Thalía (álbum de 2002)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thalía
Álbum de estúdio de Thalía
Lançamento 20 de junho de 2002
Gênero(s) Pop latino
Idioma(s) inglês, espanhol
Gravadora(s) EMI
Produção Estéfano, Davy Deluge
Cronologia de Thalía
Thalía con banda - grandes éxitos (2001)
Thalía's Hits Remixed (2003)
Singles de Thalía
  1. "Tú Y Yo"
  2. "No Me Eneñaste"
  3. "A Quién Le Importa?"
  4. "Dance, Dance (The Mexican)"
  5. "En la Fiesta Mando Yo (Rádios)"
  6. "Y Seguir (Rádios)"

Thalía é o sétimo álbum de estúdio da cantora mexicana Thalía. Foi gravado em 2001, ao término dos trabalhos com Arrasando. Os produtores do álbum foram Cory Rooney, Emilio Etefan, Steve Morales, Julio C. Reyes e Estéfano. Thalía ficou como produtora executiva do disco.

O álbum marcou o retorno de Thalía às suas origens como solista, já que se caracterizava por recriar os gêneros musicais pop, rock e eletropop da década de 1980. Entre as músicas que tiveram essa influência se encontram as adaptações de "A Quién Le Importa?" e "You Spin Me 'Round (Like a Record)", de Alaska y Dinarama e Dead Or Alive, respetivamente. 4 das 13 músicas do álbum foram lançados como singles entre 2002 e 2003: "Tú y Yo", "No Me Enseñaste", "A Quién Le Importa?" e "Dance Dance (The Mexican)", que alcançaram os primeiros lugares das paradas musicais em vários países, assim como na Billboard, nos Estados Unidos. 3 músicas foram gravadas em inglês. Para divulgar o álbum, Thalía se apresentou em diferentes meios e festivais na América e Europa.

O álbum recebeu, no geral, críticas positivas. A Recording Industry Asocciation Of America (RIAA) o certificou com 2 discos de platina, com comercializadas 200 mil cópias. Ainda recebeu vários discos de ouro e platino em outros países da América e da Europa, e recebeu vários prêmios e nominações, dos quais se destacam o internacional Dance Music Awards de Winter Music Conference, e uma nominação nos Grammy Latino, Billboard e Premios Lo Nuestro, entre outros.

Antecedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2002, o Diario Los Andes publicou uma nota dizendo que Thalía estava imersa em uma produção milionária que seria lançada em meados daquele ano. Joe Bonilla, porta-voz da EMI Music disse: "Haverá algumas surpresas. Os produtores estão cuidando até o último detalhe para que o álbum saia à perfeição. É óbvio que Tommy a orienta em alguns aspetos, mas Thalía tem muita experiência no seu trabalho". O material gerou muitas expetativas antes do lançamento "não só devido a que ela vende de forma consistente" disse a editora da Billboard, Leila Cobo, também "pois este será seu primeiro álbum desde que se casou com o presidente e diretor executivo da Sony Music, Tommy Mottola, e isso só faz dirigir uma maior atenção pública ao projeto".

Contou com a ajuda dos produtores e compositores Corey Rooney, Emilio Estefan, Estéfano, Steve Morales e Julio C. Reyes. Sobre sua colaboração com Estéfano, Thalía disse: "Foi algo diferente, nós nos conhecemos em alguma premiação, creio que nos Grammys Latinos e pensamos na possibilidade de trabalhar juntos algum dia". Continuou falando e declarou que "em poucos meses, ele já havia me enviado 2 músicas das quais me apaixonei apenas em lê-las" e ao passar dos dias lhe mandou outras melhores. Por outra parte, a intérprete, em uma entrevista ao Diario Clarín, em 30 de março de 2002, confirmou que estava para lançar um disco pop que incluiria 3 músicas em inglês. Confessou que "o recurso sugere o começo de uma nova etapa de expansão que se encontra muito produtiva, em plena evolução e com vontade de se divertir". Depois, diferentes meios de comunicação do resto da América Latina como o jornal La Prensa do Panamá informaram que Thalía publicaria seu álbum em maio de 2002, que o tema "Tú y Yo" seria lançado como primeiro single do álbum, e que o álbum viria com 3 músicas em inglês, com o "objetivo de penetrar no mercado desse idioma".

Thalía se apresentou em 20 de maio de 2002 - um dia antes do lançamento internacional - no México para uma coletiva de imprensa, a fim de dar detalhes do álbum. No mesmo dia, circulou uma entrevista com Leila Cobo em que Thalía comentou que "foi um processo relaxado e sem preocupações [...]. Foi um maravilhoso encontro pessoal, onde eu só havia que deixar fluir as coisas e tomá-las como vieram, sem tanta rigidez e sem espalhafato". Finalmente, o álbum foi gravado nos estúdios Sterling Sound de Nova York, e tomou cerca de 9 meses para gravar e reunir todos os elementos.

