The Sweet Escape (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo álbum da mesma cantora, veja The Sweet Escape.
"The Sweet Escape"
Single de Gwen Stefani com a participação de Akon
do álbum The Sweet Escape
Lançamento 19 de dezembro de 2006 (2006-12-19)
Formato(s) CD single, vinil, download digital
Gravação 2006;
Right Track Recording
(Nova Iorque)
Doppler Studios
(Atlanta, Geórgia)
Henson Recording Studios
(Hollywood, Califórnia)
Gênero(s) Ska, doo-wop
Duração 4:06
Gravadora(s) Interscope
Composição Gwen Stefani, Aliaune Thiam, Giorgio Tuinfort
Produção Aliaune "Akon" Thiam, Giorgio Tuinfort
Cronologia de singles de Gwen Stefani
Último
"Wind It Up"
(2006)
"4 in the Morning"
(2007)
Próximo
Cronologia de singles de Akon
Último
"I Wanna Love You"
(2006)
"Don't Matter"
(2007)
Próximo
Lista de faixas de The Sweet Escape
Último
"Wind It Up"
(1)
"Orange County Girl"
(3)
Próximo

"The Sweet Escape" é uma canção da artista musical norte-americana Gwen Stefani, contida em seu segundo álbum de estúdio de mesmo nome. Conta com a participação do rapper senegalês Akon, e foi escrita e produzida pelo próprio em conjunto com Giorgio Tuinfort, com o auxílio de Stefani na escrita. A sua gravação ocorreu em 2006 nos estúdios Right Track Recording em Nova Iorque, Doppler Studios em Atlanta, Geórgia e Henson Recording Studios em Hollywood, Califórnia. A faixa foi lançada primeiramente em 19 de dezembro de 2006 nas rádios mainstream norte-americanas. Foi posteriormente disponibilizada para venda digital a 29 de janeiro de 2007 pela gravadora Interscope, servindo como o segundo single do disco. Também esteve presente na iTunes Store de diversas regiões, incluindo Austrália, Alemanha, Brasil, Estados Unidos e Reino Unido.

Para a composição de "The Sweet Escape", Akon fez uma análise da carreira da intérprete desde sua integração a banda No Doubt até sua ingressão a carreira como solista. Baseado nisso, ele desenvolveu seu tempo de assinatura, que possui um metrônomo de andamento moderado com 120 batidas por minuto. A letra da música é um pedido de desculpas entre duas pessoas envolvidas numa relação amorosa e descreve uma vida agradável para os dois, idealizada como um sonho. A canção recebeu críticas positivas dos críticos de música contemporânea, entretanto a participação de Akon na faixa foi recebida negativamente, com muitos criticando sua falta de destaque. Comercialmente, tornou-se exitosa nos países onde obteve execução, com ênfase para os Estados Unidos — onde atingiu pico na segunda posição da Billboard Hot 100, passando quinze semanas nas dez melhores posições da mesma.

Antecedentes e composição[editar | editar código-fonte]

Gwen Stefani e Akon apresentando "The Sweet Escape" em maio de 2007.

O presidente da gravadora Interscope, Jimmy Iovine, que ajudou na propaganda de The Sweet Escape, promoveu a colaboração entre Stefani e Akon para a canção.[1] A gravadora enviou uma cópia do primeiro álbum de Akon, Trouble, para Stefani e incentivou-a a trabalhar com ele diversas vezes.[2] Akon rapidamente aceitou[1] e Stefani também, após pessoas importantes a terem convencido disso.[3]

Depois que Akon foi convidado para trabalhar com Stefani, ele analisou o trabalho dela, desde a sua participação como vocalista na banda No Doubt à sua carreira solo, e percebeu que o som que ela havia cultivado com a banda se perdeu ao longo do seu trabalho individual.[1] Stefani, preocupada com o seu filho Kingston Rossdale, cancelou esse trabalho e comentou que "não queria passar pela dor de tentar trabalhar com alguém que ela não conhecia."[2] Iovine chamou-a e disse-lhe: "Você pode cancelar tudo o que quiser em sua vida, mas não cancele esse trabalho."[4]

