Saltar para o conteúdo

Diferenças entre edições de "Economia social"

5 bytes adicionados ,  05h26min de 28 de setembro de 2016
m
Foram revertidas as edições de 200.129.178.2 para a última revisão de 88.157.199.161, de 18h05min de 13 de maio de 2016 (UTC)
m (Foram revertidas as edições de 200.129.178.2 para a última revisão de 88.157.199.161, de 18h05min de 13 de maio de 2016 (UTC))
A Economia Social ou economia solidária constitui a esfera do chamado '''terceiro setor''', sendo o primeiro setor, o setor público ( Estado, Governo) ; sendo o segundo setor, o setor de empresas privadas.
 
Na esfera da Economia Social, estão o [[associativismo]], o [[cooperativismo]] e o [[Mutualismo (política)|mutualismo]], como formas de organização da atividade produtiva ( OaOngs- organizações autônomas; visam a melhoria da qualidade social; projetos sociais; organizações não governamentais).
 
Ao longo dos últimos 150 anos, a Economia Social vem ganhando expressão e seus objectivos passam necessariamente pela [[solidariedade]] e pelo desenvolvimento integrado da [[comunidade]] e do Homem. Nesta sequência de ideias, a Economia Social ou Terceiro Sector pode eventualmente substituir açãoa acção do [[Estado]] ou ser um prolongamento deste na implementação de suas políticas sociais.
 
Basicamente inclui dois tipos de organizações: aquelas que funcionam como [[empresa]]s, embora não visem ao lucro (liminarmente relacionadas com o movimento cooperativo), e as organizações privadas mantidas por donativos, quotizações, trabalho voluntário, doações e recursos públicos, tais como [[associações]] e [[Fundação (instituição)|fundações]]
214 496

edições