Just Dance

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo jogo eletrônico, veja Just Dance (jogo eletrônico).
"Just Dance"
Single de Lady Gaga com participação de Colby O'Donis
do álbum The Fame
Lançamento 8 de abril de 2008
(ver abaixo o histórico de lançamento)
Formato(s) CD single, download digital, disco de vinil
Gravação Hollywood, Los Angeles, Califórnia
Record Plant Studios)[1]
Gênero(s) Dance-pop, electropop[2]
Duração 4:02
Gravadora(s) Streamline Records, Konvict Muzik, Cherrytree Records, Interscope Records
Composição Stefani Germanotta, Nadir Khayat, Aliaune Thiam,[3]
Produção RedOne
Informações sobre o vídeo musical
Director(es) Melina Matsoukas
Duração 4:07
Cronologia de singles de Lady Gaga
"Poker Face"
(2008)
Cronologia de singles de Colby O'Donis
"What You Got"
(2008)
"Don't Turn Back"
(2008)
Lista de faixas de The Fame
"LoveGame"
(2)

"Just Dance" é uma canção da artista musical estadunidense Lady Gaga em parceria com o cantor de mesma nacionalidade Colby O'Donis, servindo como o seu single de estreia de seu primeiro álbum de estúdio, The Fame (2008). A música foi composta por Gaga, Akon e RedOne e produzida pelo último. A faixa com influências de R&B é sobre a interprete estar embriagada em uma boate.

A obra recebeu revisões positivas da mídia especializada, com avaliadores elogiando sua melódica natureza. O número obteve sucesso comercial pelo topo nas tabelas musicais dos Estados Unidos, Austrália, Canadá, Irlanda, Países Baixos e Reino Unido, também ficando entre os dez mais vendidos em muitos outros países. Nos territórios estadunidenses, "Just Dance" passou quase cinco meses na Billboard Hot 100 até finalmente alcançar a primeira posição em janeiro de 2009, depois de ser lançada em abril do ano anterior. Tornou-se a segunda música mais vendida digitalmente de todos os tempos nos Estados Unidos e vendeu mais de 7,7 milhões de cópias no mundo todo.

O vídeo musical retrata Lady Gaga em uma festa onde ela é vista cantando a música e entusiasmando os convidados. A artista comparou a sua experiência de filmar a produção estando em um set de Martin Scorsese. "Just Dance" foi interpretada pela cantora em uma série de apresentações ao vivo, incluindo suas turnês The Fame Ball Tour (2009) e The Monster Ball Tour (2009–11). Em 2009, a canção recebeu uma indicação ao Grammy na categoria de Melhor Gravação Dance, mas perdeu para a música "Harder, Better, Faster, Stronger" do duo eletrônico Daft Punk.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Gaga apresentando "Just Dance" na The Monster Ball Tour.

"Just Dance" foi composta por Gaga, Akon e RedOne e produzida pelo último. Em entrevista à revista Heat, a cantora contou sobre sua inspiração para compor a faixa: "Eu estava de muita ressaca. Escrevi a música em cerca de 10 minutos com o [produtor] RedOne. E foi a minha primeira vez num estúdio de Hollywood. Eu estava muito primitiva, era uma grande sala com alto-falantes gigantes."[4] A artista compôs "Just Dance" em janeiro de 2008 e de acordo com ela, foi "muito trabalho e muitas pessoas não acreditavam a princípio".[5] Mais tarde, a interprete refletiu sobre a canção, dizendo:

Em entrevista ao site Contactmusic.com Gaga declarou que "Just Dance" é uma canção alegre e deveria ser apreciada pelas pessoas que estão passando por momentos difíceis como a perda de empregos, casas e etc.[7] A cantora explicou ainda à Artistdirect que queria gravar uma música bonita como "Just Dance". Ao ser perguntada do motivo pelo qual o single se tornou popular, a interprete disse que pensou, "Todo mundo está procurando por uma música que fala realmente da alegria em nossas almas e em nossos corações e se divertir. É apenas uma dessas músicas. É uma sensação muito boa, e quando você a ouvi, faz com que você se sinta bem interiormente. É simples assim. Eu não acho que é ciência espacial quando se trata de coração. Eu acho que é uma música-tema do coração."[8]

Composição[editar | editar código-fonte]

Uma amostra de 24 segundo de "Just Dance", com o refrão cantado por Gaga na escala de B3 para C♯ apoiado por uma batida de marcha sintetizada.

Problemas para escutar este arquivo? Veja a ajuda.

