Love (álbum de Thalía)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Love
Álbum de estúdio de Thalía
Lançamento 7 de outubro de 1992 (1992-10-07)[1]
Gravação 1992
Gênero(s)
Duração 54:38
Formato(s) LP, K7, e CD
Gravadora(s) Melody
Produção Luis Carlos Esteban
Cronologia de Thalía
Mundo de Cristal
(1991)
Mix
(1993)
Capa da versão USA
Singles de Love
  1. "Sangre"
    Lançamento: 31 de agosto de 1992
  2. "María Mercedes"
    Lançamento: 30 de novembro de 1992
  3. "Love"
    Lançamento: 11 de janeiro de 1993
  4. "La Vie En Rose (La Vida En Rosa)"
    Lançamento: 15 de março de 1993

Love é o terceiro álbum de estúdio da cantora mexicana Thalía, lançado em 7 de outubro de 1992, pela gravadora da Televisa, a Melody, que agora pertence ao Univision Music Group.[2] O álbum foi produzido pelo compositor e produtor espanhol Luis Carlos Esteban e lançado no México, alguns países da América Central, Estados Unidos (com capa alternativa), Espanha, Grécia e Turquia. No México, duas versões de Love com faixas bônus e alteração do encarte foram lançadas e meses depois o álbum ganharia certificado de Platina+Ouro, o álbum vendeu cerca de 500.000 no país, tornando-se o segundo disco mais vendido da cantora, atrás apenas de Primera Fila, que vendeu mais de 600.000.

Para comemorar o 25º aniversário de Thalía como artista solo, a partir de dezembro de 2014, este álbum está disponível nas plataformas digitais iTunes e Spotify.

Antecedentes e produção[editar | editar código-fonte]

Depois de lançar seu segundo álbum de estúdio Mundo de Cristal, Thalía foi apresentar o programa VIP Noche na Espanha, onde conheceu o compositor e produtor musical espanhol Luiz Carlos Esteban, a quem pediu ajuda para finalizar as composições do que viria a ser seu terceiro álbum solo.[3] Para este álbum, foram selecionadas canções com os mais diversos gêneros musicais, como um cover de "Cien Años" que é uma canção no estilo bolero composta por Pedro Infante e "Love", uma canção contemporânea no estilo dance music dos anos de 1990.[3] Também foram incluidos mais três covers: "A la Orilla del Mar" ("No litoral"), "La Vie en rose" ("A vida em rosa") e "Nunca Sabrás" ("Você nunca saberá").[4] A fotografia ficou a cargo do conhecido fotógrafo Adolfo Pérez Butron.[5]

A primeira edição de Love incluiu apenas 12 canções. No entanto, como a novela de Thalía, María Mercedes, estava se tornando um grande sucesso, uma segunda versão do álbum foi lançada apresentando a música tema da novela como faixa bônus.[6]

Promoção[editar | editar código-fonte]

Thalía apresentou Love pela primeira vez no programa mexicano Siempre en Domingo, apresentado por Raúl Velasco, onde cantou o primeiro single, "Sangre", dedicado a seu ex-namorado e empresário Alfredo Díaz Ordaz, falecido em 1993.[7] No lançamento do álbum, Thalía apareceu no talk show Y Vero America Va, apresentado por Verónica Castro, onde interpretou ao vivo várias canções do álbum. Um show especial chamado Love y otras fantasías foi exibido no México e incluiu sete videoclipes das canções do álbum: "La Vie en rose",[8] "El Día del Amor",[9] "El Bronceador",[10] "Love",[11] "No trates de Engañarme",[12] "Sangre"[13] e "Déjame Escapar".[14] Depois do sucesso da novela María Mercedes o especial foi reexibido nos Estados Unidos como Love and Other Fantasies, o show foi transmitido pela Univision e foi produzido pela Televisa em 1993, para a última edição foram adicionados o videoclipe de Maria Mercedes e quatro apresentações ao vivo dos singles dos álbuns Thalía (1990) e Mundo de Cristal: "En La Intimidad", "Pienso en Ti", "Sudor" e "Amarillo Azul". Posteriormente, as canções "Sangre", "Love" e "Flor de Juventud" de Thalía receberam outros videoclipes, feitos e exibidos exclusivamente no programa Siempre en Domingo.

