
Produção António Manuel Ribeiro
Cronologia de UHF
La Pop End Rock
(2003)
Podia Ser Natal
(2004)

Voltei a Porto Moniz é um extended play (EP) da banda portuguesa de rock UHF. Editado em maio de 2004 pela AM.RA Discos.[1][2]

Muito acarinhados na ilha da Madeira, os UHF receberam uma proposta da Câmara Municipal de Porto Moniz para a produção, em conjunto, de um disco multimédia que servisse de ponte com os imigrantes que um dia partiram em busca de sustento noutras paragens, guardando sempre o pulsar e a saudade da terra onde nasceram. Este trabalho visa levar a todos os potomonizenses, e aos seus descendentes, um pouco da história do concelho.[3]

Contém os inéditos: "Voltei a Porto Moniz", "Barcos ao Mar" e "Porto Moniz". Recupera os temas "Dança Comigo (até o Sol nascer)" e "Uma Palavra Tua" da coletânea Eternamente de 1999.[carece de fontes?] A fechar o disco compacto é apresentado uma faixa interativa, de divulgação do concelho, com locução de Ana Serralha. A canção "Porto Moniz", é um glamouroso texto poético rendido à sedução da paisagem da região: "Homenagem à terra que me acolheu, entre as escarpas abruptas e o manto oceânico espumoso, visto da janela do meu quarto de hotel", nas palavras calorosas de António Manuel Ribeiro.[4] Com exclusividade do município da região, Voltei a Porto Moniz não foi distribuído no circuito comercial.[5]

Localizado na zona norte da ilha, Porto Moniz é uma das freguesias mais antigas do arquipélago. A denominação original da região era Ponta do Tristão, que começou a ser povoada a partir de meados do século XVI. Foi elevada a concelho no dia 31 de outubro de 1835, em pleno reinado de D.Maria II. O nome atual do município está associado a Francisco Moniz – um dos primeiros habitantes – que foi casado com Filipa da Câmara, neta do navegador português João Gonçalves Zarco, o responsável pelo povoamento da região. Nos últimos anos, Porto Moniz apostou fortemente no setor turístico, especialmente em hotelaria e restauração, valorizando as paisagens deslumbrantes abençoadas pela mãe natureza.[6][7]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

O extended play (EP) é composto por cinco faixas em versão padrão da autoria de António Manuel Ribeiro. A faixa interativa tem letra de António Manuel Ribeiro e música dos restantes membros da banda.[5]

EP
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Voltei a Porto Moniz" (inédito)António M. Ribeiro 3.09
2. "Barcos ao Mar" (inédito)António M. Ribeiro 3.34
3. "Porto Moniz" (inédito)António M. Ribeiro 3:12
4. "Dança Comigo (até o Sol nascer)"  António M. Ribeiro 3:46
5. "Uma Palavra Tua"  António M. Ribeiro 3:06
6. "Porto Moniz" (faixa interativa)António M. Ribeiro / António Côrte-Real / Fernando Rodrigues / Ivan Cristiano  
Duração total:
16:07
Declamação musicada tomada pelo baixo e sintetizador. Um fascinante texto poético da autoria de António Manuel Ribeiro.[4]

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

Membros da banda[editar | editar código-fonte]

Convidados

Referências

  1. «Voltei a Porto Moniz (EP)». Spirit of Rock. Consultado em 4 de agosto de 2013 
  2. «UHF». Biblioteca Municipal Câmara de Lobos. Consultado em 29 de março de 2016 
  3. Ribeiro, António (2005). Cavalos de Corrida–A Poética dos UHF. Quinta da Graça, Bela Vista, 1950-219 Lisboa: Setecaminhos. p. 227. ISBN 989-602-073-6 
  4. a b Ribeiro, António (2005). Cavalos de Corrida–A Poética dos UHF. Quinta da Graça, Bela Vista, 1950-219 Lisboa: Setecaminhos. p. 229. ISBN 989-602-073-6 
  5. a b c d e f g h «Voltei a Porto Moniz». Fonoteca C.M.Lisboa. Consultado em 29 de março de 2016 
  6. «Guia de Viagens Madeira-Porto Moniz». Booking4me. Consultado em 29 de março de 2016 
  7. «Artigos de apoio-Porto Moniz». Infopédia Porto Editora. Consultado em 29 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]