"Just Dance" é uma canção com andamento acelerado e dos gêneros dance-pop e electropop. A música combina ritmos e notas de sintetizadores, com melodias eletrônicas e influências do R&B.[9] De acordo com a partitura publicada em Musicnotes.com por Alfred Publishing, a faixa possui uma taxa de batida moderada de 124 batimentos por minuto. Está escrita na tonalidade de C♯ menor. Os vocais de Gaga se estendem desde a nota baixa de G3 a nota elevada de C5.[10] A música começa com um ritmo rápido seguindo pelo arranjo de sintetizador e Gaga pronunciando "RedOne". O número tem uma progressão harmônica de C♯m–E–B–F♯m.[10] Colby O'Donis canta o interlúdio no mesmo intervalo de Gaga[10] seguido por um interlúdio de R&B interpretado pela artista,[9] depois o refrão é repetido com o rapper fornecendo vocais de apoio. A canção termina com um eco da palavra "dance".[10]

Liricamente, "Just Dance" lança uma perspectiva de ironia parcial com letras como "O que está acontecendo na pista? / Eu amo essa música, mas eu não consigo mais ver direito".[nota 1][11] A interprete canta sobre estar embriagada em uma boate.[12] A letra de abertura "A RedOne" tem sido muitas vezes mal interpretada como "red wine", em português "vinho tinto", mas na realidade é uma referência ao produtor RedOne.[13]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Análises da crítica profissional[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
About.com (positiva)[14][15]
Allmusic (positiva)[16]
BBC (positiva)[17]
The Guardian (positiva)[9]
The Ottawa Citizen (positiva)[18]
PopMatters (positiva)[19]
Slant (positiva)[20]
The Washington Post (positiva)[21]
Um crítico comparou a composição de R&B de "Just Dance" com a canção "Maneater", de autoria de Nelly Furtado.[9]

Matthew Chisling da Allmusic descreveu a canção como "uma força de motriz de ondas dance e infecciosas batidas produzidas".[16] Alexis Petridis do The Guardian chamou a faixa de um "conto sedutoramente compulsivo de puxar um branquelo drogado, com melodias eletrônicas e leves notas de R&B que tem uma vaga semelhança com "Maneater" de Nelly Furtado.[9] Ben Norman do About.com, disse que a composição "abre o álbum como uma valquíria conduzindo a carga [...] andando triunfantemente à frente de seu exército. Se você não conhece esta canção, use seu navegador. Eu não vou perder tempo explicando como é." No entanto, ele também observou que a música não é inovadora e comparou-a com os trabalhos de Rihanna, Chris Brown e Pussycat Dolls.[14] Bill Lamb, crítico do mesmo portal chamou a obra de mansa mas cativante o suficiente para a artista ser notada pelas pessoas. Ele também acrescentou que "'Just Dance' tem uma energia forte e e as funções da voz marcante de Lady Gaga, mas finalmente adiciona-se um pouco do meigo dance-pop." Os vocais suaves de Colby O'Donis também foram elogiados.[15]

Evan Sawdey da PopMatters disse que "Just Dance" é um single intensamente cativante e é um excelente indicador de que o álbum era sobre isso.[19] Ben Hogwood, do website MusicOMH elogiou o número, dizendo: "É impossível conseguir algo mais cativante e rítmico que "Just Dance" este ano, o que prova ser uma jóia que o refrão permanece em sua mente durante semanas".[22] Freedom lu Lac, do jornal The Washington Post, descreveu a obra dizendo que "está cheio de synthpop espumante combinado com um groove dance de baixo nível com a voz gelada de Gaga, vocais quase desencarnados sobre a felicidade dançar."[21] Lynn Saxberg, do The Ottawa Citizen, ao revisar The Fame Ball Tour de Gaga, chamou a composição de um hino de boate perfeito para cantar junto.[18] Sal Cinquemani da Slant Magazine escreveu que a música se assemelha a "um acidente de trem que provavelmente encontrará [...] às quatro da manhã" como enfatizado pela letra.[20] Talia Kraines da BBC chamou a canção de "irresistível" e disse que "o atraente das canções de Gaga é a forte certeza de seu lugar na lista de ídolos pop".[17]

Desempenho comercial e gráfico[editar | editar código-fonte]

Gaga em julho de 2009 cantando "Just Dance" em seu microfone durante uma performance da The Fame Ball Tour em Munique, Alemanha.

Nos Estados Unidos, "Just Dance" foi um clube-hit após o seu lançamento, chegando a número dois em ambas as paradas do Hot Dance Airplay e Hot Dance Club Play em 2008.[23][24] A música entrou na Billboard Hot 100 em 76º lugar em 16 de agosto de 2008. Subiu para número dois na Hot 100, depois de vender 419 mil downloads em 10 de janeiro de 2009.[25] No mesmo assunto, a canção chegou a número um na Pop 100.[26] Na semana seguinte, a música, finalmente chegou a número um na Hot 100. O single levou 22 semanas para atingir o primeiro lugar, que é a segunda subida mais longa para o número um desde "With Arms Wide Open" de Creed que levou 27 semanas antes de finalmente chegar a número um em novembro de 2000.[27] A canção também apareceu no Hot R&B/Hip-Hop Songs, onde atingiu um pico de 72.[28] A canção passou 49 semanas na Hot 100 e em 17 de fevereiro de 2011, o single foi certificado seis vezes platina pela Recording Industry Association of America (RIAA) pelo exportação de seis milhões de cópias.[29] A canção já vendeu mais de 6.150.000 downloads nos Estados Unidos até à data de acordo com o Nielsen Soundscan, tornando-se a segunda canção a atingir a marca de seis milhões de downloads pagos.[30][31][32] No Canadá, a canção estreou no número 97 na Canadian Hot 100 para a emissão datada de 7 junho de 2008.[33] Atingiu o pico em 23 de agosto de 2008, e esteve no topo há cinco semanas consecutivas.[34] A canção foi certificada seis vezes platina pela Music Canada em junho de 2009, pelas vendas de 240 mil cópias digitais pagas.[35]

