Simulação da ONU

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Delegados em sessão na Jakarta MUN (JMUN), em Jacarta, Indonésia.

As simulações da ONU (também conhecido como MUN, do inglês Model United Nations, modelos de organizações internacionais ou, simplesmente, simulação) são eventos acadêmicos direcionados à alunos do Ensino fundamental, Ensino médio e Ensino superior de simulação de organismos das Nações Unidas, organizações internacionais (como a OEA, União Africana, Parlamento Europeu) ou entidades nacionais como Supremo Tribunal Federal e Câmara dos Deputados do Brasil[1][2] onde os participantes atuam como diplomatas, juízes, deputados ou jornalistas tendo como objetivo o debate e a solução da problemática proposta à cada comitê, espelhando as reais posições políticas dos países, ONGs, partidos, personalidades designadas a eles.

Conferências deste tipo ocorrem em diversos lugares, estimando-se que mais de 400.000 estudantes ao redor do mundo participem dessas atividades anualmente.[3] As simulações são uma alternativa para o aprendizado tradicional, unindo a prática com a teoria das relações internacionais (ou política internacional), ensinando práticas parlamentares,[4] oratória, debate e escrita,[5] também como pensamento crítico, liderança e cooperação, dando espaço para compreensão de situações complexas[6] e estimulando o respeito e a empatia em relação a outros povos.[7]

Pessoas notáveis já participaram destes eventos durante sua vida acadêmica, como o ator estadunidense Samuel L. Jackson, a filha do ex-presidente Bill Clinton, Chelsea Clinton[8] e o ex-Secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon.[9]

História[editar | editar código-fonte]

As simulações começaram antes mesmo da própria ONU, como simulações da extinta Sociedade das Nações, na década de 1920.[10] As duas primeiras que se tem registro são a Oxford International Assembly, que ocorreu em 13 de novembro de 1921[11] e a Havard International Assembly, em 10 de janeiro de 1923, onde foi discutida o status da Ilha de Rodes e o tráfico internacional de ópio com 15 nações sendo representadas.[12] Após a Segunda Guerra Mundial, as simulações da Sociedade das Nações se transformaram nas simulações das Nações Unidas,[13] com a primeira conferência no modelo das Nações Unidas acontecendo no Swarthmore College em abril de 1947.[14]

As conferências mais antigas que continuam em atividade hoje são: Model United Nations of the Far West (MUNFW), instituída em 1951[15] e Harvard National Model United Nations (HNMUN), de 1954,[16] em nível universitário e a Berkeley Model United Nations (BMUN), de 1952[17] e Harvard Model United Nations (HMUN), de 1953,[16] em nível secundário.

No Brasil, o conceito foi trazido por professores e estudantes de relações internacionais da Universidade de Brasília em 1997, com a criação do Clube de Simulações de Organismos Internacionais (CSOI) e, em 1998, aconteceu a primeira conferência do gênero na América Latina, o Americas Model United Nations (AMUN)[18] em Brasília.

Conceito[editar | editar código-fonte]

Uma simulação de organizações internacionais busca ter respaldo académico, sendo considerada como um laboratório de aprendizado,[19] especialmente relacionando-se com áreas como a diplomacia, ciência política, política internacional[20] e o direito. Assim como os laboratórios das ciências exatas permitem aos estudantes presenciar, praticar, e experimentar as teorias e ideias, os modelos de organizações internacionais fazem o mesmo com as ciências sociais.

Seus participantes são convidados a lidar com resolução de conflitos e negociação por meios diplomáticos, exercendo a oratória e dinâmicas de grupo,[5] entendendo o funcionamento das organizações internacionais as dinâmicas política internacional.[5] É também uma oportunidade de estabelecer redes de contatos com outros participantes de outras localidades ou países e de formações acadêmicas variadas. Em sua maioria, os organizadores são oriundos dos cursos de relações internacionais e direito, embora também participem estudantes de economia, sociologia, jornalismo e de outras formações universitárias das mais variadas.

