El vuelo del águila

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
El vuelo del águila
O Voo da Águia (BR)
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Enrique Krauze
Fausto Zerón Medina
País de origem México
Idioma original espanhol
Produção
Diretor(es) Jorge Fons
Gonzalo Martínez Ortega
Produtor(es) Ernesto Alonso
Carlos Sotomayor
Elenco Jacqueline Andere
Manuel Ojeda
Patricia Reyes Spíndola
Aaron Hernan
Humberto Zurita
Eugenio Cobo
Mariana Levy
Ernesto Gómez Cruz
Diana Bracho
ver mais
Tema de abertura "Don Porfirio", por Daniel Catán.
Exibição
Emissora original Canal de las Estrellas
Transmissão original 4 de julho de 1994 - 20 de janeiro de 1995
Episódios 140

El vuelo del águila (lit. O voo da águia) é uma telenovela mexicana produzida por Ernesto Alonso e Carlos Sotomayor para a Televisa e exibida entre 4 de julho de 1994 e 20 de janeiro de 1995, substituindo Dos mujeres, un camino e sendo substituída por Alondra.

Foi protagonizada por Manuel Ojeda e Jacqueline Andere.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Um herói militar chamado Porfirio Díaz Mori nasceu em Oaxaca após 9 anos após a consumação da Independência. Ele também foi um dos mais importantes estrategistas por trás da derrubada do Segundo Império Mexicano. Díaz tentou várias vezes chegar ao poder por meio de golpes militares, até que uma última revolução em 1876 o levou à Presidência da República. Excetuando por um breve período (1880-1884), impulsionou a Indústria, Ferrovia, Telégrafo e Têxtil, Porfirio Díaz governou até 1911, quando da tomada do poder por Francisco I. Madero o forçou a renunciar e ir para o exílio. Diaz viveu o suficiente para ver sua revolução se desfazer e todos os lucros obtidos destruídos por seu longo mandato no poder.

Depois de dominar a política nacional por quase trinta e cinco anos, Porfirio Díaz é forçado a renunciar à presidência e vai para a Europa com sua família. França, Alemanha, Espanha e Suíça o recebem com grande consideração. Viaja pelo Egito e Itália enquanto o México é convulsionado pelos terríveis e violentos eventos da Dezena Trágica. O presidente Madero é assassinado e as brasas da Revolução, ainda acesas, voltam a espalhar o fogo com maior fúria.

Como um herói ou um astuto tecelão de intrigas, Porfirio Díaz aprende, luta, maquina, governa, mata, pacifica, ama, sofre, chora e se dedica ao seu trabalho sem jamais abandoná-lo, até que seu próprio povo se rebele para expulsá-lo do poder.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Prêmio TVyNovelas 1995[editar | editar código-fonte]

Categoría Persona Resultado
Melhor telenovela Ernesto Alonso Indicado
Melhor atriz principal Jacqueline Andere Venceu
Melhor ator principal Manuel Ojeda Indicado
Melhor atriz coadjuvante Patricia Reyes Spíndola Venceu
Melhor tema musical Daniel Catán Venceu

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]