A faixa estreou no número 34 na ARIA Charts em 21 de julho de 2008,[36] e subiu para o décimo sétimo lugar na semana seguinte se tornando "maior ganhador" da parada.[37] Em 15 de setembro de 2008, a faixa chegou ao topo da parada.[38] Desde então, foi certificada três vezes platina pela Australian Recording Industry Association (ARIA) pela exportação de 210 mil cópias.[39] A canção foi creditada como o single a ficar mais tempo na parada da história da ARIA Charts, passando mais de 81 semanas no top 100.[40] "Just Dance" estreou nas paradas de Nova Zelândia, no número dezenove,[41] e atingiu um pico de número três.[42] Foi certificada platina pela Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ) pela exportação de 15 mil cópias do single.[43]

No Reino Unido, "Just Dance" estreou no número três em 10 de janeiro de 2009.[44] Subiu para número um na semana seguinte, e permaneceu no topo por três semanas.[45] Em entrevista à Daily Mail, Gaga explicou seus sentimentos sobre ter alcançando o número um no Reino Unido dizendo, "Tem sido um sonho de longa duração para ter um grande sucesso no Reino Unido – meus fãs não são tão sensuais e as pessoas são tão inovadoras e livres em como eles pensam sobre a cultura pop e a música. Eu estava no meu apartamento em Los Angeles me preparando para sair para ensaio de dança quando ligaram e me contaram, e eu chorei."[46] Na Irlanda, a canção estreou no número onze,[47] e depois de uma semana atingiu o pico da parada.[48] A canção atingiu o pico da parada dos Países Baixos em 28 de fevereiro de 2009.[49] A faixa também chegou aos dez primeiros na Áustria, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Noruega, Suécia, Suíça e o top vinte da Bélgica (Flanders e Wallonia) e França.[50] Em todo o mundo a canção já vendeu 7,7 milhões de cópias digitais.[51]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Em 2009 a canção foi indicada ao Grammy Award por Melhor Gravação Dance, mas perdeu para Daft Punk. "Just Dance" também ganhou um Teen Choice Awards pela parceria de Gaga com Colby O'Donis. No International Dance Music Awards a canção ganhou na categoria de Melhor Gravação Pop Dance, e foi indicada por Melhor Videoclipe, tendo a última categoria ganhada em seguida no Q Awards.

Ano Prêmio Categoria Resultado
2009 Grammy Award[52] Melhor Gravação Dance Indicado
Teen Choice Awards[53] Melhor Parceria Venceu
International Dance Music Awards[54] Melhor Canção Pop Dance Venceu
Melhor Videoclipe Indicado
Q Awards[55] Venceu

Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O vídeo musical teve direção a cargo de Melina Matsoukas, e é baseado no conteúdo temático da canção de estar em uma festa.[56] O roteiro visual começa com Gaga chegando com suas dançarinas de fundo em uma festa, que parece ter terminado. Uma das bailarinas liga um rádio, tocando a música pela casa. A multidão da festa parecem estar dormindo em diferentes áreas, e são acordados pela música.[56] Todos começam a dançar, e cenas da festa são intercaladas com rodagens de Lady Gaga dançando seminua em um poncho, com uma bola de discoteca ou em uma pequena piscina de borracha brincando com uma orca inflavél.[56] Ela usa um adesivo em forma de raio-azul sobre seu olho direito, como o da capa do single, que foi uma homenagem a sua ídolo musical David Bowie.[57] O'Donis aparece no vídeo sendo ladeado por várias meninas durante o interlúdio "Quando chego na pista de dança"[56] Akon e Space Cowboy também marcam presença na produção. A MTV News chamou o vídeo de uma ode à "Me Decade".[58] Durante uma entrevista à uma rádio australiana em setembro de 2008, Gaga disse que "O vídeo inteiro é sobre arte performática de estar bêbado em uma festa."[13] Em entrevista à About.com, quando perguntada sobre a experiência de gravar o videoclipe, Gaga explicou:

Apresentações ao vivo[editar | editar código-fonte]

Gaga ao lado de uma Rolls-Royce tocando a introdução generalizada de "Just Dance".

