Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
ULHT
Lema Humani nihil alienum
Tipo de instituição Privada
Localização Lisboa
Reitor(a) Mário Moutinho
Total de Estudantes 12.500
Página oficial http://www.ulusofona.pt/

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) é um estabelecimento de ensino superior privado português, reconhecido de interesse público pelo Decreto-Lei n.º 92/98, de 14 de abril.[1]

A Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias é a maior Universidade privada em Portugal e é parte integrante do subsistema particular e cooperativo do ensino superior português e está integrada no denominado Grupo Lusófona. Atualmente, acolhe cerca de 12 500 estudantes.

Localização[editar | editar código-fonte]

Universidade Lusófona

A Universidade está situada no extremo norte do Campo Grande, freguesia de Alvalade, beneficiando da proximidade da Biblioteca Nacional, de diversos Museus (como o Museu Rafael Bordalo Pinheiro) e do Jardim do Campo Grande.

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

A Universidade está apetrechada com todo o equipamento técnico e pedagógico indispensável ao correto funcionamento dos cursos lecionados.[carece de fontes?] Dela faz parte a Biblioteca Victor de Sá.

Faculdades, departamentos e escolas[editar | editar código-fonte]

Universidade Lusófona

Investigação[editar | editar código-fonte]

Ser Aluno Lusófona[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Redes Sociais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Decreto-Lei n.º 92/98, de 14 de abril