Rosalinda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Rosalinda (desambiguação).
Rosalinda
Logotipo usado na segunda reprise no SBT
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Romance
Duração 40 minutos aproximadamente
Criador(es) Delia Fiallo
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Diretor(es) Beatriz Sheridan
Karina Duprez
Produtor(es) Salvador Mejía Alejandre
Elenco Thalía
Fernando Carrillo
Meche Barba
Angélica María
Nora Salinas
ver mais
Tema de abertura "Rosalinda", por Thalía
Tema de encerramento Rosalinda
Exibição
Emissora de televisão original México Canal de las Estrellas
Transmissão original México: 1 de março de 1999 - 18 de junho de 1999
N.º de episódios México 80 - Brasil: 80
Cronologia
Último
El Privilegio de Amar
Infierno en el paraíso
Próximo
Programas relacionados Rosalinda (telenovela filipina)

Rosalinda foi uma telenovela mexicana produzida por Salvador Mejía para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 1 de março e 18 de junho de 1999, substituindo O Privilégio de Amar e antecedendo Infierno en el Paraísoem 80 capitulos de 40 minutos.

A história original é de Delia Fiallo e é uma remake da trama Rosangélica, produzida em 1981.

A trama foi protagonizada por Thalía e Fernando Carrillo, com atuação estrelar de Angélica María e antagonizada por Victor Noriega, Nora Salinas e Lupita Ferrer.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Soledade Romero é uma moça bondosa e simples, que trabalha como secretária na empresa Altamirano, sendo cobiçada por José Fernando Altamirano, o dono da empresa, que é obcecado por ela e tem más intenções com a moça. Soledade ama verdadeiramente Alfredo de Castilho, cunhado de José Fernando, portanto um dos donos da empresa. Os dois estão muito apaixonados, mas mantém a relação amorosa em segredo, pois a família de Alfredo nunca aceitaria Soledade, por ela ser pobre. Ele resolve contar a família sobre ela quando conseguirem se casar em segredo.

Um dia, José Fernando, não aguentando seu desejo de possuí-la, sequestra Soledade na saída do trabalho. Ele a leva para uma praia deserta, onde tenta estuprá-la, mas não consegue. Alfredo a viu saindo do trabalho e sendo levada pelo cunhado e os seguiu e quando vê sua amada em sendo brutalmente atacada, atira em José Fernando, matando-o. Alfredo entra em completo desespero, ninguém acreditaria que ele matou o cunhado para salvar Soledade, pois ninguém sabia do envolvimento dos dois e como Soledade não foi de fato estuprada, não poderia ter como provar que matou o cunhado para salvar sua amada. Demonstrando coragem e um amor completo ao homem de sua vida, Soledade assume a culpa do crime e Alfredo pede para ela não fazer isso, mas se cala e aceita vê-la presa, para seu desgosto.

Todo esse acontecimento desperta o ódio mortal de Valéria, esposa de José Fernando. Fernando José, o filho de José Fernando, acaba herdando o ódio que sua madrasta alimenta durante toda a vida. Fernando José jura que vingará a morte do pai, por ele e pela madrasta, e não sabe que o verdadeiro culpado convive com ele todos os dias, que é seu tio.

Sofrendo muitas torturas e humilhações na cadeia, Soledade passa muito mal e descobre estar grávida de Alfredo e se desespera. Ela então, decide não revelar nada a ele e pede que Alfredo nunca mais a procure, pois ela não quer ser um peso na vida dele, e alega que já não o ama mais. Ele vai embora muito arrasado, pois ama muito Soledade. Ela passa a sofrer muito na cadeia, lembrando de seu grande amor e arrasada por ver que terá sua filha levada ao nascer. A única pessoa que visita Soledade é a irmã. Tudo se complica quando Soledade é julgada e condenada a vinte anos de cadeia.

O tempo passa e quando a pequena Rosalinda nasce, ela a entrega a Dolores, sua irmã, que havia perdido uma filha na mesma época. As duas decidem que para o bem da menina, Rosalinda se passará por filha de Dolores. Dolores sempre acreditou na inocência da irmã e fará de tudo para criar a sobrinha e amparar Soledade na prisão.

Segunda fase[editar | editar código-fonte]

Vinte anos se passaram e Rosalinda é uma jovem muito linda e feliz, que trabalha como florista, para ajudar em casas, pois é muito humilde. Ela é muito bondosa, ajuda os pais e é amiga da irmã.

