Elizabeth Hartmann

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pela atriz estadunidense vencedora do Globo de Ouro por A Patch of Blue, veja Elizabeth Hartman.
Elizabeth Hartmann
Nome completo Elizabeth Anna Hartmann
Nascimento 03 de abril de 1933 (86 anos)
Porto Alegre, RS
Nacionalidade brasileira
Ocupação Atriz
Atividade 1962-presente

Elizabeth Anna Hartmann (Porto Alegre, 23 de dezembro de 1933) é uma atriz, diretora e modelo brasileira.

Iniciou a carreira como modelo, tendo atuado na Televisão, Teatro e Cinema, está ausente do cinema desde 1983.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Elisabeth Anna Hartmann, ou simplesmente, Elisabeth Hartmann, é natural de Porto Alegre, onde fez seus estudos e formou-se em Arte Dramática pela Faculdade de Filosofia da Universidade do Rio Grande do Sul, no ano de 1960. Filha única de pais alemães, Elisabeth teve uma infância confortável na cidade de Porto Alegre e estudou nos melhores colégios. As dificuldades começaram durante a guerra exatamente pela origem da família. Com o preconceito contra alemães nessa época, o pai foi preso injustamente, sua construtora começou a perder clientes, a família se mudou para um lugar menor, o pai adoeceu e acabou morrendo. Com sua morte, ela se viu obrigada a trabalhar, ainda durante o ginásio, para ajudar a mãe. Terminou os estudos com o auxílio de uma bolsa.

Fez seu primeiro desfile como manequim ainda no banco em que trabalhava como secretária, ainda no Sul. Depois do banco, foi contratada por uma importadora de aço e mais tarde numa de inseticida. Para se profissionalizar - e por insistência da mãe - mudou para São Paulo assim que terminou o curso da Escola de Arte Dramática. Queria se tornar uma Tônia Carrero, uma Maria Della Costa ou uma Cacilda Becker, que ela tanto admirava.

Nessa época, desfilou para grandes estilistas e estampou capas de revistas. Já morando em São Paulo, num café, conheceu Mazzaropi e ele a convidou para estrelar o primeiro dos sete filmes que fez com ele. Em São Paulo, trabalhou também como manequim e iniciou sua carreira teatral.

Elisabeth Hartmann trabalhou em várias companhias teatrais, com atuações nas companhias de Cacilda Becker, Nídia Lícia e Ruth Escobar. Tempos depois passou a dirigir. Fez várias leituras teatrais dramatizadas e dirigiu várias peças. Atuou em "Oscar", "O Pobre Piero", "Boing-Boing". 

Na companhia Ruth Escobar fez "O Estranho Casal" e "Lisístrada"( nessa peça, sofreu um trágico acidente - despencou do alto do palco, vestida com uma malha cor da pele com duas pombas douradas no seio e outra abaixo do ventre porque o contrarregra, que deveria fazer a descida do praticável lentamente, estava dormindo). No Teatro Popular do SESI fez "O Milagre de Anne Sullivan", "Senhora"; "Um Grito de Liberdade". 

"Licor de Maracujá" e "Há Vagas para Moças de Fino Trato", peças importantes em sua carreira. Na Scena Produções fez "Sua Excelência, o Candidato". Na A. Muniz Produções fez "Quem Programa Ação Computa Confusão". Depois passou a dirigir. Fez várias leituras dramatizadas, e dirigiu peças. Elisabeth Hartmann é uma atriz bastante versátil, e atualmente está se dedicando ao teatro. Em 2008, após 20 anos longe dos palcos, a atriz voltou a atuar na nova versão do espetáculo "Tio Vânia", de Anton Tchecov, sob a direção de Celso Frateschi.

Com Mazzaropi trabalhou em vários filmes, dentre eles: O paraíso das solteironas, "Jecão... Um Fofoqueiro no Céu"; O "Jeca e a Freira"," O Jeca e Seu Filho Preto"; "Uma Pistola para Jeca" e "Portugal... Minha Saudade". Fez com Walter Hugo Khouri, "A ilha". E com outras produtoras fez uma quantidade imensa de filmes. 

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Na Televisão

Ano Título Papel
2012 Corações Feridos Tita [1]
2011 Amor e Revolução Elizangela Vina
2008 Água na Boca Madre Superiora Cristina
2002 Pequena Travessa Edna
1998 Dona Flor e Seus Dois Maridos Albertina
1996 Razão de Viver Gretel
1993 Quarks & Co
1990 A História de Ana Raio e Zé Trovão Helena
1989 O Cometa Berta
1988 Vida Nova Shatlain
1983 Braço de Ferro
Fernando da Gata
1982 A Força do Amor Sofia Alvares
1981 Floradas na Serra Irmã Araci
1980 As Três Marias Lurdes
Olhai os Lírios do Campo Frida
1979 O Todo-Poderoso
1978 João Brasileiro, o Bom Baiano Hilda
1977 Cinderela 77 Catarina/Madrasta
1976 Papai Coração Maria da Graça
1975 Meu Rico Português Gertrude
1974 A Barba Azul Tereza
1973 Divinas & Maravilhosas Beth
A Volta de Beto Rockfeller Dirce
1972 Vitória Bonelli Ivone
Signo da Esperança Taís
1971 A Fábrica Adalgisa
1969 Nino, o Italianinho Cláudia
1968 O Terceiro Pecado
1965 A Outra Beth

No Cinema

Ano Título Papel
1962 A Ilha Clara[2]
1965 O Puritano da Rua Augusta Filomena[3]
1967 Férias no Sul Isa
1968 O Jeca e a Freira Irmã Isabel
1969 No Paraíso das Solteironas Irmã de Douglas
1970 Uma Pistola para Djeca Professora
1971 Diabólicos Herdeiros
1973 Os Garotos Virgens de Ipanema Laura
1974 Portugal... Minha Saudade
Macho e Fêmea Beth[4]
1976 Senhora Lísia
A Noite das Fêmeas Maura[5]
1977 Internato de Meninas Virgens Diretora do Presídio
Jecão, um Fofoqueiro no Céu Freira[6]
1978 A Força dos Sentidos Regina
O Jeca e seu filho preto Carolina
Mulher Desejada Ana
1979 Herança dos Devassos
Os Imorais Júlia
1980 Os Rapazes da Difícil Vida Fácil
Palácio de Vênus
1981 Amélia, Mulher de Verdade Irmã Joana
1982 Curral de Mulheres Helena
1983 Sacanagem (episódio: Gatas no Cio) Senhora dos gatos
2015 Memórias da Boca Ela mesma [7]

Referências

  1. «SBT divulga elenco completo de "Corações Feridos"». NaTelinha. 1 de setembro de 2010. Consultado em 8 de dezembro de 2010. Arquivado do original em 6 de setembro de 2010 
  2. Cinemateca Brasileira, A Ilha [em linha]
  3. Cinemateca Brasileira, O `Puritano da Rua Augusta [em linha]
  4. «Macho e Fêmea». Cinemateca Brasileira. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  5. «A Noite das Fêmeas». Cinemateca Brasileira. Consultado em 25 de fevereiro de 2017 
  6. Cinemateca Brasileira, Jecão... Um Fofoqueiro no Céu [em linha]
  7. «Memórias da Boca». AdoroCinema. Consultado em 28 de outubro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]