Língua chamicuro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Chamicuro
Falado em: Peru
Total de falantes: 2 2008)
Família: Aruaque
 Baixo Ucayali
  Chamicuro
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: ccc

O Chamicuro (ou Chamicolo, Chamicura) é uma língua aruaque em perigo crítico de extinção falada por 2 a 8 pessoas no Peru, às margens do rio Pampa Hermosa, afluente do rio Huallaga. Os Chamicuros são cerca de 10 a 20 pessoas e os poucos falantes são idosos.

Como todas as línguas faladas por indígenas do Peru, o Chamicuro é considerado um idioma oficial na sua área de atuação. Já existe até um dicionário da língua, mas nenhuma criança a fala, dada a preferência pelo espanhol.

Há controvérsias quanto à língua do povo Aguano, que foi estudada por Ruhlen (1987), e dita ser a mesma língua, mas os chamicuros negam essa hipótese (Cf. Wise, 1987). A semelhança deve-se a razões culturais e também ao fato de serem mutuamente inteligíveis, mesmo que seus falantes não se relacionem com frequência e as denominam com nomes diferentes.

Fonologia[editar | editar código-fonte]

Chamicuro apresentas 4 vogais: /a, e, i, o, u/, as quais podem ser longas ou curtas.[1]

Consoantes
Bilabial Alveolar Palato-alveolar Retroflexa Palatal Velar Glotal
Oclusiva p t k ʔ
Africada t͡s t͡ʃ ʈʂ
Fricativa s ʃ ʂ h
Nasal m n ɲ
Lateral l ʎ
Semivogal j w
Vibrante ɾ

Comparação lexical[editar | editar código-fonte]

Lista dos possíveis cognatos chamicuro-amuesha (Ramirez 2019: 669-670):[2]

Português Chamicuro Amuesha
pelo / pena puaje, piʃ-le puetʃ
olho ohki -k(o)ʎeʔ
dente ahsi -as
unha -ʃ(i)to -ʃetʃep
perna / coxa -peːji -poʔtʃ
intestino -tʂole -tjo-retʂ
pescoço tʂano tʂenopj
seio / peito teni -senj
fígado ohpana -opan
osso kahpu -ap
sangue iːla -eɻas
pele ʂama -ɻom
folha tʃih-pana -pan
gordura -uhsi -seʔ
mãe -aʔjihku -atʃ
larva keni -enj
árvore tʃe tsa-tʃ
água unih-sa onj
casa ahkotʃi pokoʎ
lenha tʃima tso-m
fumaça / nuvem ka-wsa os
cinzas -hpe-ne -penj
caminho ahtini tjonj
noite tʃpolja-je tsap
seco poʃe poɻa-ɻe
cheio siːla tʃoɻ-
alto onohko eno
molhado sa- -asa
branco ka-mala- waʎV-
vermelho / maduro tʃee- jeʔ
morder -keʃi -atʂ
ver -nis / -anas -ent / -ont
ouvir -keʔm -ema
dormir -mak -ma
bater -aʂtakul -asot
lavar -atoʂamaht -(a)tsamaʔt
soprar -ahtale -atjor
voar -asisk -ahn
de pé -aʃtimi -tjom
tu pi- pj-
não ma- ma-
outro / um pahna patje / poʔponj

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. «SAPhon – South American Phonological Inventories». linguistics.berkeley.edu (em inglês). Consultado em 17 de agosto de 2018 
  2. Ramirez, Henri (2019). Enciclopédia das línguas arawak: acrescida de seis novas línguas e dois bancos de dados. (no prelo)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]