Ponte de Hong Kong-Macau-Zhuhai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ponte de Hong Kong-Macau-Zhuhai
Nome oficial 港珠澳大橋
Arquitetura e construção
Início da construção 15 de dezembro de 2009
Término da construção 6 de fevereiro de 2018
Data de abertura 23 de outubro de 2018
Comprimento total 55 000 m
Tráfego Veículos privados com autorização especial.
Geografia
Cruza Delta do Rio das Pérolas
Localização Delta do Rio das Pérolas,  China, Hong Kong e Macau

A Ponte de Hong Kong-Macau-Zhuhai (em chinês: 港珠澳大橋) é a mais extensa ponte marítima do mundo.[1] Segundo especialistas,as estimativas de custos do projeto,dizem que o custo da ponte ultrapassaram mais de euros.[2] Segundo outras fontes, os custos da construção chegaram a CN¥ 126,9 mil milhões (pt) ou bilhões (pt-BR) (aproximadamente US$ 18,8 mil milhões (pt) ou bilhões (pt-BR) , 6,4 mil milhões (pt) ou bilhões (pt-BR) ou R$ 27 mil milhões (pt) ou bilhões (pt-BR) .[3]

Percurso da ponte marítima

A estrutura principal mede 29,6 quilometros enquanto que a parte secundária mede 22,6 quilometros, juntamente de um túnel subaquático de 6,7 quilometros, estando conectados a duas ilhas artificiais e fazendo a integração logística e financeira de nove cidades chinesas localizadas no delta do Rio das Pérolas ( Guangzhou, Shenzhen, Zhuhai, Foshan, Dongguan, Zhongshan, Jiangmen, Huizhou e Zhaoqing) e as duas regiões administrativas especiais do país: Hong Kong e Macau,[3] tendo assim, uma extensão total de cerca de 55 quilometros.[2]

Após nove anos de construção (o projeto começou a ser construído em dezembro de 2009 e as previsões iniciais eram de que ele estaria concluído em meados de 2016,mas devido a inúmeros atrasos durante a execução do seu projeto ele foi concluído no segundo semestre de 2018)[3]) e o primeiro carro a fazer a travessia entre as três partes foi o carro oficial do presidente da República Popular da China que atravessou a ponte entrando ao final da cerimônia de inauguração pela entrada principal da ponte em no subdistrito de Gongbei,exatamente na fronteira entre a cidade de Zhuhai e a região de Macau e terminando a sua travessia no acesso principal ao Aeroporto Internacional de Hong Kong,na ilha de Lantau.[4]

Apesar da extensão, inovação e facilidade de acessos que irá proporcionar - a ponte se tornou a principal ligação terrestre entre as duas Regiões Administrativas Chinesas e a China Continental,reduzindo o trajeto entre as 3 partes a apenas quarenta e cinco minutos, algo que até então demorava de 60 a 70 minutos por meio do serviço de balsa e chegava a ultrapassar mais de 4 horas de carro. Ao mesmo tempo que a ponte foi elogiada pela opinião pública,a execução do projeto da ponte tornou-se alvo de diversas críticas e problemas graves durante a execução da sua obra.Um total de 19 operários morreram e quase 300 ficaram feridos nas diversas fases do projeto.[5][6] Uma outra discussão envolveu parte da opinião pública das duas regiões especiais,esta era a questão de que a ponte não estaria aberta ao transporte público das três partes envolvidos (a ponte envolve três aduanas diferentes). Com isso apenas os veículos privados ou então aqueles que tiverem uma autorização tripla poderão transitar nela..[2]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma ponte é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.