A maior parte destas simulações representam o funcionamento das Nações Unidas e seus organismos, como o Conselho de Segurança, a Assembleia Geral, Organização Mundial da Saúde e qualquer de suas seis comissões, mas há um espaço para a representação de outras organizações internacionais, como a Organização dos Estados Americanos, União Africana, Cooperação Econômica Ásia-Pacífico, Liga Árabe ou mesmo para organizações não-governamentais ou entidades nacionais como o Parlamento do Reino Unido, Supremo Tribunal Federal.

No entanto, também existem modelos específicos para outras organizações, como o Model Organization of American States (MOAS), que é realizado anualmente em sistema trilíngue (inglês, francês e espanhol) em local rotativo, com o apoio oficial por resolução da própria OEA.

Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Votação plenária no ECOSOC do Model United Nations Baden-Württemberg. 2004, Stuttgart, Alemanha

Os estudantes se organizam e executam as conferências exercendo variados papéis, desde Secretário-geral, a diretores de comitês, assistentes, delegados (que atuam como embaixadores nas organizações internacionais), juízes, deputados e jornalistas.

Planejamento[editar | editar código-fonte]

Como em qualquer tipo de evento, o primeiro passo é o planejamento. Os estudantes organizadores irão debater quais serão os possíveis comitês de uma ou mais organizações a serem representados, e com isso escolher os temas a serem discorridos durante o modelo.

Os comitês são as arenas de debates, representando como exemplo o Conselho de Segurança, o Conselho de Tutela, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, a FAO, entre outros possíveis.

Os temas discutidos geralmente são aqueles abordados nas agendas oficiais dos fóruns internacionais sendo simulados. Como exemplos, podemos citar a questão palestina e o massacre de Darfur no Conselho de Segurança. Assim, os organizadores têm a possibilidade de aprofundar o assunto para posteriormente criar um manual a ser distribuído a todos os futuros participantes.

O segundo passo é buscar apoio institucional, desde universidades até empresas privadas. Com isso, é possível realizar convites à profissionais conceituados de áreas afins, como diplomatas e professores, para realizarem palestras no dia da abertura ou encerramento do modelo.

Com o apoio institucional encaminhado, se necessário, procura-se locais para materializar a realização do evento, e posteriormente dá-se início a divulgação para a inscrição de novos participantes nos meios acadêmicos.

Para discutir os temas abordados em cada comitê, os participantes inscritos precisam fazer uma pesquisa com relação ao posicionamento oficial dos países representados, possibilitando escrever os princípios de política externa a serem apresentados ao início das atividades. Além disto, a pesquisa precisa apreender a política interna, forma de governo e especificidades culturais, criando assim maior realismo na argumentação e justificativas do posicionamento das delegações.

Prática[editar | editar código-fonte]

Os cargos de Secretário Geral, diretores de comitês e assistentes geralmente são ocupados pelos organizadores do evento, e os demais participantes que se inscrevem, atuam como delegados de países.

Geralmente o Secretariado é dividido em "Administrativo" e "Acadêmico", sendo este responsável pela análise de projetos de comitês, recrutamento de diretores e pelo bom andamento das discussões durante as sessões dentro dos comitês; e aquele responsável por toda a parte administrativa do modelo, o que inclui patrocínios, a disponibilidade do lugar onde será realizado o evento, suporte "material" para os comitês (como cópias de documentos, água, etc).

Um bom Secretariado trabalha de forma integrada, garantindo o bom andamento e o sucesso do evento.

Assembleia Geral[editar | editar código-fonte]

Em alguns dos Modelos das Nações Unidas realiza-se a Assembleia Geral. Tanto no primeiro como último dia do encontro. É neste momento que a palestra de convidados é realizada. No último dia, os resultados obtidos em cada comitê é apresentado a todos.

Exemplo de documento de posição de delegação para um modelo de organização internacional

Delegações e comitês[editar | editar código-fonte]

As delegações criadas são habilitadas para exprimir as opiniões nos debates de países que estejam participando dos comitês reais das organizações internacionais do modelo em questão, podendo variar de tamanho, pois nem todos os países participam de todos os comitês. O Conselho de Segurança da ONU, por exemplo, possui quinze membros, sendo cinco permanentes, e os demais rotativos. Países grandes tendem a estar presentes nos debates a maioria das questões e, portanto, necessitam de delegações maiores. No modelo, alguns países dispõem de representação única, também chamada de delegação individual.