Quando Akon se encontrou com Stefani, ele tocou algumas das suas músicas para ela.[3] Juntos eles pensaram em palavras que pudessem ajudar na comercialização da grife de roupas de Stefani, L.A.M.B., e na imagem das Harajuku Lovers, as dançarinas que acompanhavam Stefani, concluindo em "Sweet Escape" (que em português significa "doce fuga"). Akon tocou a ela a batida e o tempo que havia desenvolvido para a canção, e eles começaram a escrever a letra,[1] terminando-a em dez minutos,[2] e encerrando em uma produção mais no estilo doo-wop do que no som hip hop, esperado pela cantora.[4]

Estilo musical e letra[editar | editar código-fonte]

Demonstração de 29 segundos de "The Sweet Escape", baseada no tempo de assinatura moderado com um metrônomo de 120 batidas por minuto.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"The Sweet Escape" é composta em chave de Si bemol menor, e mistura os estilos ska, new wave, disco e doo-wop. É baseada em compasso quádruplo, normalmente usado no gênero doo-wop, com um metrônomo de tempo moderado de 120 batidas por minuto. O alcance vocal de Stefani abrange cerca de duas oitavas, do G3 ao F5.

A canção utiliza dois compassos frasais que, além do refrão, usa uma progressão harmônica i–III–IV–VI. O acorde Si bemol menor é dedilhado em 1⅓ de batida, e uma relativa tonalidade é, então, usada para produzir a segunda inversão, em acorde de Ré bemol maior, que é dedilhado em 1⅓ de batida. No segundo compasso, a primeira inversão em Mi bemol maior tem, adicionado a ela, um nono que antecede o sétimo acorde de Sol bemol maior, sendo dedilhados com a mesma duração que os dois anteriores.[5]

A introdução da canção consiste em oito compassos instrumentais seguido de outros oito compassos os quais Akon canta "Woohoo, yeehoo." Por meio da técnica de regravação overdub, vocais de segundo plano são são introduzidos no meio do primeiro verso para produzir uma sequência de colcheia em Si bemol menor do vocal de Stefani. O vocal dela é regravado novamente quando canta o refrão pela segunda vez. Ela retorna para a última parte do primeiro verso e repete o refrão. A canção fecha com Akon repetindo a linha "Woohoo, yeehoo" e o verso "Eu quero partir para a nossa doce fuga."[nota 1][5]

Liricamente, "The Sweet Scape" discute um argumento entre duas pessoas envolvidas uma relação amorosa.[6] Stefani pede desculpas por agir de forma errada com o seu amante, dizendo que quer ser uma esposa melhor.[7] Ainda que a intérprete admita seus erros, ela não é obstante em algumas coisas que fez, o que permitiu comparações com as canções "Don't Take It Personal (Just One of Dem Days)" (1994), da compatriota Monica, e "I'm Good at Being Bad" (1998), da banda TLC.[8] Em contraste com a música do No Doubt em Tragic Kingdom, na canção Stefani sugere um desejo de vida doméstica mais agradável, principalmente durante o refrão.[9]

Avaliação crítica[editar | editar código-fonte]

Stephen Thomas Erlewine, do portal Allmusic, descreveu-a como "uma irresistível faixa impulsionada pelo gancho 'weehoo' e apoiado por um refrão que se tornou o hino do verão."[10] John Murphy, da revista MusicOMH.com, referiu-se a obra como "uma canção pop encantadora e de inspiração para o verão, com um refrão muito contagiante".[11] Murphy comparou-a com "Keep Fishin'" (2002), da banda Weezer,[11] enquanto Ben Sisario, da Blender, estabeleceu um parâmetro entre a canção e o trabalho realizado pelo conjunto The Beach Boys.[9] Da NME, Alex Miller comparou a canção com o trabalho feito por Madonna no início de sua carreira, mas adicionou que o som parece "sacarina".[12] Anna Britten, do Yahoo! Music, comentou que a canção tem influência da música da década de 1970, mais especificamente da banda de soul Chairmen of the Board. Bill Lamb, do About.com, chamou a canção de "uma mudança bem-vinda [após] uma produção excessiva em 'Wind It Up'", no entanto "facilmente entra por um ouvido e sai pelo outro, deixando poucos vestígios de sua presença."[13] O programa Video on Trial, do canal MuchMusic, chamou-a de "incrivelmente intoxicante."[14]

