Elasticidade (economia)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal
A Wikipédia possui o
Portal da economia.

Elasticidade é o tamanho do impacto que a alteração em uma variável (ex.: preço) exerce sobre outra variável (ex.: demanda).

"Em sentido genérico, é a alteração percentual de uma variável, dada a alteração percentual em outra, coeteris paribus. Assim, elasticidade é sinônimo de sensibilidade, resposta, reação de uma variável, em face de mudanças em outras variáveis".[1]

Uma variável "elástica" responde bastante a pequenas mudanças de outras variáveis. Do mesmo modo, uma variável "inelástica" não responde a mudanças em outras variáveis.

Definição matemática[editar | editar código-fonte]

Elasticidade exemplo x y.png

, onde:

  • indica o momento inicial;
  • indica o momento final;
  • indica a diferença da variável entre os momentos final e inicial.

A fórmula acima parte do pressuposto de que queremos medir a elasticidade de um intervalo e . Porém, também é possível medi-la em um intervalo infinitamente pequeno. Essa elasticidade medida em um intervalo infinitamente pequeno é a elasticidade de um ponto específico da curva e sua fórmula é:

, onde:

  • é a derivada de em relação a . Essa derivada trás consigo os eixos x e y, que por sua vez são interdependetes e harmônicos entre si.

Exemplos de aplicações[editar | editar código-fonte]

Microeconomia[editar | editar código-fonte]

Macroeconomia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. VASCONCELOS, Marco Antonio Sandoval de. Economia Micro e Macro. São Paulo. Editora Atlas (2001)