Sua tia, a quem ela pensa ser sua mãe, está morrendo, pois está muito doente. Ela passa a trabalhar o dobro para comprar os remédios da mãe. Um dia indo entregar flores em um restaurante, a moça conhece Fernando José e se encanta perdidamente por ele. Os dois se apaixonam no mesmo momento, mesmo ele sendo um pouco mais velho. O pior é que Rosalinda nem imagina que ele é muito rico e que até hoje alimenta um terrível ódio contra a sua verdadeira mãe, achando que ela matou seu pai.

Outro empecilho para a paixão dos dois será o preconceito da aristocrática Valéria a madrasta de Fernando José, que não gosta de Rosalinda por ser pobre. Até hoje Valéria não esquece a morte do marido e junto com Fernando, jura vingança contra a assassina.

Quando Dolores morre, Rosalinda se desespera por completo. Xavier, seu marido, quase descobre o segredo que envolve Rosalinda, pois ele nunca soube que sua verdadeira filha morreu no parto e pensa que Rosalinda é realmente sua. Ele lê uma carta deixada pela esposa, em que ele descobre que uma das duas meninas não é sua filha biológica, mas a carta não diz qual delas não tem o sangue dele. Achando que foi traído pela falecida esposa, passa a desprezar todas as três, que se entristecem muito com o pai.

A outra filha, a de sangue e a única do casal, é Vera, uma jovem muito egoísta e extremamente ambiciosa, que usa o mal para obter tudo que quiser. Ela sempre teve uma inveja doentia de Rosalinda, a quem ela pensa ser sua irmã, mas são apenas primas. Ela vai fazer de tudo para que Fernando José e Rosalinda não fiquem juntos, pois ela também se apaixonou desesperadamente por ele, e ainda mais por ele ter muito dinheiro, o que encheu seus olhos.

Passado o tempo de cumprir sua pena, Soledade recebe a liberdade e fica muito feliz, nunca se arrependeu de ter assumido um crime que não fez, pois fez isso consciente, para salvar o homem que amava, e que ainda ama. Ela estranhou ficar meses sem a visita da irmã e quando volta para sua família, descobre que ela morreu e se desespera. Para despistar, se faz passar por uma tia de Dolores que veio do interior.

Rosalinda logo fica muito amiga de Soledade, que sabe que a menina é sua filha. Ela fica muito feliz e passa a conviver com ela, mas fica angustiada por não saber a verdade. Xavier passa a interrogá-la, falando que ela sabe qual das duas é filha dele ou não. Ele mostra a carta de Dolores a ela, mas ela fica surpresa com a carta e por medo da reação de Rosalinda, não fala que a menina não é filha nem dele nem da esposa que morreu.

Valéria descobre que Soledade saiu da cadeia e que é parente de Rosalinda, mas ainda não sabe que é mãe. Isso a faz odiar ainda mais Rosalinda e ela passa a perseguir Soledade. Fernando José também descobre que Rosalinda é parente da 'assassina', mas não consegue se vingar de Rosalinda pois está apaixonado e se sente mal por isso, agora que sabe que ela tem o sangue da mulher que matou seu pai, mas não descobriu que é a mãe dela, portanto Rosalinda é sua prima, já que ela é filha de seu tio.

Valéria fica inconformada por Fernando não desprezar Rosalinda para sempre. Nasce Érica, a filha de Fernando José e Rosalinda. Um dia Soledade revela a Rosalinda toda a verdade, que fica extremamente surpresa e reluta em crer. Ela acaba contando a Fernando José, que fica muito assustado com tudo isso e pressionado conta a Valéria, que trama uma vingança muito maior para acabar com as duas,ela confirma toda a verdade a Rosalinda e tira Érica de seus braços. Rosalinda acaba ficando louca por conta das fortes revelações, e a perda da filha, com isso Fernando José com muita pena resolve interná-la em uma clinica psiquiátrica, porém um dia ocorre um incêndio que mata quase todas as pacientes, exceto Rosalinda que foge. Todos pensam que ela está morta e Soledade é quem mais sofre com a suposta morte da filha. Fernando José decide viajar para se aperfeiçoar na música, e se destaca como pianista. Rosalinda acaba mendigando na rua onde é escravizada por Misérias, até encontrar Alex Dorantes que a salva, e a partir daí se chama Paloma, e se transforma em uma famosa cantora. Soledade e Alfredo decidem ficar juntos, e ele vai morar com ela na vila. Vera sempre ambiciosa, termina tudo com Aníbal, se aproveita da suposta morte de Rosalinda, e começa a dar em cima de Fernando José, e por fim consegue seus objetivos, e se casa com ele. Ela então se alia á Valéria para acabar com a prima e tia em troca de dinheiro. Lúcia e Aníbal também se casam, porém ela tem uma grande decepção, descobre que nunca poderá ter filhos.