Em julho, ela cantou a música pela primeira vez na competição do Miss Universo 2008 no Vietnã, mais tarde, Lady Gaga cantou a música em muitos programas de televisão nos Estados Unidos. Ela apareceu no Jimmy Kimmel Live!,[60] The Tonight Show with Jay Leno,[61] So You Think You Can Dance[62] e The Ellen DeGeneres Show.[63][64] Na Austrália, ela se apresentou no Sunrise, onde sua performance foi condenada por usar playback. Gaga negou e divulgou um comunicado dizendo "Eu estava doente no dia do show, mas eu tenho 100 por cento de certeza de que estava cantando ao vivo. [...] nunca fiz playback e nunca farei. Até no meu pior dia, nunca farei."[65] No Reino Unido, ela apresentou a música no GMTV. Ela também apresentou o single durante suas sessões do AOL.[66] "Just Dance" foi adicionada ao repertório de sua primeira atração principal The Fame Ball Tour, onde foi realizada antes do bis. Enquanto a apresentação para a versão acústica de "Poker Face" acaba, Gaga saiu do palco e um interlúdio de vídeo chamado "The Face" começa a contar sobre a personagem alternativa de Gaga, Candy Warhol e ensinando a ela a falar.[67] Gaga apareceu no palco usando um vestido em forma de tutu com ombreiras pontudas e peplum. Seus dançarinos estavam vestidos com calças Louis Vuitton Steven Sprouse impressos que combinavam com os sapatos de Gaga.[68] O cenário mudou mostrando luzes de discoteca piscando e Gaga usava seu vídeo-óculos, exibindo a linha "Pop Music Will Never Be Low Brow". Um remix da introdução de "Just Dance" começou e Gaga começou a cantar a canção, enquanto dançava os passos de dança coreografados.[69] Também foi adicionada ao repertório do The Monster Ball Tour, realizada como a segunda música da lista. Após o a abertura da canção "Dance in the Dark", ela amarrou um teclado portátil de jóias de prata no ombro e começou a tocar "Just Dance", enquanto saia dentro de um cubo branco, e a tela de vídeo surgiu. Ela foi levantada em uma plataforma com um keytar por cima do ombro enquanto oito dançarinos em trajes brancos estavam trancados no cubo abaixo dela.[70][71] Em maio de 2011, Gaga apresentou a canção durante o Radio 1's Big Weekend em Carlisle, Cúmbria.[72]

Alinhamento de faixas e formatos[editar | editar código-fonte]

"Just Dance" foi lançada como download digital na Amazon contendo apenas o single como faixa com uma duração máxima de quatro minutos e dois segundos. Nos Estados Unidos foi lançado um CD single com a versão original e três remixes da música,[73] sendo as mesmas faixas lançada para download no Japão.[74] Na Austrália o CD veio com um remix do DJ Trevor Simpson. Na Alemanha foi lançada a versão maxi do CD com quatro faixas sendo elas um remix, a versão instrumental e o videoclipe da canção. Já a versão francesa veio com dois remixes de "Just Dance". No Reino Unido o disco de vinil veio além da versão original um remix da música.[75]

Download digital[76]
N.º Título Duração
1. "Just Dance"   4:02

Créditos[editar | editar código-fonte]

Os créditos seguintes foram adaptados do encarte do álbum The Fame (2008) e do sítio Discogs.[1][77]

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"All Summer Long" por Kid Rock
 Austrália - ARIA Charts
15 de setembro de 2008 - 22 de setembro de 2008
Sucedido por
"So What" por Pink
Precedido por
"I Kissed a Girl" por Katy Perry
 Canadá - Canadian Hot 100
27 de setembro de 2008 - 23 de outubro de 2008
Sucedido por
"So What" por Pink
Precedido por
"Single Ladies (Put a Ring on It)" por Beyoncé
 Estados Unidos - Billboard Hot 100
10 de janeiro de 2009 - 31 de janeiro de 2009
Sucedido por
"My Life Would Suck Without You" por Kelly Clarkson
Precedido por
"Live Your Life" por T.I. com Rihanna
 Estados Unidos - Pop 100
10 de janeiro de 2009 - 14 de fevereiro de 2009
Sucedido por
"Crack a Bottle" por Eminem com Dr. Dre e 50 Cent
Precedido por
"Hallelujah" por Alexandra Burke
 Irlanda - Irish Singles Chart
15 de janeiro de 2009 - 12 de fevereiro de 2009
Sucedido por
"Get on Your Boots" por U2
Precedido por
"Rap das Armas" por Cidinho e Doca
 Países Baixos - Dutch Top 40
28 de fevereiro de 2009 - 14 de março de 2009
Sucedido por
"Miracle" por Ilse DeLange
Precedido por
"Hallelujah" por Alexandra Burke
 Reino Unido - UK Singles Chart
11 de janeiro de 2009 - 31 de janeiro de 2009
Sucedido por
"The Fear" por Lily Allen

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

Em 8 de abril de 2008, "Just Dance" foi lançada em formato físico (CD single) nos Estados Unidos, em 17 de junho no Canadá, sendo em seguida lançada no Reino Unido. No Brasil o single foi distribuído virtualmente em junho do mesmo ano. A primeira parte do extended play (EP) digital de remixes da canção foi lançado na França e em Portugal em 13 de junho e no Canadá em 25 de novembro, e a segunda parte em 4 de novembro na América do Norte. Posteriormente também foi lançado um disco de vinil em 24 de dezembro no Reino Unido e em 6 de janeiro de 2009 nos Estados Unidos.

