Comunicações no Ceará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O setor econômico das comunicações do estado brasileiro do Ceará está em fase de desenvolvimento e expansão. O Estado conta com emissoras de televisão e emissoras de rádio, além de um hub tecnológico e um cinturão digital.[1][2][3]

Emissoras de rádio e televisão[editar | editar código-fonte]

O Estado conta atualmente com 16 emissoras de televisão. São emissoras concessionadas pela ANATEL. Conta também com 211 emissoras de rádio concessionadas pela ANATEL[4][5][6]

Grupos de comunicação[editar | editar código-fonte]

estão presentes no Estado grupos de comunicação de pequeno, médio e grande porte, englobando em suas atividades mídia, rádio, televisão e internet. Entre esses grupos estão o Grupo Cearasat de Comunicação, o Sistema Jangadeiro de Comunicação, o Grupo Cidade de Comunicação, o Grupo de Comunicação O Povo e o Sistema Verdes Mares.[7][8]

Cinturão digital[editar | editar código-fonte]

O Cinturão digital é composto de uma estrutura (backbone) de fibra ótica contendo Anéis, Subanéis e Derivações (ramificações que saem do anel) com pontos que permitem a interconexão ao mesmo, medindo 4.150 Km mantido pelo Governo do Estado do Ceará (Etice) e 3.910 Km mantido por parceiros totalizando 8.060 Km que possibilita atender cerca de 90% da população urbana do Estado do Ceará. Seu propósito é viabilizar o acesso à internet de alta qualidade a todos os órgãos públicos do Estado e possibilitar que a população tenha acesso a serviços digitais como internet, videoconferência, TV Digital, telefonia celular etc., constituindo-se em ferramenta indispensável ao desenvolvimento econômico do Estado. Atualmente, mais de 3 milhões de usuários são impactos pelo CDC, seja diretamente, seja pela interposição de mais de 500 provedores.[9][10]

Mídia impressa[editar | editar código-fonte]

Entre os periódicos de grande circulação, o estado conta atualmente com o Correio do Ceará, o Diário do Nordeste, O Estado e o Jornal O Povo.[11]

Referências

  1. «Trinca de Hubs». Ceará Agora. 15 de agosto de 2018. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  2. «Hub tecnológico: Data Center da Angola Cables amplia oportunidade para negócios digitais». Governo do Estado do Ceará. 16 de abril de 2019. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  3. CE, O. Estado (17 de abril de 2019). «Posição privilegiada do Ceará consolida trinca de hubs». O Estado CE. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  4. «Sistemas de Controle de Radiodifusão». sistemas.anatel.gov.br. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  5. «Spectrum-E: Canais». sistemas.anatel.gov.br. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  6. «Guia Acert Rd Tv 20142015». calameo.com. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  7. «SVM inaugura nova sede da sucursal de Sobral». Diário do Nordeste. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  8. «TV Jangadeiro e Rádio Jangadeiro FM completam 26 anos de tradição». tribunadoceara.com.br. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  9. «Cinturão Digital do Ceará». Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  10. «Cinturão Digital atenderá todo o território do Ceará até 2019». Diário do Nordeste. Consultado em 13 de agosto de 2019 
  11. Matos, Israel. «O histórico Jornal Correio do Ceará». Consultado em 13 de agosto de 2019