A presença de Akon em "The Sweet Escape" recebeu críticas negativas. Quentin B. Huff, do PopMatters, encontrou pouca contribuição vocal do cantor e disse que muito dele foi desperdiçado para a canção.[8] Rob Sheffield, da Rolling Stone, alertou que "The Sweet Escape" é uma tentativa de capitalizar o sucesso que Akon teve em parceira com Eminem, em "Smack That", de 2006.[6] Paul Flynn, do The Observer, estava descontente com sua presença e destacou artistas do hip hop com maior visibilidade, como Dr. Dre e Andre 3000, que participaram do primeiro álbum de Stefani, Love. Angel. Music. Baby., e acrescentou que a canção tem um "tom esquisito" de "True Blue", lançada em 1986 por Madonna.[15] Charles Merwin, da Stylus Magazine, classificou o vocal do rapper como um "uivo".[16]

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Nos Estados Unidos, "The Sweet Escape" estreou no número 93 na Billboard Hot 100 durante a edição de 30 de dezembro de 2006.[17] Após a apresentação de Stefani e Akon da canção no American Idol no final de março de 2007, atingiu um pico no número dois na tabela, datada de 14 de abril, atrás somente do próprio Akon com seu trabalho subsequente, "Don't Matter", vendendo 140.200 downloads durante essa semana.[18] A canção passou 15 semanas consecutivas no top 10 e permaneceu na parada por mais de nove meses. Ao final do ano foi listada no número três na Hot 100 norte-americana.[19] Também bem-sucedida na Pop Songs e Pop 100 Airplay, e alcançou a segunda posição na Mainstream Top 40. Obteve forte execução em rádios adult contemporary (AC), o que a fez alcançar as cinco melhores colocações nas tabelas Hot Adult Contemporary Tracks e Adult Pop Songs.[20] A canção foi nomeada para Best Pop Collaboration with Vocals nos Grammy Awards de 2008, mas acabou perdendo para "Gone Gone Gone (Done Moved On)", de Robert Plant e Alison Krauss.[21] Com mais de 2,1 milhões de cópias baixadas, "The Sweet Escape" foi o terceiro single mais vendido em formato digital do ano 2007 e, segundo a Nielsen Broadcast Data Systems, foi o quinto mais tocado do ano nos Estados Unidos.[22] No Canadá, a canção teve sucesso semelhante, alcançando o segundo posto da Canadian Hot 100, tabela oficial do país — permaneceu na Canadian Hot 100 por mais de seis meses.[23]

"The Sweet Escape" foi igualmente exitosa na Europa, onde conquistou o primeiro lugar na parada European Hot 100 Singles durante três semanas em março de 2007.[24] No Reino Unido, a canção entrou na UK Singles Chart no número três, vendendo 30.000 cópias em sua primeira semana.[25] Na semana seguinte, a faixa chegou ao número dois, atrás de "Shine", de Take That,[26] dando a Stefani sua melhor colocação com um single solo no Reino Unido.[27] Passou a segunda semana consecutiva no número dois, detrás apenas de "Walk This Way", de Sugababes e Girls Aloud, vendendo 23.500 cópias.[28] A canção teve um desempenho positivo em outras regiões europeias, atingindo os cinco primeiros lugares na França, Hungria, Noruega, Países Baixos e Romênia e o top 10 na Áustria, Bélgica, República Checa, Finlândia, Alemanha e Suíça.[29][30][31][32][33]

A canção estreou na segunda colocação no periódico oficial da Austrália, o ARIA Charts, e nele permaneceu por seis semanas, abaixo de Hinder com "Lips of an Angel" e Silverchair com "Straight Lines".[34] A Australian Recording Industry Association (ARIA) certificou-a com platina dupla pelo transporte comercialização de 140.000 downloads digitais.[35] Na Nova Zelândia, o single estreou no topo do gráfico e foi certificado como ouro pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ).[36][37]

Videoclipe[editar | editar código-fonte]

O videoclipe da canção teve sua estreia em 10 de janeiro de 2007 no LAUNCHcast.[88] O vídeo abre com cenas de Stefani e as dançarinas, denominadas Harajuku Girls, numa cela dourada. Depois de tirar a chave a um cão, elas fogem. Stefani está, então, numa cobertura duas horas depois. Ela atira duas longas tranças, permitindo que as Harajuku Girls escalem o prédio e, após, cortem as tranças. Elas encontram Akon num estacionamento e Stefani embarca num carro com ele. Eles são perseguidos por duas das Harajuku Girls que estão caracterizadas como policiais, e o vídeo acaba com Stefani atrás das grades depois de duas horas de perseguição. O vídeo tem cortes, em cenas nas quais aparecem Stefani e Akon em frente a uma letra G iluminada.

