Miss Universo 2008

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Universo 2008
Miss Universe 08 Logo.jpg
Data 13 de Julho de 2008
Apresentadores NBC: Jerry Springer e Melanie Brown (transmissão oficial);

Band: Renata Fan (apresentação), Adalgisa Colombo e Evandro Hazzy (comentários)
TNT: Leila Schuster (transmissão para o Brasil)

Local Crown Convention Center, Diamond Bay Resort, Nha Trang, Vietnã
Atrações musicais Lady GaGa (Just Dance, durante os trajes de banho) e músicas de Mika (Love Today, abertura em trajes típicos) e Robin Thicke (Magic, prova de trajes de gala)
Candidatas 80
Semifinalistas 15
Estreias Kosovo
Desistências Barbados, Belize, Bulgária, Ilhas Virgens Americanas, Guiana, Líbano, Santa Lúcia e Zâmbia
Retornos Gana, Guam, Ilhas Cayman, Irlanda, Países Baixos, Reino Unido, Sri Lanka, Trinidad e Tobago, Turquia e Vietnã
Vencedora Dayana Mendoza
Top 5 do Miss Universo 2008:Taliana Vargas (COL), Dayana Mendoza (VEN), Marianne Cruz (DOM), Elisa Najera (MEX) e Vera Krasova (RUS), a única não-latina.

Miss Universo 2008 foi a 57ª edição do concurso, realizada no dia 13 de julho no Crown Convention Center do Diamond Bay Resort, em Nha Trang, Vietnã. Oitenta candidatas de todo mundo concorreram ao título, conquistado pela venezuelana Dayana Mendoza, o quinto deste país. Esta foi a primeira grande produção norte-americana realizada no país desde a Guerra do Vietnã e a primeira edição do Miss Universo num país oficialmente comunista.

Transmitido internacionalmente em inglês pela NBC e em espanhol pela Telemundo,além da geração local pela VTV para mais de 180 países, foi visto por cerca de 1 bilhão de pessoas pela televisão e 7.500 ao vivo, que lotaram o Crown Convention Center.A final do concurso começou as 8h da manhã no Vietnã, para que a transmissão ao vivo começasse às 21:00 da costa leste dos Estados Unidos, do outro lado do mundo,o chamado "prime time" da televisão.[1] O governo vietnamita investiu cerca de US$20 milhões de dólares no evento, incluindo US$7 milhões na construção do centro de convenções no complexo hoteleiro de Diamond Bay, para promover o turismo estrangeiro ao país.[2]

Escolha da cidade-sede[editar | editar código-fonte]

Na coletiva realizada após a coroação de Riyo Mori como Miss Universo 2007, Donald Trump anunciou que três cidades estavam na disputa para receber o concurso do ano seguinte, Pequim, Tóquio e Moscou [3]. No entanto, em agosto representantes da Miss Universe Organization visitaram outras cidades candidatas, entre elas Dubai e Hanói. No mês seguinte, autoridades de Nha Trang, no Vietnã, apresentaram sua proposta oficial para receber o concurso de 2008 e a cidade foi confirmada como sede em 27 de novembro de 2007 pelo site oficial da organização. O país estava ausente do concurso há 3 anos. Numa situação semelhante, Taiwan retornou ao concurso em 1988 após 24 anos de hiato, quando foi escolhida como sede daquela edição.

Esta foi a nona edição do Miss Universo realizada na Ásia, a primeira realizada no Vietnã e a primeira em um país de governo socialista. Antes, o evento foi realizado em Manila por duas vezes em 1974 e 1994, Bangcoc também por duas vezes, em 1992 e 2005, Victoria City em 1976, Seul em 1980, Singapura em 1987 e Taiwan em 1988.

Evento[editar | editar código-fonte]

Toda a competição durou quase 30 dias, em que as candidatas visitaram diversas cidades do país como a capital Ho Chi Min, Da Nang, Hanói e outras, fazendo desta uma das mais longas edições do Miss Universo.[4] O evento se caracterizou por uma grande e rica produção, com um enorme palco colorido e elegante e a apresentação de um documentário sobre o Vietnã atual, cosmopolita, tradicional e agrícola ao mesmo tempo, com seus bem preservados templos budistas antigos e magníficos terraços, que foram recuperados após o fim da Guerra do Vietnã que havia se encerrado mais de três décadas antes. Miss Venezuela Dayana Mendoza foi eleita a favorita dos analistas e das casas de aposta desde o momento em que desembarcou em Nha Trang, por sua beleza, simpatia e porte. [1]

