Silvino Castor da Nóbrega

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Silvino Castor da Nóbrega
Nascimento 28 de setembro de 1897
Paraíba
Morte 17 de agosto de 1984 (86 anos)
Rio de Janeiro
País  Brasil
Força Exército Brasileiro
Hierarquia General de Divisão
Comandos III/6ºRI; Batalhão de Guardas; 5ª Região Militar
Batalhas/Guerras Segunda Guerra Mundial

Silvino Castor da Nóbrega (Paraíba, 28 de setembro de 1897 - Rio de Janeiro, 17 de agosto de 1984) foi um militar do Exército Brasileiro. Participou da Força Expedicionária Brasileira (FEB). Durante a Segunda Guerra Mundial como Major comandou o III Batalhão[1] do 6º Regimento de Infantaria.[2]

Recebeu as condecorações militares, como as medalhas: Cruz de Combate de 1a classe do Brasil e a Bronze Star dos EUA. Como Tenente-Coronel, comandou o Batalhão de Guardas, localizado na cidade do Rio de Janeiro, atual Batalhão da Guarda Presidencial, localizado na cidade Brasília - DF.

Em 1963, como General de Divisão, assumiu o Comando da 5ª Região Militar no Paraná/DI.[3]

Na cidade de Soledade na Paraíba há uma rua batizada em sua homenagem.[4]

Em 14 de setembro de 2017, o 37° Batalhão de Infantaria Leve, localizado em Lins (SP) teve sua designação história aprovada[5] e passou a designar-se "Batalhão GENERAL SILVINO CASTOR DA NOBREGA", em homenagem ao distinto herói da Força Expedicionária Brasileira e do Brasil.

Referências

  1. Gonçalves, José; Maximiano, César Campiani (2005). Irmãos de Armas: Um pelotão da FEB na II Guerra Mundial. São Paulo: Codex. p. 79. ISBN 85-7594-044-9 
  2. F.E.B. – Verás que um filho teu não foge à luta Analice Sauerbronn Reina. «F.E.B. – Verás que um filho teu não foge à luta» (PDF). Consultado em 9 de maio de 2015  line feed character character in |autor= at position 48 (ajuda)
  3. «A revolução de 1964 e o movimento militar no paraná: a visão da caserna». Revista de Sociologia e Política. ISSN 0104-4478 
  4. Guia Telefone. «Guia Telefone». Consultado em 25 de setembro de 2017 
  5. Secretaria-Geral do Exército. «Boletins do Exército Brasileiro». Consultado em 22 de setembro de 2017