Fase final[editar | editar código-fonte]

Paloma é acidentalmente atropelada, e ao recobrar os sentidos lembra que é Rosalinda, a partir daí tudo se complica na vida de todos, pois Fernando José decide se divorciar de Vera, e Soledade revela á Rosalinda que Alfredo é seu pai e que ela foi presa para salvá-lo. Um tempo depois, Alfredo falece, e com isso Soledade e Rosalinda sofrem uma grande perda. Rosalinda volta a fazer um estrondante sucesso como ela mesma. Fernando José desaprova isso, por isso os dois se desentendem novamente. Vera dá em cima de Aníbal, e acaba tendo um filho dele, ela mente e diz que é de Fernando José. Florentino e Bertha decidem desmascarar Valéria, para isso procuram Verônica Altamirano, a verdadeira mãe de Fernando José. Primeiramente ela se recusa, mas por fim, aceita o plano, luta contra o alcoolismo, e aluga uma casa na vila em que Rosalinda mora com Soledade. Em um atentado planejado por Valéria e Beto, Bertha vai parar no hospital, e ao saber que ela está viva Beto vai até lá, e a asfixia. Quando mais uma vez Rosalinda e Fernando José se entendem, Fernando fica sabendo que Vera está condenada a morte, então ele cancela todos os planos com Rosalinda.

Em um evento beneficente, depois de mais uma humilhação de Valéria para com Aline, Rosalinda revela a todos, que Valéria é mãe dela. Com a ajuda de Augusto Morales, um homem rico que é apaixonado por Rosalinda, ela consegue a guarda de Érica compartilhada com Fernando José, e para cuidar da filha, Rosalinda encerra sua carreira.

Em meio a intrigas, Rosalinda e Fernando não conseguem se afastar um do outro. Ao ver que Florentino pode ser uma grande ameaça, Valéria o envenena, causando sua morte. Ao sentir as dores do parto, Vera vai para o hospital ,lá Rosalinda conta a Fernando que Verônica é sua mãe, que com relutância a perdoa. Antes de morrer, Vera revela a Fernando José que ele não é o pai da criança. Soledade então conta a Rosalinda a armação de Vera para ficar com Fernando José,ao saber de toda a verdade ela fica dividida,entre o grande amor que sente por Fernando José e a imensa gratidão e o compromisso que assumiu com Augusto. Sabendo que a polícia os investiga Valéria e Beto planejam fugir, porém,por conta de uma carta deixada por Florentino antes de morrer os dois ficam detidos na mansão Altamirano, Verônica aproveita e desmascara Valéria, que confessa todos os seus crimes na frente de Fernando José. Cansada de mentir, Valéria conta a Aline o motivo por qual sempre a desprezou, pois ela e fruto de um estupro, é filha de Misérias. Valéria e Beto são entregados pelo empregado a polícia e são levados ao presídio, onde ambos pagam por todo o mau que fizeram.

Chega o dia do casamento de Augusto e Rosalinda, e apesar de todas as advertências de Soledade e de Verônica, de que ambos não serão felizes, pois ela não ama Augusto, Rosalinda continua determinada a se casar, Fernando José decide impedir o casamento e vai até a igreja, e fica a frente de Rosalinda, ela ainda assim aceita, porém, Augusto não, ele se nega a se casar com ela, por amor ele a deixa, e pede que ambos se casem ali, e juntamente com seu filho vai embora. Rosalinda e Fernando José então se casam e finalmente conseguem viver intensamente o seu grande amor!