País Data Formato Gravadora
 Estados Unidos[122] 8 de abril de 2008 CD single Interscope Records
 Brasil[123] 16 de junho de 2008 Download digital Universal Music
 Canadá[124] 17 de junho de 2008 CD single Interscope Records
 França[125] 13 de junho de 2008 EP digital de remixes
 Portugal[126]
 Canadá[127] 25 de novembro de 2008
 Estados Unidos[128] 4 de novembro de 2008 EP digital de remixes parte 2
 Canadá[129]
 Reino Unido[130][131] 24 de dezembro de 2008 CD single, Disco de vinil Polydor Records
 Estados Unidos[132] 6 de janeiro de 2009 Disco de vinil 101 Distribution

Notas

  1. No original: What's going on on the floor? / I love this record, baby but I can't see straight anymore.
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Just Dance».

Referências

  1. a b (2008) Créditos do álbum The Fame por Lady Gaga. Interscope Records.
  2. «Just Dance > Overview». Allmusic (em inglês). Rovi Corporation. 18 de setembro de 2008. Consultado em 17 de outubro de 2009 
  3. «Just Dance ASCAP writer credits» (em inglês). Broadcast Music Incorporated. Consultado em 8 de junho de 2010 
  4. Reporter, Daily (17 de abril de 2009). «Lady GaGa's Poker Face about bisexuality, Just Dance written in 10 minutes». The Daily Telegraph (em inglês). News Limited. Consultado em 28 de abril de 2009 
  5. Madsen, Ben (15 de janeiro de 2009). «Lady GaGa Interview». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 28 de abril de 2009 
  6. Thomson, Graeme (6 de setembro de 2009). «Soundtrack of my life: Lady Gaga». publicado=Guardian News and Media (em inglês). Consultado em 26 de maio de 2010 
  7. Press, Contactmusic (17 de abril de 2009). «'I wrote hit in 10 minutes'». Contactmusic.com (em inglês). Contact Music Ltd. Consultado em 28 de abril de 2009 
  8. «Interview: Lady Gaga». Artistdirect.com (em inglês). ARTISTdirect, Inc. 30 de dezembro de 2009. Consultado em 27 de abril de 2009 
  9. a b c d e Petridis, Alex (9 de janeiro de 2009). «Lady Gaga: The Fame». The Guardian (em inglês). Guardian News and Media. Consultado em 28 de abril de 2009 
  10. a b c d «Lady Gaga – Just Dance» (em inglês). Music Notes. Consultado em 19 de setembro de 2011 
  11. Koski, Genevieve (10 de novembro de 2008). «Lady Gaga:The Fame». The A.V. Club (em inglês). Onion LLC. Consultado em 28 de abril de 2009 
  12. «Just Dance by Lady Gaga Songfacts» (em inglês). Songfacts.com. Consultado em 3 de maio de 2009 
  13. a b Mullally, Una (17 de maio de 2009). «Gaga by name...». Tribune (em inglês). Time Inc. Consultado em 24 de maio de 2009 
  14. a b Norman, Ben (2 de outubro de 2008). «Lady Gaga – 'The Fame'». About.com (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 28 de abril de 2009 
  15. a b Lamb, Bill (3 de outubro de 2008). «Lady GaGa featuring Colby O'Donis – "Just Dance"». About.com (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 28 de abril de 2009 
  16. a b Chisling, Matthew (9 de setembro de 2008). «The Fame [Bonus Track] - Lady Gaga». Allmusic (em inglês). Rovi Corporation. Consultado em 28 de abril de 2009 
  17. a b Kraines, Talia (9 de janeiro de 2009). «Lady GaGa The Fame Review». BBC (em inglês). BBC Online. Consultado em 28 de abril de 2009 
  18. a b Saxberg, Lynn (28 de março de 2009). «Concert Review: Lady Gaga's Fame Ball». The Ottawa Citizen (em inglês). 233 (9). Canwest Publishing Inc. 22 páginas 
  19. a b Sawdey, Evan (12 de janeiro de 2009). «Lady GaGa: The Fame». PopMatters.com (em inglês). PopMatters Media Inc. Consultado em 28 de abril de 2009 
  20. a b Cinquemani, Sal (25 de outubro de 2008). «Lady GaGa: The Fame» (em inglês). Slant Magazine. Consultado em 28 de abril de 2009 
  21. a b du Lac, J. Freedom (28 de outubro de 2008). «'Fame' Isn't Worth Getting GaGa Over». The Washington Post (em inglês). The Washington Post Company. Consultado em 28 de abril de 2009 
  22. Hogwood, Ben (12 de janeiro de 2009). «Lady Gaga – The Fame». MusicOMH (em inglês). OMH LLC. Consultado em 28 de abril de 2009 
  23. «Lady Gaga – Just Dance – Hot Dance Club Play». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media Inc. 9 de junho de 2008. ISSN 0006-2510 
  24. «Lady Gaga – Just Dance – Hot Dance Airplay». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media Inc. 14 de fevereiro de 2006. ISSN 0006-2510 
  25. Cohen, Jonathan (1 de janeiro de 2009). «Beyonce Starts 2009 Atop The Hot 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media Inc. Consultado em 28 de abril de 2009. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2011 
  26. «Lady Gaga – Just Dance – Pop 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media Inc. 4 de abril de 2009. ISSN 0006-2510 
  27. a b Cohen, Jonathan (8 de janeiro de 2009). «Lady GaGa Dances To The Top Of Hot 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media Inc. Consultado em 9 de janeiro de 2009. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2011 