O vídeo foi filmado em dezembro de 2006, alguns dias antes do Natal.[89] Foi dirigido por Joseph Kahn e produzido por Maryann Tenado, da H.S.I. Productions.[90] As cenas da cela e da cobertura são simbolicamente mostrados como é estar preso pelo amor, que Stefani não pode fugir da sua prisão metafórica, representando como uma fuga dela mesma. A cena da cobertura é uma alusão ao conto de fadas Rapunzel.[89] O vídeo também mostra publicidade por colocação de dois veículos da General Motors, o Chevrolet Tahoe e o Buick Lucerne.

"The Sweet Escape" estreou na MTV entre os dez clipes mais vistos no programa Total Request Live, na posição #7[91] e chegou à posição #2 no mês seguinte.[92] O vídeo foi nomeado para o prêmio MTV Video Music Awards de 2007 de Melhor Participação, mas perdeu para o clipe de Beyoncé e Shakira, "Beautiful Liar".[93] Depois de 20 de janeiro, a canção estreou no programa Countdown, do canal MuchMusic, e chegou ao primeiro lugar em março.[94] Em dezembro de 2007, a MTV Internacional introduziu um certificado para reconhecer vídeos que foram bem-sucedidos fora dos Estados Unidos e "The Sweet Escape" totalizou mais de 11.000 exibições de fevereiro a junho de 2007, recebendo, assim, um prêmio de platina por ser o vídeo mais visto.[95]

Formatos e faixas[editar | editar código-fonte]

CD single australiano
  1. "The Sweet Escape (versão do álbum)"
  2. "Hollaback Girl" (versão no Harajuku Lovers Live)
  3. "Wind It Up" (Robots to Mars remix)
  4. "The Sweet Escape" (versão do clipe)
CD single norte-americano
  1. "The Sweet Escape (versão do álbum)"
  2. "The Sweet Escape (Konvict remix)"
  3. "Hollaback Girl (versão no Harajuku Lovers Live)
  4. "Wind It Up (Robots to Mars remix)"
  5. "The Sweet Escape (versão do clipe)"