O posicionamento de cada país é entregue à mesa diretora dos comitês, e então escolhe-se qual será o primeiro tema a ser abordado. Neste momento, para defender seus objetivos os delegados formulam discursos, muitas vezes de improviso, sempre de acordo com os procedimentos parlamentares. Para isso, é necessária a prática do diálogo, da tomada de decisões em conjunto e o pensamento estratégico. A defesa de ideais diferentes em questões de política e externa, além da adoção de outras normas culturais para a argumentação, se transforma em uma oportunidade de compreender a visão de mundo do outro.

Ao final, os delegados se juntam para produzir uma resolução que atenda os padrões das Nações Unidas ou da organização em questão. Com a resolução acabada, ela é levada à votação no plenário competente, podendo ser aprovada ou não. Algumas vezes a resolução é aprovada no primeiro dia, mas muitas vezes o debate termina apenas no começo do segundo dia do encontro.

Simulações no Brasil[editar | editar código-fonte]

Simulações Abertas[editar | editar código-fonte]

Nome Abreviação Nível Região Cidade Observações
DiploMUN Online DiploMUN Fundamental, Médio e Superior Nordeste (Online) Salvador, Bahia (Online) Realizada pelo Instituto Diplomun, a DiploMUN é a maior simulação da ONU da América Latina. O evento acontece anualmente e seus detalhes são disponibilizados no Instagram oficial da instituição (@institutodiplomun).
Americas Model United Nations AMUN Superior Centro-Oeste Brasília, Distrito Federal Primeira conferência a ser criada na América Latina
Goiás Model United Nations[21] GOMUN Superior Centro-Oeste Goiânia, Goiás É um Modelo United Nations organizado pelo projeto de extensão Centro de Pesquisa e Simulação Olga Benario, de iniciativa de estudantes do curso de Relações Internacionais da Universidade Federal de Goiás. O evento ocorre anualmente em Goiânia, porém, devido à pandemia, adaptou-se a modalidade remota.
Belas Artes Model United Nations BAMUN Médio e Superior Sudeste São Paulo, São Paulo
ONUSEB Brasília ONUSEB Fundamental e Médio Centro-Oeste Brasília, Distrito Federal Aberta desde 2018
Modelo das Nações Unidas do Colégio Militar de Curitiba MundoCMC Médio e Superior Sul Curitiba, Paraná
Modelo Intercolegial da Organização das Nações Unidas MINIONU Médio Sudeste Belo Horizonte e Poços de Caldas, Minas Gerais
Simulação das Nações Unidas para Secundaristas SiNUS[22] Médio Centro-Oeste Brasília, Distrito Federal Criado em 2002. Um dos maiores eventos de simulação do Brasil. Primeiro MUN de Universidade Pública para secundaristas.
ÁBACOONU ÁBACOONU Médio Sudeste São Bernardo do Campo, São Paulo Primeira simulação de organismos internacionais realizada no ABC Paulista.
United Nations Instituto Federal UNIF Médio e Superior Sudeste Ouro Branco, Minas Gerais
CM-MUNDI CM-MUNDI Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
IBMR Model United Nations IBMR MUN Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Simulação de Relações Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro SIUR Médio e Superior Sudeste Seropédica, Rio de Janeiro
United Nations Model of São Paulo UNSP Superior Sudeste Franca, São Paulo Primeiro modelo de simulação em nível universitário do estado de São Paulo
UFRGS Model United Nations UFRGSMUN Superior Sul Porto Alegre, Rio Grande do Sul Entre as primeiras conferências da região sul.
TEMAS - Simulações Temáticas TEMAS Superior Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais Todo ano possui uma temática central a qual todos os comitês estão relacionados