  28. a b c d «Lady Gaga > Charts & Awards > Billboard Singles» (em inglês). Allmusic. Rovi Corporation. Consultado em 5 de abril de 2010 
  29. a b «Lady Gaga – Just Dance RIAA certification». Recording Industry Association of America (em inglês). 9 de dezembro de 2009. Consultado em 12 de março de 2009 
  30. Grein, Paul (11 de maio de 2011). «Week Ending May 8, 2011. Songs: Rolling In The Dough» (em inglês). Yahoo! music. Consultado em 11 de maio de 2011 
  31. «The Nielsen Company & Billboard's 2010 Music Industry Report». Business Wire (em inglês). 6 de janeiro de 2011. Consultado em 17 de janeiro de 2011 
  32. Grein, Paul (16 de fevereiro de 2011). «Week Ending Feb.13, 2011: Gaga's Milestone Hit» (em inglês). Yahoo! Music. Yahoo! Inc. Consultado em 17 de fevereiro de 2011 
  33. «Canadian Hot 100: Week Ending June 7, 2008». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 7 de junho de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  34. a b «Canadian Hot 100: Week Ending August 23, 2008». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 23 de agosto de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  35. a b «CRIA – Gold & Platinum certifications – June 2009» (em inglês). Music Canada. Consultado em 17 de julho de 2009 
  36. «Australian ARIA Singles Chart» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. 27 de julho de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  37. «Australian ARIA Singles Chart» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. 3 de agosto de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  38. a b «Australian ARIA Singles Chart» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Hung Medien. 22 de setembro de 2008. Consultado em 28 da abril de 2009  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  39. a b «ARIA Charts – Accreditations – 2009 Singles» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 29 de abril de 2009 
  40. Eliezer, Christine (16 de março de 2010). «Christie's Music News – Lady GaGa sets new milestone» (em inglês). TheMusic.com.au. Consultado em 5 de abril de 2010. Cópia arquivada em 18 de novembro de 2011 
  41. «New Zealand Top 40» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Hung Medien. 21 de julho de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  42. a b «New Zealand Top 40» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. Hung Medien. 11 de agosto de 2008. Consultado em 28 de abril de 2009 
  43. a b «Chart#1654 Just Dance – RIANZ certification» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand. 2 de fevereiro de 2009. Consultado em 29 de abril de 2009 
  44. «UK Singles Chart: Archive Date January 10, 2009» (em inglês). The Official Charts Company. 10 de janeiro de 2009. Consultado em 28 de abril de 2009 
  45. a b «UK Singles Chart: Archive Date January 17, 2009» (em inglês). The Official Charts Company. 17 de janeiro de 2009. Consultado em 28 de abril de 2009 
  46. Wrenn, Eddie (16 de janeiro de 2009). «Now zany Lady GaGa turns to Minnie Mouse for inspiration as she twists her locks into a giant bow». Daily Mail (em inglês). Associated Newspapers. Consultado em 21 de abril de 2010 
  47. «Irish Singles Chart» (em inglês). Irish Recorded Music Association. 1 de janeiro de 2009. Consultado em 28 de abril de 2009 
  48. a b «Irish Singles Chart» (em inglês). Irish Recorded Music Association. 15 de janeiro de 2009. Consultado em 28 de abril de 2009 
  49. a b «Nederlandse Top 40 – week 9 – 2009». Radio 538 (em holandês). Top 40. Consultado em 16 de fevereiro de 2011 
  50. a b c d e f g h i j k «Just Dance in the world charts» (em alemão). Ultratop 50. Hung Medien. Consultado em 28 de abril de 2009 
  51. «Digital Music Sales Around The World» (PDF) (em inglês). International Federation of the Phonographic Industry. 21 de janeiro de 2010. 10 páginas. Consultado em 22 de janeiro de 2010 
  52. Sisario, Ben (23 de novembro de 2009). «Nope, Lady Gaga Is Still Ineligible for Best New Artist Grammy». The New York Times (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 7 de dezembro de 2009 
  53. «Teen Choice Awards 09 Official Winners List». Bob Bain Productions. Consultado em 2 de julho de 2011 
  54. «2009 International Dance Music Awards at WMC – Winners Announced» (em inglés). About.com. Consultado em 2 de julho de 2011 
  55. «Lady Gaga won Q Awards 2009». Qthemusic.com (em inglês). Q Magazine. 26 de outubro de 2009. Consultado em 2 de julho de 2011 
  56. a b c d «Lady Gaga – Just Dance Music Video» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  57. «Lady Gaga – Transmission Gaga-vision: Episode 31». Interscope Records (em inglês). LadyGaga.com. 27 de janeiro de 2009. Consultado em 10 de fevereiro de 2009 