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Thalía Rosalinda Perez Romero/Paloma Dorantes
Angélica María Soledade Romero/Marta Soledade Romero
Fernando Carrillo Fernando José Altamirano de Castilho
Lupita Ferrer Valéria Altamirano de Castilho
Nora Salinas Vera Perez Romero
Víctor Noriega Alex Dorantes
Laura Zapata Verônica Altamirano de Castilho
Manuel Saval Alfredo Altamirano de Castilho
Adriana Fonseca Lúcia de Fátima Perez Romero/Lúcia Perez de Rivera
Alvaro Oliveira Dr. Adrian
Alejandro Ávila Gerardo Navarrete
Anastasia Alzira Ordonhes
René Muñoz Florentino
Ana María Aguirre Enriqueta Navarrete
César Castro Ismael
Eduardo Liñán Demétrio Morales
Eduardo Luna Aníbal Eduardo Rivera Pacheco
Elvira Monsell Bertha
Emiliano Lizárraga Ramiro
Esther Rinaldi Aline Quinhones
Tina Romero Dolores Perez Romero
Eugenio Bartilotti Éder
Guillermo García Cantú José Fernando Altamirano de Castilho
Ivonne Montero Celina Barreto
Javier Ruán Rui
Susana González Luz Elena
Jorge de Silva Roberto Perez Romero (Beto)
Jorge Pascual Rubio Cosme
Liza Willert Georgina
Lupita Ferrer Carolina
Luz María Zetina Luciana Zetina
María Teresa Natália
Meche Barba Augusta
Miguel Ángel Rodríguez Xavier Perez
Ninón Sevilla Assunção
Paty Díaz Clara Martins
Queta Lavat Úrsula Valdez
Raúl "Chóforo" Padilla Bonifácio
Renata Flores Zaira Barreto
Ricky Mergold David
Roberto "Flaco" Guzmán Francisco Quinhones "Misérias"
Sara Luz Betty
Sara Montes Sandra Pacheco
Teo Tapia Rodrigo

Participações especiais

  • Aída Cuevas: Aída Cuevas
  • Irma Torres: Enfermeira Julieta
  • Yessica Salazar: Pamela Beltrão
  • Juan José Origel: Professor Ramos
  • Julio de Villa: Júlio da Vila
  • Mari Carmen Vela: Irmã Emília
  • Sabine Moussier: Cristina
  • Sergio Reynoso: Augusto Morales
  • Yessica Salazar: Pâmela Itamonte

Exibição[editar | editar código-fonte]

No México[editar | editar código-fonte]

A trama era exibida de segunda à sexta no horário nobre. Foi reprisada pela TLNovelas entre 4 de julho e 21 de outubro de 2011, substituindo Tú y yo e sendo substituida por Rosa salvaje. [1]

Foi reprisada pelo seu canal original entre 10 de fevereiro e 21 de março de 2014, no horário da tarde.[2]

No Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil foi exibida no SBT na extinta sessão Tarde de Amor entre 23 de julho e 13 de novembro de 2001, em 82 capítulos, substituindo Amigos para sempre e antecedendo A alma não tem cor.[3]

Foi reapresentada em versão compacta no SBT entre 18 de maio e 16 de agosto de 2004, em 65 capítulos[4].

Foi reprisada pela segunda vez pelo SBT entre 18 de fevereiro a 11 de junho de 2013, em 81 capítulos na faixa Novelas da Tarde, substituindo Gotinha de amor e antecedendo Marimar.[5]

Audiência[editar | editar código-fonte]

No México[editar | editar código-fonte]

Em sua exibição original, a trama teve audiência de 25,8 pontos, considerada um fracasso já que sua antecessora teve média de 34 pontos.

No Brasil[editar | editar código-fonte]

Em sua primeira exibição (2001) teve média de 11 pontos considera um grande sucesso, assim como em sua primeira reprise (2004) que obteve 8 pontos.

Em sua última exibição de 2013, foi reprisada pelo SBT na faixa de novelas da tarde, O primeiro capítulo marcou 4 pontos. [6] A trama no começo obteve resultados insatisfatórios para o horário, chegando a ter 3 pontos no decorrer e se estabelecendo na terceira colocação na Grande São Paulo.[7] [8] No decorrer, cresceu um pouco e se manteve com 5 pontos de média e garantindo a vice-liderança algumas vezes. [9] [10] Seu último capítulo concluiu 6 pontos de média e foi vice-líder isolado. [11] Um dos fatores da baixa audiência no início foi devido a reprise fracassada de Jamais te Esquecerei que diminuiu a audiência do horário vespertino do SBT.

Essa reprise teve média geral de 4,48 [04] pontos, considerado um índice médio, menor que sua antecessora Gotita de amor que teve 4,72 [05] pontos e sua sucessora Marimar que teve 5,26 [05] pontos.