Simulação Inter Mundi UNISIM Médio e Superior Nordeste Natal, Rio Grande do Norte
Simulação de Relações Internacionais do Colégio Nacional SIMUNA Médio Sudeste Uberlândia, Minas Gerais
Diplomata Jr. Diplomata Jr. Médio Sudeste Franca, São Paulo Realizado com alunos de escolas públicas
FACAMP Model United Nations FAMUN Médio e Superior Sudeste Campinas, São Paulo
Farias Brito Model United Nations FBMUN Médio Nordeste Fortaleza, Ceará
Fórum FAAP de Discussão Estudantil Fórum FAAP Médio Sudeste São Paulo, São Paulo
Fórum de Relações Internacionais Juvenil FRINJ Médio Sudeste Nova Iguaçu, Rio de Janeiro
GEO Fóruns Fóruns Médio Sudeste Marília, São Paulo
Global Classrooms Global Classrooms Médio Sudeste São Paulo, São Paulo Primeiro modelo brasileiro apenas para alunos de Ensino Médio de escolas públicas.
Modelo Diplomático da Escola Parque MODEP Fundamental, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Ocorre anualmente na Escola Parque, Unidade Gávea.
Modelo Intercolegial de Relações Internacionais MIRIN Médio Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Modelo Diplomático do CEFET/RJ Celso Suckow da Fonseca MODOW Médio Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Primeiro modelo diplomático do Rio de Janeiro totalmente voltado a estudantes de escolas públicas
Modelo da Organização das Nações Unidas MONU Superior Sudeste São Paulo, São Paulo Realizou sua última edição em 2007 na PUC-SP. É sucedido pelo Projeto Cenários.
Modelo da Organização das Nações Unidas para o Ensino Médio MONU-EM Médio Sudeste São Paulo, São Paulo Realizado desde 2001 pelo Colégio Bandeirantes, primeira escola brasileira de nível médio a implantar o Modelo da ONU como projeto co-corricular à grade formal dos alunos. Está presente nas escolas públicas com o nome "MONUEM ERESP".
Modelo da Organização das Nações Unidas para o Ensino Médio - Escritório de Representação do MRE em São Paulo MONUEM ERESP Médio Sudeste São Paulo, São Paulo Modelo implantado em 2018 pelo Ministério das Relações Exteriores (ERESP) em escolas públicas municipais e estaduais em São Paulo. Segue a mesma estrutura do MONU-EM fornecida pelo Colégio Bandeirantes, e é administrado pelo ERESP em parceria com o Instituto Global Attitude.
MUNDI MUNDI Superior Nordeste João Pessoa, Paraíba
Núcleo de Simulação de Negociações Internacionais NUCSI - UCB Superior Centro-Oeste Brasília, Distrito Federal
Nações Unidas Modelo do Estado de São Paulo NUMESP Superior Sudeste Araras, São Paulo
ONU Jr. ONU Jr. Médio Sudeste Niterói, Rio de Janeiro
SANTA MUNDI SANTA MUNDI Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Simulação Acadêmica de Organizações Internacionais SAOI Médio e Superior Sudeste Sorocaba, São Paulo
Simulação Diplomática Intercolegial de Niterói SiDIN Médio Sudeste Niterói, Rio de Janeiro
SimEFG SimEFG Médio e Superior Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Simulação Interna do Sagrado SIS Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais Teve sua primeira edição aberta em 2018. Inspirado pela SIRIS, no Rio de Janeiro.
Simulação das Nações Unidas SIMUN Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Última edição do modelo foi em 2016.
Simulado das Nações Unidas SINU Superior Nordeste Salvador, Bahia
São Paulo Model United Nations SPMUN Médio Sudeste São Paulo, São Paulo
Modelo das Nações Unidas do Colégio Militar de Brasília MundoCM Médio Centro-Oeste Brasília, Distrito Federal Estudantes de todo o Sistema Colégio Militar do Brasil podem participar