  58. Harris, Chris; Stolz, Kim (9 de junho de 2008). «Lady GaGa Brings Her Artistic Vision Of Pop Music To New Album». MTV (em inglês). MTV Networks. Consultado em 28 de abril de 2009 
  59. Slomowicz, DJ Ron (10 de junho de 2008). «Interview with Lady Gaga». About.com (em inglês). The New York Times Company. Consultado em 28 de abril de 2009 
  60. «Lady Gaga – Just Dance Jimmy Kimmel Live» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  61. «Lady Gaga – Just Dance The Tonight Show With Jay Leno» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  62. «Lady Gaga – Just Dance So You Think You Can Dance» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  63. «Lady Gaga – Just Dance Ellen DeGeneres Show» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  64. «Miss Venezuela is Miss Universe 2008». Times of India (em inglês). Bennett Coleman & Co. Ltd. 14 de julho de 2008 
  65. «Lady Gaga denies lip-synching on Channel 7's Sunrise». The Daily Telegraph (em inglês). News.com.au. 30 de setembro. Consultado em 28 de abril de 2009  Verifique data em: |data= (ajuda)
  66. «Lady Gaga – Just Dance AOL Sessions» (em inglês). Interscope Records. Consultado em 28 de abril de 2009 
  67. Downing, Andy (26 de março de 2009). «Lady GaGa delights». Chicago Tribune (em inglês). Tribune Company. Consultado em 28 de abril de 2009 
  68. Abraham, Tamara (24 de maio de 2009). «Madonna and Cyndi Lauper take style notes as Lady Gaga parades latest leotards in concert». Daily Mail (em inglês). Associated Newspapers. Consultado em 13 de maio de 2009 
  69. McConell, Donna (13 de março de 2009). «Bubble wrap! Lady GaGa swaps her leotard for a clear plastic dreamcoat». Daily Mail (em inglês). Associated Newspapers Ltd. Consultado em 28 de abril de 2009 
  70. Stevenson, Jane (29 de novembro de 2009). «Lady Gaga puts on a Monster show». Toronto Sun (em inglês). Sun Media Corporation. Consultado em 30 de novembro de 2009 
  71. Dunlevy, T'Cha (28 de novembro de 2009). «Concert review: Lady Gaga romances Bell Centre crowd, Nov. 27». The Gazette (em inglês). Canwest. Consultado em 28 de novembro de 2009 
  72. Sperling, Daniel (16 de maio de 2011). «Lady GaGa closes Radio 1's Big Weekend» (em inglês). Digital Spy. Consultado em 16 de maio de 2011 
  73. a b «Lady Gaga – Just Dance» (em inglês). Amazon. Consultado em 15 de agosto de 2010 
  74. a b «Lady Gaga – Just Dance» (em japonês). Mora.jp. 25 de junho de 2008. Consultado em 3 de maio de 2009 
  75. a b c d e «Just Dance Tracklisting» (em inglês). Ultratop.de. Consultado em 17 de agosto de 2009 
  76. «Eh, Eh (Nothing Else I Can Say) – Lady Gaga». Amazon (em inglês). Amazon.com. 2 de fevereiro de 2009. Consultado em 29 de dezembro de 2008 
  77. «Lady Gaga - The Fame - Discogs». Discogs (em inglês). Consultado em 9 de julho de 2011 
  78. «Chartverfulgong > Lady Gaga featuring Colby O' Donis > Just Dance» (em alemão). Media Control Charts. Musicline.de. Consultado em 7 de junho de 2009 
  79. «Adult Contemporary» (em inglês). Consultado em 5 de abril de 2010 
  80. «Rádiós Top 40 játszási lista – 2009. 25. hét» (em húngaro). Mahasz. Consultado em 4 de junho de 2011 
  81. «ビルボード邦楽チャートTOP20». Billboard Japan (em japonês). Hanshin Contents Link. 1 de junho de 2009. Consultado em 28 de maio de 2009 
  82. «RADIO TOP100 Oficiální – Czech Republic». International Federation of the Phonographic Industry (em cz). IFPIcr.cz. 26 de dezembro de 2008. Consultado em 23 de agosto de 2010 
  83. «Lady GaGa Album & Song Chart History – European Hot 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. Consultado em 1 da abril de 2010  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  84. «TARIA Chart Sales - ARIA End of Decade Singles/Top 100» (PDF). Australian Recording Industry Association (em inglês). Australian Recording Industry Association Ltd. 31 de dezembro de 2009 
  85. «Radio1 Decade End UK Singles». BBC (em inglês). BBC Online. 30 de dezmbro de 2009. Consultado em 12 de janeiro de 2010  Verifique data em: |data= (ajuda)
  86. «The Billboard Hot 100 Decade End Charts». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 31 de dezembro de 2009 
  87. «Gold and Platinum Certifications – Singles – 2010» (em alemão). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 12 de agosto de 2010 
  88. «Gold and Platinum Certifications – Singles – 2010» (em francês). Ultratop. Hung Medien. Consultado em 12 de agosto de 2010 
  89. «Top 50 28.09.2009 al 04.10.2009» (PDF) (em espanhol). Productores de Música de España. Consultado em 8 de dezembro de 2010 
  90. «Digital sales certification in February, 2010» (em japonês). Recording Industry Association of Japan. 22 de março de 2010. Consultado em 12 de setembro de 2010 
  91. «レコード協会調べ 2月度有料音楽配信認定 <略称:2月度認定>». RIAJ. 20 de fevereiro de 2011. Consultado em 21 de fevereiro de 2011 
  92. «IFPI Norsk platebransje – Trofeer» (em inglês). IFPI Norway. 2009. Consultado em 22 de julho de 2010 