Título[editar | editar código-fonte]

Como já sabemos, o álbum é autointiltulado. Quando foi lançado, gerou um pouco de polêmica pelo fato das pessoas confundirem ele com o autointitulado de 1990, porém Thalía explicou que este novo álbum é como se fosse a parte/volume 2 do álbum de 1990. A cantora também disse que o novo disco recebeu seu próprio nome pelo fato dele representá-la através das músicas.

Músicas[editar | editar código-fonte]

  1. "Tú y Yo"
  2. "Así es el Destino"
  3. "En la Fiesta Mando Yo"
  4. "No Me Enseñaste"
  5. "Y Seguir"
  6. "A quién le Importa?"
  7. "Vueltas en el aire"
  8. "Heridas en el Alma"
  9. "La Loca"
  10. "Dance, Dance (The Mexican)
  11. "Closer to You"
  12. "You Spin Me Round"

Singles[editar | editar código-fonte]

  1. Tú Y Yo foi escolhido para ser lançado como primeiro single do álbum. Foi um grande sucesso. Foi o segundo single de Thalía a alcançar o topo da Billboard Latin Songs. O primeiro foi Entre El Mar Y Una Estrella. O videoclipe foi lançado lopo após seu lançamento, e ajudou bastante na divulgação da canção.
  2. No Me Enseñaste canção gravada em 2001, é um dos grandes sucessos da cantora. Thalía fez apresentações ao vivo várias vezes com a canção, e em 2004 Thalía performou várias vezes a canção durante sua primeira turnê mundial, High Voltage Tour. Alcançou o topo da Billboard Latin Songs, e #2 na Billboard Latin Pop Songs.
  3. A Quién Le Importa? Foi escolhido para ser o terceiro single do álbum. O videoclipe da música mostra Thalía curtindo em uma boate com um cenário totalmente preto e branco. A Quién Le Importa? também fez bastante sucesso, alcançou o número #1 da parada mexicana, ficou na posição #9 da Billboard Latin Songs, na posição #5 da Billboard Latin Pop Songs e número #3 na Billboard Brasil Hot 100.
  4. Dance, Dance (The Mexican) foi escolhido para ser o quarto e último single do álbum. Entrou na parada Billboard Dance Club Songs, alcançando a posição #6.

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Chart (2002) Peak
position
Flag of Spain.svg Espanha (Productores de Música de España)[1] 22
 Estados Unidos Billboard 200[2] 126
 Estados Unidos (Billboard Latin Pop Albums)[3] 1
 Estados Unidos Top Heatseekers Albums[4] 4
 Estados Unidos (Billboard Top Latin Albums)[5] 1
 Grécia (IFPI Grécia Álbuns Internacionais)[6] 1
 México (AMPROFON)[7] 1
 República Checa (IFPI Česká Republika)[8] 9
Suíça (Schweizer Hitparade)[9] 30

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Organização Certificação Vendas
 México AMPROFON Ouro[10] 75,000
 Estados Unidos RIAA 2× Platina[11] 200,000
Flag of Puerto Rico.svg Porto Rico Ouro[12] 10,000
Flag of Spain.svg Espanha PROMUSICAE Ouro[13] 50,000

Referências

  1. Salaverri, Fernando (Setembro de 2005). Sólo éxitos: año a año, 1959–2002 1st ed. Spain: Fundación Autor-SGAE. ISBN 84-8048-639-2 
  2. «Top 200 Albums | June 8, 2002». Billboard. Consultado em 22 de fevereiro de 2016 
  3. Thalia Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Latin Pop Albums para Thalia. Prometheus Global Media. Consultado em 12 de junho de 2016.
  4. Nielsen Business Media, Inc (8 de junho de 2002). «Billboard Heatseekers». Billboard. 114 (23): 73. Consultado em 23 de fevereiro de 2016 
  5. Thalia Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top Latin Albums para Thalia. Prometheus Global Media. Consultado em 12 de junho de 2016.
  6. «Greek Charts (Από 08/07/2002 έως 14/07/2002)». MAD TV (Grécia)]]. Consultado em 2 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 28 de dezembro de 2007 
  7. «Thalía en primer lugar de ventas» (em espanhol). Terra Networks. 9 de abril de 2007. Consultado em 23 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 13 de abril de 2013 
  8. «Oficiální česká hitparáda IFPI ČR - 28. týden 2002». Ifpicr.cz. 15 de julho de 2002. Consultado em 24 de fevereiro de 2016. Cópia arquivada em 24 de fevereiro de 2016 
  9. «hitparade.ch - Thalia - Thalia». Swiss Music Charts. Consultado em 23 de fevereiro de 2016. Arquivado do original em 15 de setembro de 2003 
  10. Katy Díaz. «Recibe Thalía disco de oro». Terra (em espanhol). Terra Networks. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 23 de fevereiro de 2016 
  11. Certificados de Thalía na RIAA Riaa.com. Consultado em 23 de setembro de 2017.
  12. «La reciben con platino» (em Spanish). Terra Networks. 9 de abril de 2002. Consultado em 13 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 13 de abril de 2013 
  13. «Solo Exitos 1959–2002 Ano A Ano: Certificados 2000–2002». Solo Exitos 1959–2002 Ano A Ano 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Thalía é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.