Produção[editar | editar código-fonte]

Rosalinda foi a novela mais esperada do ano de 1999, no México. Thalia, que estava afastada das telenovelas, até por ter recusado o papel em “A Usurpadora”, já que alegou estar ocupada na época. Porém, a novela não foi bem aceita pelo público e deixou muito a desejar, embora tenha tido seus méritos.[12]

A personagem Valéria, que era esperada como a típica sogra malvada, ficou meio artificial e não convenceu. Não foi uma boa vilã como se esperava, pois a atriz estava muito morna e cômica em seu personagem. Para resolver a situação, tiveram que mexer na história e destinar a personagem para outro rumo para que a trama ficasse mais interessante: fazer parte do enredo de Beto e Aline. [13]

Inicialmente a trama teria 120 capítulos, mas devido aos problemas, terminou com apenas 80. O adiantamento consistiu em apressar a revelação da identidade de Solidade Romero. Mais tarde trouxe Laura Zapata à trama, onde interpretou a verdadeira mãe de Fernando José. [14]

O ator Fernando Carrillo causou mal estar nos bastidores, pois costumava chegar atrasado nas gravações. Cogitou-se dispensá-lo da trama e em seu lugar colocar o ator Juan Soler. Porém nada disso aconteceu. [15]

No dia do último capítulo da novela houve um contratempo, pois houve uma falha de transmissão e o último capítulo teve de ser regravado no mesmo dia de exibição e e editado durante sua própria exibição.[16]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Premios TVyNovelas 2000[editar | editar código-fonte]

Categoria Nomeado Resultado
Telenovela Delia Fiallo indicado
Melhor Atriz Thalia indicado
Melhor ator Fernado carrillo indicado
Melhor vilã Lupita Ferrer style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado
Melhor primeira atriz Angélica María style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado
Melhor primeiro Ator Roberto "Flaco" Guzmán style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado
Melhor Ator coadjuvante Manuel Saval style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado
Melhor Atriz juvenil Ivonne Montero style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado
Melhor revelação masculina Jorge de Silva style="text-align:center;background: #ffdddd;vertical-align: middle;" class="table-no2"| Indicado

Referências

  1. «Rosalinda, telenovela substituta de Tu y yo en canal tlnovelas». De Telenovelas. 13 de maio de 2011. Consultado em 12 de dezembro de 2015. 
  2. «Retransmisión de Rosalinda». Tv y Espectáculos. 11 de fevereiro de 2014. Consultado em 30 de novembro de 2015. 
  3. «SBT estréia última trama de Thalía». Babado IG. 11 de julho de 2001. Consultado em 16 de maio de 2015. 
  4. «Nova grade com velhas atrações estréia terça-feira». Diário do Nordeste. 15 de maio de 2004. Consultado em 19 de setembro de 2015. 
  5. «Protagonizada por Thalía, "Rosalinda" será reprisada pelo SBT». Na Telinha. 23 de janeiro de 2013. Consultado em 7 de setembro de 2015. 
  6. «Estreia de “Rosalinda” não altera a audiência do SBT». otvfoco.com.br. https://plus.google.com/101709007810700552826. Consultado em 2016-01-14.  Ligação externa em |publicado= (Ajuda)
  7. «Novela "Rosalinda" registra baixa audiência nas tardes do SBT». Na Telinha. 21 de fevereiro de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  8. «“Rosalinda” fica em terceiro lugar de audiência nesta quinta-feira (28)». otvfoco.com.br. https://plus.google.com/101709007810700552826. Consultado em 2016-01-14.  Ligação externa em |publicado= (Ajuda)
  9. «"Rosalinda" conquista a vice-liderança isolada para o SBT - Televisa Brasil». www.televisabr.com. Consultado em 2016-01-14. 
  10. «Com audiência alta, novelas “Rosalinda”, “Cuidado com o Anjo” e “Rubi” serão mantidas no “Feriadão SBT”». Parabólica. Consultado em 2016-01-14. 
  11. «SBT garante a vice-liderança com o último capítulo da novela “Rosalinda” – Audiência e TV + Celebridades!». www.audienciaetv.com.br. Consultado em 2016-01-14. 
  12. «O fracasso de “Rosalinda” no México». TV Foco. 9 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  13. «O fracasso de “Rosalinda” no México». TV Foco. 9 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  14. «O fracasso de “Rosalinda” no México». TV Foco. 9 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  15. «O fracasso de “Rosalinda” no México». TV Foco. 9 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015. 
  16. «O fracasso de “Rosalinda” no México». TV Foco. 9 de março de 2013. Consultado em 19 de junho de 2015.