Singles[editar | editar código-fonte]

  • Sangre: O primeiro single de Love, foi lançado em agosto de 1992 e foi escrita pela própria Thalía.[15] Em 1989, enquanto trabalhava na produção de seu primeiro álbum solo, Thalía conheceu Alfredo Díaz Ordaz, que fazia parte do departamento de música da Televisa,[6] ele produziu o primeiro LP da artista e ao mesmo tempo se tornou seu namorado, anos depois, no final de 1993, enquanto Thalía estava no litoral gravando as primeiras cenas para a novela “MariMar” prestes a se casarem, a cantora recebeu a notícia que aquele que era considerado seu mentor[16] e futuro marido havia acabado de falecer, a canção acabou se tornando uma espécie de homenagem à Alfredo. Sangre[17] foi produzida por Luis Carlos Esteban[18] e escolhida como o primeiro single do álbum Love.[19] O videoclipe da música foi incluído no especial Love Thalía,[20] e também no box set La Historia, lançado pela Universal Music em 2010, que incluía os três primeiros álbuns da cantora e um DVD com seus videoclipes da era Melody.[21] Na parada nacional do México, da revista Notitas Musicales, a canção atingiu a posição de #2.[22]
  • María Mercedes: o segundo single, e incluído como bônus track na edição de relançamento de Love, é a música tema da novela María Mercedes de Thalía. O single foi lançado em novembro de 1992, e a pareceu tanto na lista do jornal El Siglo de Torreón com pico de #10 na Cidade do México,[23] quanto na chart da revista Notitas Musicales, atingindo #11 no México.[24] Uma versão instrumental foi incluída na tracklist das versões digitais de download e streaming.
  • Love: o terceiro single do álbum, foi lançado em janeiro 1993, com duas versões remixadas: "Club Remix" (7:31) e "Nights Club Mix" (6:52).:[25] A canção foi escrita por Luis Carlos Esteban e usa uma amostra da canção "Glad to Know You" de Chas Jankel.[26] Além de nomear o álbum da cantora de 1992, a música também serviu de título para o especial do canal Televisa chamado Love Thalía, o videoclipe de "Love" foi feito para o especial.[27] No vídeo, Thalía aparece com dois dançarinos vestidos de preto, dançando em um cenário de cor roxa.[27] Outro videoclipe foi feito com exclusividade para o programa Siempre en Domingo apresentado por Raúl Velasco, também do canal Televisa.[28] Em 1993, Thalia recebeu o prêmio de "Melhor Cantora" no Premios TV y Novelas de Saul Lisaso, na Cidade do México, e, rodeada por cenários impressionantes e dançarinos vestidos com trajes inspirados no Egito, ela interpretou a versão "1001 Nights Club Mix" da música.[29] A canção se tornou o segundo maior sucesso do álbum, alcançando a posição #3 no México, atrás apenas de Sangre, que atingiu o pico # 2 meses antes, na mesma lista.[23] Na charts nacional Notitas Musicales a canção atingiu a posição de #5.[30]
  • La Vie En Rose (La Vida En Rosa): Quarto e último single do álbum, trata-se de um cover da música de Édith Piaf, o arranjo da música lembra o mesmo usado por Grace Jones em seu álbum de 1977, Portfolio. Uma versão editada foi incluída nas tracklists da versão em download digital e streaming.

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

O álbum vendeu 200.000 cópias no país natal da cantora, no primeiro mês de lançamento e meses depois foi certificado com um disco de Platina+Ouro (equivalente a 350.000 cópias vendidas na época).[31][32] Eventualmente, Love vendeu 500.000 cópias apenas em solo mexicano, o que torna o segundo álbum mais vendido da cantora no país, atrás apenas do disco ao vivo Primera Fila, que vendeu mais de 660.000 cópias.[33] O álbum foi certificado como disco de ouro nas Filipinas e Thalía recebeu as certificações dos álbuns En éxtasis e Love em sua segunda visita ao país.[34]

Faixas[editar | editar código-fonte]

# Título Compositor(es) Duração
1 "A la Orilla del Mar" Manuel Esperón, Ernesto Cortazar 3:45
2 "Sangre" Thalía Sodi 3:36
3 "La Vie en Rose (La Vida en Rosa)" Édith Piaf, Mack David, Louiguy 5:11
4 "Love" Luis Carlos Esteban 4:20
5 "El Bronceador" Luis Carlos Esteban 3:25
6 "Flor de Juventud" Thalía Sodi 4:08
7 "No es el Momento" Aureo Baqueiro 3:47
8 "Cien Años" Ruben Fuentes, Alberto Cervantes 2:53
9 "El Día del Amor" Luis Carlos Esteban 3:57
10 "Flores Secas en la Piel" Luis Carlos Esteban 5:39
11 "No Trates de Engañarme" Alex de la Nuez 3:55
12 "Déjame Escapar" Aureo Baqueiro 4:51
13 "Nunca Sabrás" (You'll Never Know) Harry Warren, Mack Gordon 5:40
14 "María Mercedes" Viviana Pímstein, Paco Navarrete 2:51

Desempenho nas paradas de sucesso[editar | editar código-fonte]

Chart (2003) Posição
Billboard Latin Pop Albums[35] 15

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas/distribuição
Filipinas[34][36] Ouro 20,000^
Guatemala[37] Platina + Ouro 15,000^
México (AMPROFON)[32] Platina + Ouro 500,000[33]