Simulação para o

Simulação para o Ensino Médio SiEM (São Paulo) Médio Sudeste São Paulo, São Paulo Primeira simulação para secundaristas exclusivamente com comitês históricos
Simulação da Organização das Nações Unidas SiONU Médio Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Simulação de Organizações Internacionais SOI Superior Nordeste Natal, Rio Grande do Norte Primeiro modelo do Norte-Nordeste
Simulação da Organização das Nações Unidas SONU Superior Nordeste Fortaleza, Ceará
Loyola MUN LoyolaMUN Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Modelo das Nações Unidas do Colégio Militar de Porto Alegre MundoCMPA Médio Sul Porto Alegre, Rio Grande do Sul Primeiro Modelo das Nações Unidas voltado a estudantes do Ensino Médio do Rio Grande do Sul
SiEM SiEM (Santa Catarina) Médio Sul Florianópolis, Santa Catarina
Modelo de Simulação de Organizações Internacionais do Laboratório de Relações Internacionais/Faculdade Anglo-Americano de Foz do Iguaçu SIMULARI Superior Sul Foz do Iguaçu, Paraná
Colégio Magnum Agostiniano SIMA Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Universidade Federal de Santa Catarina Model United Nations UFSCMUN Superior Sul Florianópolis, Santa Catarina
Simulação de Justiça e Diplomacia SIJUDI Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Modelo de Comitês Simulados do CEFET-MG MOCS Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Beta Mundi BetaMundi Nono ano e Médio Sul Porto Alegre,

Rio Grande do Sul

O Modelo das Nações Unidas do Colégio Leonardo da Vinci Beta ocorre anualmente desde 2018.
Modelo Diplomático Independente MDI Nono ano, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro O modelo ocorre anualmente na sede da Cultura Inglesa de Botafogo - Rio de Janeiro
BarMUN BarMUN Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Modelo oficial da Fundação Baixo Botafogo
Simulação Intercolegial de Relações Internacionais do Sagrado SIRIS Nono Ano, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Modelo Intercolegial organizado por alunos e antigos alunos do Colégio Sagrado Coração de Maria- RJ
Modelo Integrado do Colégio Cruzeiro MICC Nono Ano, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Ocorre anualmente no Colégio Cruzeiro, Unidade Centro.
Modelo Interno Beneditino MIB Nono Ano, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Apesar do nome, é o modelo aberto que ocorre anualmente no Colégio de São Bento, no Centro. Mulheres são permitidas a participar.
Colégio Estadual André Maurois na Alta Política CEAMAP Nono ano, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Primeira Simulação organizada em colégio público estadual no Rio de Janeiro. Prestigiada em 2019 com o Prêmio Paulo Freire de Educação.
Simulação Interna das Nações Unidas Marista SINUM Nono ano e Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais Simulação que ocorre internamente no Colégio desde 2013, e que em 2019 realizou sua primeira edição aberta a outras instituições.
Simulação Cenários- SP Cenários ensino médio e ensino superior Sudeste São Paulo, São Paulo Simulação realizada pelo curso de Relações Internacionais da PUC-SP
Modelo das Nações Unidas do Colégio Militar de Salvador MUNdoCMS Ensino fundamental e médio Nordeste Salvador, Bahia Primeira simulação da Bahia
Mini SoteroMUN MiniMUN Ensino fundamental e médio Nordeste Salvador, Bahia Primeira simulação de Salvador tendo público-alvo alunos do Ensino Fundamental
Social Mun Online SCMUN Ensino fundamental, médio e superior Nordeste São Luis, Maranhão Uma simulação online da ONU que visa mudar os seus conceitos de diplomacia. Foi criada em 2021 e tem como sua maior fonte de comunicação o instagram, onde está registrada como @socialmun.
Simulação Carmel Academy CarmelMun Ensino fundamental, médio e superior Nordeste Barra de Santa Rosa, Paraíba O projeto Carmel (fundado em 2021) não é focado somente em simulações seu objetivo é abrir portas para oportunidades acadêmicas, desta forma fazendo simulações criativas com temas diferentes e dinâmicas também, para que seu publico possa aprimorar pontos importantes como oratória e diplomacia.

O projeto produz diferentes tipos de eventos e simulações estão inclusas, o Instagram onde se encontra mais informações do projeto é @carmel_academy.

SINUCA - Simulado Interdisciplinar das Nações Unidas do IFC - Campus Araquari IFC Ensino médio técnico Sul Araquari, Santa Catarina Atividade Integradora prevista nos PPCs dos cursos técnicos, começou em 2018 com o objetivo de trabalhar de forma lúdica e interdisciplinar conteúdos referentes à geopolítica mundial.[23] São escolhidos temas centrais de discussão e possuem diversas atividades que envolvem Geografia e outras áreas do conhecimento. Além do debate, outras situações como propostas de intervenção e análise de discurso também são usadas no simulado.[24] Há a interação nas redes sociais com a #ONUIFC com o intuito de proporcionar um ambiente mais próximo da realidade.
Simulação das Nações Unidas Online - Rotaract Mauá SIMULAON Ensino Médio e Superior Sudeste São Paulo - SP Simulação realizada pelo Rotaract, programa parceiro dos Rotary Club's, que tem cadeira definitiva na ONU.