Notas

  1. No original: "I want to get away to our sweet escape".

Referências

  1. a b c d REID, Shaheem (30 de janeiro de 2007). «Akon Gets Sexy On The Beach For New Video, Raves About Working With Gwen» (em inglês). MTV. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  2. a b c SWIFT, Jacqui (23 de fevereiro de 2007). «Has Gwen really got it all?» (em inglês). The Sun. Consultado em 30 de agosto de 2009. 
  3. a b «Gwen Stefani - The Sweet Escape». Universal Music (Canadá). Arquivado desde o original em 8 de outubro de 2007. Consultado em 4 de novembro de 2007. 
  4. a b VINEYARD, Jennifer (4 de dezembro de 2006). «Baby On Board! Gwen Stefani's Son Joins Her On LP, Spring Tour» (em inglês). MTV News. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  5. a b Sheet music for "The Sweet Escape". Famous Music. 2007.
  6. a b SHEFFIELD, Rob (12 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani - The Sweet Escape: Music Reviews» (em inglês). Rolling Stone. Arquivado desde o original em 20 de abril de 2007. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  7. LEONG, Gabril (13 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani - The Sweet Escape» (em inglês). MTV (Ásia). Arquivado desde o original em 15 de fevereiro de 2009. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  8. a b HAFF, Quentin B. (14 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani: The Sweet Escape» (em inglês). PopMatters. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  9. a b SISARIO, Ben. «Gwen Stefani: The Sweet Escape Review» (em inglês). Blender. Alpha Media Group. Arquivado desde o original em 7 de dezembro de 2009. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  10. ERLEWINE, Stephen Thomas. «The Sweet Escape (Album Review)» (em inglês). Allmusic. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  11. a b MURPHY, John. «Gwen Stefani – The Sweet Escape» (em inglês). MusicOMH.com. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  12. MILLER, Alex (1 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani: The Sweet Escape» (em inglês). NME. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  13. LAMB, Bill. «Gwen Stefani featuring Akon - The Sweet Escape» (em inglês). About.com. The New York Times Company. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  14. Video on Trial. MuchMusic. 5 de fevereiro de 2007.
  15. FLYNN, Paul (10 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani, The Sweet Escape» (em inglês). The Observer. Guardian Media Group. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  16. MERWIN, Charles (6 de dezembro de 2006). «Gwen Stefani – The Sweet Escape» (em inglês). Stylus Magazine. Consultado em 14 de outubro de 2016. 
  17. COHEN, Jonathan (21 de dezembro de 2006). «Beyonce Begins Third Week Atop The Hot 100» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  18. COHEN, Jonathan (5 de abril de 2007). «Akon's 'Matter' Begins Second Week Atop Hot 100» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  19. a b «Year End Charts – Hot 100 Songs» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Arquivado desde o original em 6 de agosto de 2012. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  20. a b c d e f g h «Gwen Stefani - The Sweet Escape (Hot 100)» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  21. «2008 Grammy Award Winners and Nominees». The New York Times. 9 de fevereiro de 2008. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  22. «2007 U.S. Music Purchases Exceed 1.4 Billion» (em inglês). White Plains, New York: Nielsen SoundScan. Business Wire. January 3, 2008. Consultado em 15 de janeiro de 2016. 
  23. «Gwen Stefani and Akon – The Sweet Escape – Music Charts» (em inglês). Acharts.co. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  24. a b SEXTON, Paul (26 de março de 2007). «Proclaimers Remake Hits No. 1 In U.K.» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  25. JONES, Alan (4 de março de 2007). «Take That and Kaisers share chart spoils» (em inglês). Music Week. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  26. JONES, Alan (12 de março de 2007). «Take That Shine for second week at one» (em inglês). Music Week. Intent Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  27. a b «Gwen Stefani: Artist Chart History» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  28. JONES, Alan (18 de março de 2007). «Comic Relief and X Factor dominate charts» (em inglês). Music Week. Intent Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  29. a b «Ultratop.be – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em holandês). Ultratop 50. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  30. a b «Hitparáda – Radio Top 100 Oficiální» (em checo). IFPI Česká Republika. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  31. a b «Archívum – Slágerlisták – MAHASZ» (em húngaro). Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  32. a b «Nederlandse Top 40 – week 12, 2007» (em holandês). Dutch Top 40. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  33. a b «Romanian Top 100 – Issue nr: 16/2007» (em romeno). Romanian Top 100. Arquivado desde o original em 6 de maio de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  34. a b «Australian-charts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). ARIA Top 50 Singles. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  35. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2008 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  36. a b «Charts.org.nz – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). Top 40 Singles. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  37. a b «Latest Gold / Platinum Singles» (em inglês). Radioscope. Arquivado desde o original em 24 de julho de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  38. «Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em alemão). Offizielle Deutsche Charts. GfK Entertainment. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  39. «ARIA Urban Singles Chart – Week Commencing 26th February 2007» (PDF). ARIA Top 40 Urban Singles. National Library of Australia. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  40. «Austriancharts.at – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  41. «Ultratop.be – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em francês). Ultratop 40. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  42. «Hot100BR1999-2015» (PDF). Crowley Broadcast Analysis. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  43. «Billboard Canadian Hot 100: The Week of June 2, 2007» (em inglês). Billboard. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  44. «Gwen Stefani - The Sweet Escape» (em inglês). Top 40 Charts. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  45. «Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape Hitlisten.nu» (em dinamarquês). Tracklisten. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  46. «Archive Chart: 2007-03-04». Scottish Singles and Albums Charts. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  47. «Hitparáda – Radio Top 100 Oficiálna» (em eslovaco). IFPI Slovenská Republika. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  48. «Gwen Stefani feat. Akon: The Sweet Escape» (em finlandês). Musiikkituottajat. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  49. «Lescharts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em francês). Les classement single. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  50. «Top 50 Singles – Εβδομάδα 15/2007" [Top 50 Singles – Week 15/2007]» (em grego). IFPI Greece. Arquivado desde o original em 29 de abril de 2007. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  51. «Archívum – Slágerlisták – MAHASZ» (em húngaro). Dance Top 40. Magyar Hanglemezkiadók Szövetsége. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  52. «Chart Track: Week 12, 2007» (em inglês). Irish Singles Chart. Consultado em 16 de outubro de 2016. 