^distribuições baseadas apenas na certificação

Referências

  1. «Allmusic:Thalía- Love». www.allmusic.com. 2012. Consultado em 17 de outubro de 2012 
  2. «Thalía-Official Site». Thalia.com. 2012. Consultado em 21 de setembro de 2020. Arquivado do original em 1 de novembro de 2012 
  3. a b Andrade, Nelson Theodoro (1999). «Biografia não autorizada» (em Portuguese). Brazil: Escala. p. 28 
  4. «Thalía Biography & Awards». Billboard. 2012. Consultado em 21 de setembro de 2020 
  5. a b Love (Notas de mídia). Melody/Fonovisa. 1992. TMO/788 
  6. a b Thalia (1 de novembro de 2011). Cada día más fuerte. [S.l.]: Penguin Publishing Group. pp. 58–. ISBN 978-1-101-54457-0 
  7. Veja. [S.l.]: Editora Abril. Fevereiro de 1997. p. 105 
  8. Thalía. Thalia - Monólogo introductorio - "La Vida En Rosa" Especial "Love y Otras Fantasías" 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  9. Thalía. Thalia - El Dia Del Amor - Especial "Love y Otras Fantasías" 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  10. Thalía. Thalia - El Bronceador - Especial "Love y Otras Fantasías" 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  11. Thalía. Thalia - Love - Especial “Love y Otras Fantasías” 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  12. Thalía. Thalia - No Trates De Engañarme - Especial “Love y Otras Fantasías” 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  13. Thalía. Thalia - Sangre - Especial "Love y Otras Fantasías" – Video Oficial 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  14. Thalía. Thalia – Déjame Escapar - “Love y Otras Fantasías” 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  15. Sangre (Notas de mídia). Melody/Fonovisa. 1992. PE/5077 
  16. Aguilera, Teresa (29 de novembro de 1997). Billboard: Thalía, Latin America Reigning Music Queen. [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. pp. 33–. ISSN 0006-2510 
  17. «Me atacan por envidia». El Siglo de Torreón. 6 de novembro de 1992. Consultado em 19 de outubro de 2020 
  18. «Hit Parade». El Siglo de Torreón: 46. 20 de julho de 1992. Consultado em 19 de outubro de 2020 
  19. «Thalía estrena elepe». El Siglo de Torreón. 18 de maio de 1992. Consultado em 19 de outubro de 2020 
  20. Thalía. Thalia - Sangre - Especial "Love y Otras Fantasías" – Video Oficial 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  21. La Historia (Notas de mídia). Universal Music Mexico. 2010. 60252759860 
  22. «Los discos más populares». Notitas Musicales (em Spanish). 1 de dezembro de 1992. Consultado em 10 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 20 de setembro de 2020 
  23. a b «Discos más populares». El Siglo de Torreón. 16 de abril de 1993. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2016 
  24. «Los discos más populares». Notitas Musicales (em Spanish). 15 de janeiro de 1993. Consultado em 15 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 21 de janeiro de 2020 
  25. Love (Notas de mídia). Melody/Fonovisa. 1993. LMSS-1059 
  26. «Love by Thalia - Samples, Covers and Remixes». WhoSampled. Consultado em 19 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 15 de julho de 2020 
  27. a b Thalía. Thalia - Love - Especial “Love y Otras Fantasías” 1993. YouTube. Consultado em 6 de novembro de 2020 
  28. Velasco, Raúl (1993). Love video. Siempre en Domingo. Televisa. Youtube title: Thalia Love (Video Especial) 
  29. Thalia - Love (1001 Nights Club Mix) Premios TV y Novelas - Mexico 1992. Premios TVyNovelas. Televisa. 1992 
  30. «Los discos más populares». Notitas Musicales (em Spanish). 15 de março de 1993. Consultado em 3 de dezembro de 2020. Cópia arquivada em 3 de dezembro de 2020 
  31. «1971: Ve la primera luz Thalía, exitosa cantante y actriz mexican». El Siglo de Torreón (em Spanish). 26 de agosto de 2014. Consultado em 21 de fevereiro de 2020 
  32. a b «Breves de Espetaculos: Thalia dice que firmo contrato exclusivo con Televisa.». El Siglo de Torreón (em Spanish). 7 de abril de 1993. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2016 
  33. a b Torre, Daniel de la (4 de setembro de 2020). «Thalía, entre flores y estrellas. Parte 2». El Imparcial (em Spanish). Editores del Noroeste S.A. de C.V. Consultado em 19 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 20 de setembro de 2020 
  34. a b Halig, Lester Gopela (16 de março de 1997). «Thalía». Filipinas: Philippine Star Printing Co., Inc. The Philippine Star 
  35. «Billboard:Thalía -Love Charts». www.billboard.com. Consultado em 24 de julho de 2014 
  36. «Thalia – Part I - Second Visit to Manila, Philippines - 1996/1997». Radio Philippines Network. Nine Media Corporation. 1997. Consultado em 28 de junho de 2019. O disco de ouro é mostrado no minuto 2:20 
  37. «Thalía y su trayectoria como solista» (em Spanish). Mexico: Terra Networks. Consultado em 24 de novembro de 2012. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

  • Love (em inglês) no Discogs