Simulação híbrida, que pode ser realizada presencialmente ou virtualmente.

Simulações Internas[editar | editar código-fonte]

Acrescentar:
Nome Abreviação Nível Região Cidade Observações
Integral Model United Nations IntegralMUN Fundamental / Médio Nordeste Salvador, Bahia Modelo de simulação da ONU realizado pelo Colégio Integral desde 2015. É organizado por alunos do ensino médio, tendo 2 edições: a primeira ocorrendo em Julho, com apenas estudantes internos, e a segunda, em Novembro, contendo, além dos alunos do Colégio Integral, algumas outras instituições convidadas.
Simulação das Nações Unidas do Centro Universitário Moura Lacerda Simulação das Nações Unidas Superior Sudeste Ribeirão Preto, São Paulo
PoliONU PoliONU Médio Sudeste São José dos Campos, São Paulo
Band Fórum Band Fórum Médio Sudeste São Paulo, São Paulo Modelo promovido anualmente no Colégio Bandeirantes desde 2011. É organizado por alunos de ensino médio da própria escola, com participação gratuita e aberta a outros colégios.
Simulação das Nações Unidas do Centro de Estudos e Simulações da UCG SiNUCES Superior Centro-Oeste Goiânia, Goiás
Simulação da Organização das Nações Unidas do Colégio São José SJONU Médio Sudeste Santos, São Paulo Primeiro modelo de uma simulação da ONU na Baixada Santista
Programa Chanceler - SRI (Simulação de Relações Internacionais) PROGRAMA CHANCELER Médio Norte Manaus, Amazonas Primeiro Modelo Interno Estudantil de Simulação de Relações Internacionais para o Ensino Médio do Estado do Amazonas
Derville Allegretti Model United Nations DAMUN Médio Sudeste São Paulo, São Paulo
Simulação das Nações Unidas do Colégio Anchieta SiNUCA Fundamental e Médio Sudeste Nova Friburgo, Rio de Janeiro
Simulação das Nações Unidas do Colégio Salesiano São Gonçalo SIMULAONU Fundamental e Médio Centro-Oeste Cuiabá, Mato Grosso Primeira simulação da ONU do Estado de Mato Grosso.
Modelo Interno de Simulação do Gracinha MISG-ONU Médio Sudeste São Paulo, São Paulo
Simulação organizada pelo CACEN (Conselho de Alunos do Centro Educacional de Niterói) SIMULACEN Fundamental e Médio Sudeste Niterói, Rio de Janeiro
Modelo das Nações Unidas da Universidade Ibero-Americana MUNIBERO Superior Sudeste São Paulo, São Paulo
Modelo de simulação das Nações Unidas do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais IFMundo Médio Sudeste Minas Gerais
Simulação Interna Agostiniana SIA Fundamental e Médio Sudeste Belo Horizonte, Minas Gerais
Simulação da Organização das Nações Unidas do Colégio e Vestibular de A a Z SIMUL_A_Z Médio Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Simulação Luiz Queiroz SILQ Médio Sudeste Piracicaba, São Paulo
Simulações Anglo SiAn Médio Sudeste São José dos Campos, São Paulo
Jogo Cenecista das Nações Unidas Jogo Médio Sudeste Pouso Alegre, Minas Gerais
Núcleo de Simulações de Organismos Multilaterais NUSOM Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
ONU Colegial ONU Colegial Fundamental e Médio Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro



Simulação Interna do Colégio Diocesano nos moldes da ONU


DiONU Fundamental e Médio Nordeste Teresina, Piauí
Modelo Diplomático Agostiniano MDA Nono, Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Modelo institucional do Colégio Santo Agostinho - Unidade Lebon
Modelo Interno de Diplomacia do Colégio Pedro II MID CPII Médio e Superior Sudeste Rio de Janeiro, Rio de Janeiro Modelo interno do Colégio Pedro II, ocorrendo tradicionalmente na unidade do Bairro de São Cristóvão, por um preço inclusivo.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «O que é Politeia». Projeto Politeia. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  2. CARVALHO, Esther (2017). Educando no século XXI. [S.l.]: CLA. 62 páginas 
  3. «About Model UN | outreach.un.org.mun». outreach.un.org. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  4. Martins, Alex Lara; Costa, Alfredo; Palhares, Leonardo Machado (10 de dezembro de 2018). «Cidadania global e direitos humanos: efeitos educacionais do desenvolvimento de simulação da ONU no Vale do Jequitinhonha». Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD. 7 (14). 12 páginas. ISSN 2316-8323. doi:10.30612/rmufgd.v7i14.9105 
  5. a b c Karns, Margaret Padelford (1980). Teaching International Organization through Model U.N.'s (em inglês). Los Angeles, Califórnia: [s.n.] pp. 3–9. Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  6. Boardman, Robert (junho de 1969). «THE THEORY AND PRACTICE OF EDUCATIONAL SIMULATION». Educational Research (em inglês). 11 (3): 179–184. ISSN 0013-1881. doi:10.1080/0013188690110302 
  7. Martins, Alex Lara; Costa, Alfredo; Palhares, Leonardo Machado (10 de dezembro de 2018). «Cidadania global e direitos humanos: efeitos educacionais do desenvolvimento de simulação da ONU no Vale do Jequitinhonha». Monções: Revista de Relações Internacionais da UFGD. 7 (14). 14 páginas. ISSN 2316-8323. doi:10.30612/rmufgd.v7i14.9105 
  8. Clinton, Chelsea (abril de 2017). «I loved Model U.N. & was a proud member of our high school team for 3 years (never ran to be Model U.N. president). Good luck Broti!». @ChelseaClinton (em inglês). Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  9. «Programme No. 1207» (PDF). Nações Unidas. Outubro de 2009. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  10. «The History of the First MUN». WiseMee (em inglês). 15 de outubro de 2019. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  11. «Geneva in Oxford». The Observer. 4 de dezembro de 1921 
  12. «Hold First Meeting Of International Assembly Tonight». The Harvard Crimson (em inglês). 10 de janeiro de 1921. Consultado em 18 de fevereiro de 2020 
  13. Muldoon, James P. (março de 1995). «The Model United Nations Revisited». Simulation & Gaming (em inglês). 26 (1): 27–35. ISSN 1046-8781. doi:10.1177/1046878195261003 
  14. «Model U.N. Sessions Held at Swarthmore». The New York Times (em inglês). 6 de abril de 1947. ISSN 0362-4331 
  15. «Past Hosts – MUNFW» (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  16. a b Lewis, Paul; Times, Special To the New York (22 de fevereiro de 1990). «Role Playing and Oratory Limits at This U.N.». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  17. «Secretary General Welcome». Berkeley Model United Nations (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  18. «About Us | Americas Model United Nations | AMUN | Brasilia». AMUN (em inglês). Consultado em 19 de fevereiro de 2020 
  19. Hazleton, William A.; Mahurin, Ronald P. (junho de 1986). «External Simulations as Teaching Devices: The Model United Nations». Simulation & Games (em inglês). 17 (2). 150 páginas. ISSN 0037-5500. doi:10.1177/0037550086172002 
  20. Engel, Susan; Pallas, Josh; Lambert, Sarah (3 de abril de 2017). «Model United Nations and Deep Learning: Theoretical and Professional Learning». Journal of Political Science Education (em inglês). 13 (2): 171–184. ISSN 1551-2169. doi:10.1080/15512169.2016.1250644 
  21. «Página Principal». GOMUN. Consultado em 5 de julho de 2021 
  22. «Brasília - de 10 a 14 de junho de 2020» 
  23. Santos, Edvanderson Ramalho dos (31 de outubro de 2018). «Simulado das Nações Unidas: uma forma diferente de aprender». IFC Araquari 
  24. SANTOS, Edvanderson Ramalho dos (31 de outubro de 2019). «Simulado da ONU ensina cultura e geopolítica de forma lúdica». IFC Araquari