  93. «BPI – searchable database» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 11 de janeiro de 2010 
  94. «IFPI Sweden – Guld & Platina – År 2009» (PDF) (em sueco). International Federation of the Phonographic Industry. 10 de junho de 2009. Consultado em 11 de abril de 2010 
  95. «Swiss Certifications – Awards 2009». International Federation of the Phonographic Industry (em alemão). Hung Medien. Consultado em 22 de julho de 2010 
  96. «Top 100 Single-Jahrescharts 2008» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 4 de março de 2017 
  97. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Singles 2008» (em inglês). ARIA Charts. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  98. «Jahreshitparade Singles 2008» (em inglês). Ö3 Austria Top 40. Consultado em 4 de março de 2017 
  99. «Jaaroverzichten 2008» (em holandês). Ultratop 50. Consultado em 4 de março de 2017 
  100. «Canadian Hot 100 Year End 2008» (em inglês). Canadian Hot 100. Consultado em 4 de março de 2017 
  101. «Dance Club Songs Year End 2008» (em inglês). Hot Dance Club Songs. Consultado em 4 de março de 2017 
  102. «Disque en France» (em francês). Disque en France. 6 de julho de 2010. Consultado em 19 de julho de 2010 
  103. «Top Selling Singles of 2008» (em inglês). NZ Top 40 Singles. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  104. «Årslista Singlar – År 2008» (em sami do norte). Sverigetopplistan. Consultado em 23 de fevereiro de 2017 
  105. «Top 100 Single-Jahrescharts 2009» (em alemão). Media Control Charts. Consultado em 4 de março de 2017 
  106. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Singles 2009» (em inglês). Australian Recording Industry Association. Consultado em 9 de janeiro de 2010 
  107. «Jaaroverzichten 2009 (Flanders)» (em holandês). Ultratop. Consultado em 26 de dezembro de 2009 
  108. «Ultratop Belgian Charts» (em francês). ultratop.be. 13 de julho de 2010. Consultado em 19 de julho de 2010 
  109. «Charts Year End: Canadian Hot 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 19 de dezembro de 2009. Consultado em 23 de dezembro de 2009 
  110. «Danish Year-end chart» (PDF) (em dinamarquês). Tracklisten. Consultado em 21 de abril de 2010 
  111. «Chart: PROMUSICAE 2009» (PDF) (em espanhol). PROMUSICAE. Consultado em 4 de fevereiro de 2010 
  112. «Charts Year End: The Billboard Hot 100». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 19 de dezembro de 2009. Consultado em 23 de dezembro de 2009 
  113. «Éves összesített listák - MAHASZ Rádiós TOP 100 (súlyozott)». Mahasz (em húngaro). Mahasz 
  114. «Best of 2009» (em inglês). IRMA. Consultado em 13 de julho de 2010 
  115. Steffen Hung. «Dutch charts portal» (em holandês). dutchcharts.nl. Consultado em 19 de julho de 2010 
  116. Yates, Reggie (31 de dezembro de 2009). «Chart of the Year 2009» (PDF). Chart Plus (em inglês). BBC Online. Consultado em 5 janeiro de 2010 
  117. «Årslista Singlar – År 2009» (em sueco). Swedish Recording Industry Association. Consultado em 9 de outubro de 2010 
  118. «2009 Year End Swiss Singles Chart» (em alemão). Swiss Music Charts. 2009. Consultado em 16 de julho de 2010 
  119. «Charts Year End: European Hot 100 Singles». Billboard (em inglês). Nielsen Business Media, Inc. 19 de dezembro de 2009. Consultado em 23 de dezembro de 2010 
  120. «2009 Year End Austrian Singles Chart» (em alemão). Ö3 Austria Top 40. 2009. Consultado em 16 de julho de 2010 
  121. «UK Year-End Charts 2010» (PDF) (em inglês). The Official Charts Company. ChartsPlus. Consultado em 22 de junho de 2011 
  122. «Lady Gaga –Just Dance Single» (em inglês). LadyGaga.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  123. «Lady Gaga - Just Dance - Músicas - Terra Sonora». Terra Sonora. Consultado em 25 de setembro de 2011 
  124. «Just Dance (1+ Tracks) (Single)» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  125. «Just Dance (Remixes) (feat. Colby O'Donis) - EP» (em francês). iTunes. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  126. «Just Dance (Remixes) (feat. Colby O'Donis) - EP». iTunes. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  127. «Just Dance (Remixes) (feat. Colby O'Donis) - EP» (em inglês). iTunes. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  128. «Just Dance (Remixes, Pt. 2) - EP - USA» (em inglês). iTunes. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  129. «Just Dance (Remixes, Pt. 2) - EP - Canada» (em inglês). iTunes. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  130. «Lady Gaga – Just Dance» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  131. «Just Dance (7" VINYL)» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 5 de setembro de 2010 
  132. «Just Dance (7-inch single) (Vinyl)» (em inglês). Amazon.com. Consultado em 5 de setembro de 2010