Constantino Marochi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Constantino Marochi
Nascimento 17 de julho de 1921
Campo Largo
Morte 21 de setembro de 1944 (23 anos)
Vic Santine
País  Brasil
Força Exército Brasileiro
Hierarquia soldado
Batalhas/Guerras Segunda Guerra Mundial

Constantino Marochi (Campo Largo, 17 de julho de 1921 - Vic Santine, 21 de setembro de 1944) foi um militar do Exército Brasileiro. Participou da Força Expedicionária Brasileira (FEB).[1]

Marochi foi o primeiro soldado brasileiro a morrer em terras italianas,[2] sendo atingido por estilhaços de um morteiro[3] na localidade de Vic Santine.

Recebeu as condecorações militares, como as medalhas: de Campanha, Sangue do Brasil e de Combate de 2.ª classe e em sua homenagem, a cidade de Curitiba batizou uma de suas vias com o seu nome, além, da homenagem da secretária de educação do Paraná que renomeou o Ginásio Estadual de Santa Cruz de Monte Castelo para Colégio Estadual Soldado Constantino Marochi no ano de 1975.

Referências

  1. «Histório do Nome Colégio Estadual Soldado Constantino Marochi». Secretaria de Estado da Educação do Paraná. Consultado em 8 de maio de 2011 
  2. «Um dia muito especial». Caderno Nostalgia (Cid Destefani) - Jornal Gazeta do Povo. Consultado em 8 de maio de 2011 
  3. 6° RI - Regimento de Infantaria Site da Associação Nacional de Veteranos da FEB