Instituto Universitário Militar (Portugal)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Instituto Universitário Militar (IUM) é um estabelecimento de ensino superior universitário militar, destinado à formação - ao longo da sua carreira - dos oficiais das Forças Armadas Portuguesas e da Guarda Nacional Republicana.

A formação dada no IUM habilita os oficiais para o desempenho de funções de comando, direção, chefia e estado-maior.

Em Agosto de 2005 foi criado o Instituto de Estudos Superiores Militares, integrando as funções dos então extintos Instituto de Altos Estudos Militares (Exército Português), Instituto Superior Naval de Guerra (Marinha Portuguesa) e Instituto de Altos Estudos da Força Aérea (Força Aérea Portuguesa).

A unificação dos estabelecimentos de altos estudos das Forças Armadas teve como objetivo - além da poupança e racionalização de meios - a obtenção de uma maior unidade doutrinária e de uma maior cooperação entre o Exército, a Marinha, a Força Aérea e a Guarda Nacional Republicana.

Este, é por isso, um Instituto que não pertence a qualquer ramo das Forças Armadas, mas sim ao próprio Ministério da Defesa Nacional. O IESM situa-se em Pedrouços, na freguesia de Belém, no espaço físico do extinto Instituto de Altos Estudos Militares.

Em 2015 com a publicação do Decreto-Lei n.º 249/2015 de 28 de outubro, que estabelece a organização da educação superior militar, o Instituto de Estudos Superiores Militares foi renomeado passando a designar-se Instituto Universitário Militar.

Missão[editar | editar código-fonte]

O Instituto de Estudos tem como missão/fundamento de existência, ministrar aos oficiais dos quadros permanentes das Forças Armadas Portuguesas a formação necessária nos planos científico, doutrinário e técnico das ciências militares, necessária ao desempenho das funções de comando, direcção e estado-maior ao nível dos respectivos ramos, resultando disso mesmo, a promoção de posto.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]