Complexo Industrial e Portuário do Pecém

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Complexo Industrial e Portuário do Pecem é uma área da Região Metropolitana de Fortaleza, no estado do Ceará, que aglomera várias estruturas, empreendimentos e companhias industriais, em especial o Terminal Portuário do Pecém, já em operação, e as futuras Zona de Processamento de Exportação do Ceará, Companhia Siderúrgica do Pecém, Refinaria Premium II da Petrobras, e as termelétricas Pecém I (EDP) e Pecém II (Eneva). A região industrial também faz parte do projeto do Eixão das Águas.

A interligação modal do complexo é feita por meio de ferrovia pela Transnordestina e por meio rodoviário pelas estradas BR-222 e CE-422.

Até o início de 2010, a principal obra do Complexo era o Porto do Pecém, cuja construção teve início em 1995, sendo inaugurada em 2002, nos mandatos do então governador Tasso Jereissati, em parceria com o Governo Federal.

Impacto local[editar | editar código-fonte]

Com a construção do Complexo Industrial e Portuário do Pecém, a área da praia foi diminuída, o que trouxe prejuízos ao turismo da região. [1] Segundo a percepção dos pescadores, após a instalação do CIPP, 50% deles declararam que este número diminuiu devido às oportunidades de trabalho surgidas com a implantação do porto, o que fizeram alguns pescadores deixar a atividade. [2]

Referências

Bandeira do Ceará.svg Este artigo é um esboço para um artigo maior sobre o Ceará. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.