  53. «Italiancharts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). Top Digital Download. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  54. «Week 11, 2007, Mar 12 - Mar 18». Latvian Airplay Top 50. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  55. «Norwegiancharts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). VG-lista. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  56. «Dutchcharts.nl – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em holandês). Single Top 100. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  57. «European Union Nationwide Charts». Związek Producentów Audio Video. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  58. «Gwen Stefani feat. Akon» (em russo). Tophit. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  59. «Archive Chart: 2007-03-04» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  60. «Swedishcharts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). Sverigetopplistan. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  61. «Swisscharts.com – Gwen Stefani feat. Akon – The Sweet Escape» (em inglês). Swiss Hitparade. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  62. «Pop Rock» (em espanhol). Record Report. 21 de abril de 2007. Arquivado desde o original em 26 de abril de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  63. «Top 100 Single-Jahrescharts – 2007» (em alemão). Offizielle Deutsche Charts. GfK Entertainment. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  64. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Singles 2007» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  65. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 50 Urban Singles 2007» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  66. «Jahreshitparade Singles 2007» (em alemão). austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  67. «Jaaroverzichten 2007 – Singles» (em holandês). Ultratop]. Hung Medien. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  68. «Rapports Annuels 2007 – Singles» (em francês). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  69. «Adult Contemporary Songs: Year End 2007» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  70. «Adult Pop Songs: Year End 2007» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  71. «Year End Charts – Pop 100 Songs» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Arquivado desde o original em 3 de outubro de 2012. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  72. «Classement Singles – année 2007» (em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Arquivado desde o original em 26 de setembro de 2012. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  73. «MAHASZ Rádiós TOP 100 – 2007» (em húngaro). MAHASZ. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  74. «Top Selling Singles of 2007» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  75. «Top 100-Jaaroverzicht van 2007» (em holandês). Dutch Top 40. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  76. «Jaaroverzichten – Single 2007» (em holandês). dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  77. «Romanian Top 100 2007» (em romeno). Romanian Top 100. Arquivado desde o original em 13 de janeiro de 2009. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  78. «End of Year Singles Chart Top 100 – 2007» (em inglês). Official Charts Company. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  79. «Årslista Singlar – År 2007» (em sueco). Sverigetopplistan. Swedish Recording Industry Association. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  80. «Swiss Year-End Charts 2007» (em inglês). swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  81. «Year End Charts – European Hot 100 Singles» (em inglês). Billboard. Prometheus Global Media. Arquivado desde o original em 13 de maio de 2009. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  82. «Gold-/Platin-Datenbank (Gwen Stefani; 'The Sweet Escape')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  83. «Ultratop − Goud en Platina – 2007». Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. 14 de julho de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  84. «Guld og platin i august og september» (em dinamarquês). IFPI Dinamarca. 13 de junho de 2007. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  85. «Trofeer» (em nor). IFPI Norway. Arquivado desde o original em 5 de novembro de 2012. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  86. «British single certifications – Gwen Stefani ft Akon – The Sweet Escape» (em inglês). British Phonographic Industry. 22 de julho de 2013. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  87. «Guld & Platina – År 2007» (PDF) (em sueco). IFPI Sweden. 2 de outubro de 2007. Arquivado desde o original (PDF) em 11 de agosto de 2010. Consultado em 17 de outubro de 2016. 
  88. Pastorek, Whitney (10 de janeiro de 2007). Snap Judgment: Gwen Stefani's 'The Sweet Escape' video. Entertainment Weekly. Página visitada em 20 de agosto de 2007.
  89. a b «The Sweet Escape Video Shoot. Interscope Records.». Consultado em 18 de agosto de 2007.. 
  90. «Beyonce and Justin Timberlake Lead the Way With Seven Nominations Each Followed by Kanye West and Rihanna With Five Nods and Amy Winehouse Vying for Three Moonmen. PR Newswire, 7 de agosto de 2007. Página visitada em 18 de agosto de 2007.». 
  91. «The TRL Archive - Debuts. ATRL.». Consultado em 18 de agosto de 2007.. 
  92. «The TRL Archive - Recap - February 2007. ATRL.». Consultado em 18 de agosto de 2007.. 
  93. «2007 VMA». Consultado em 28 de novembro de 2007..  Texto " Nominees " ignorado (Ajuda); Texto " Most Earth-Shattering Collaboration. MTV. " ignorado (Ajuda)
  94. «MuchMusic Countdown. MuchMusic.». Consultado em 18 de agosto de 2007.. 
  95. Masson, Gordon (3 de dezembro de 2007). MTV launches video awards. Variety. Página visitada em 16 de dezembro de 2007.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]