O Top 15, com várias surpresas baseado nos favoritismos iniciais, foi formado com Venezuela, Colômbia – com a também favorita Taliana Vargas – República Dominicana, Itália, Rússia,a estreante Kosovo, Espanha, EUA, Austrália, México, Japão, África do Sul, Vietnã, Hungria e República Tcheca, com as cinco últimas deixando a competição no próximo corte, [5] depois de um desfile em traje de banho com direito a show de uma ainda desconhecida Lady Gaga,sendo esta a sua primeira aparição na televisão a nível internacional. Depois da Miss USA Crystle Stewart tropeçar em seu vestido de noite caindo na passarela, exatamente como sua antecessora Rachel Smith em 2007 na Cidade do México e com isso perdendo todas as chances de avançar,[1] o Top 5 foi formado por quatro latinas – Venezuela, Colômbia, México, República Dominicana – e uma única europeia, Vera Krasova, terceira colocada no Miss Rússia,[4] enviada ao Miss Universo depois que a vencedora do concurso nacional, Ksenia Sukhinova, desistiu de competir por causa dos estudos finais na universidade, preferindo ir ao Miss Mundo do ano seguinte, que venceria quatro meses depois.[6]

Num certo momento, após os desfiles de traje de noite, parecia que os jurados e o público começavam a se inclinar pela colombiana Taliana ao invés da superfavorita Mendoza, mas sua personalidade esfuziante e a naturalidade de suas respostas na pergunta final viraram novamente o jogo. Depois de um desfile final de despedida de Riyo Mori, a Miss Universo 2007, usando um smoking feminino,algo que aconteceu pela primeira vez na história, a Miss México Elisa Nájera ficou em 5º lugar, a russa Krasova em 4º e a Miss República Dominicana Marianne Cruz em 3º, deixando a venezuelana Mendoza e a colombiana Taliana sozinhas de mão dadas no palco. O anúncio da vencedora em seguida fez a Colômbia amargar pela quarta vez um segundo lugar no Miss Universo[7] e deu a Dayana Mendoza a coroa e o quinto título de seu país no concurso, doze anos após a vitória de Alicia Machado em 1996.[1]

Considerada a terceira mais bela Miss Universo de todos os tempos pelos portais internacionais de concursos de beleza, Dayana Mendoza foi uma miss de grande carisma durante seu reinado e é lembrada como tendo feito um grande trabalho pela Miss Universe Organization.[4]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Dayana Mendoza, Miss Universo 2008
Colocação Candidata País
Miss Universo 2008 Dayana Mendoza  Venezuela
2º lugar Taliana Vargas  Colômbia
3º lugar Marianne Cruz República Dominicana
4º lugar Vera Krasova  Rússia
5º lugar Elisa Nájera  México
Semifinalistas (Top 10): Zana Krasniqi
Claudia Moro
Crystle Stewart
Claudia Ferraris
Laura Dundovic
Kosovo
Flag of Spain.svg Espanha
 Estados Unidos
 Itália
 Austrália
Semifinalistas (Top 15): Eliška Bučková
Jázmin Dammak
Tansey Coetzee
Hiroko Mima
Nguyễn Thùy Lâm
República Checa República Tcheca
 Hungria
África do Sul
 Japão
Flag of Vietnam.svg Vietnã
Premiações especiais
Miss Simpatia Rebecca Moreno El Salvador
Melhor Traje Típico Gavintra Photijak  Tailândia
  • O tradicional prêmio de Miss Fotogenia não foi entregue este ano. [1]

Jurados [1][editar | editar código-fonte]

  • Jennifer HawkinsMiss Universo 2004
  • Roberto Cavalli – estilista italiano
  • Nadine Velazquez – atriz da série de televisão My Name is Earl
  • Louis Licari – cabeleiro de celebridades
  • Donald Trump Jr. – vice-presidente executivo da Trump Organization
  • Nguyen Cong Che – jornalista vietnamita
  • Joe Cinque – presidente da American Academy of Hospitality Sciences
  • Taryn Rose – estilista de sapatos
  • Eesha Koppikhar – atriz e cantora indiana

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Em negrito, a candidata eleita Miss Universo 2008. Em itálico, as semifinalistas.[8]

  • ↑i A partir deste ano a candidata britânica passou a competir com a faixa de Grã-Bretanha, após a recompra da franquia do Miss Universo no Reino Unido pela agência de modelos galesa Vibe Models, que criou o Miss Universe GB, exclusivamente para escolher uma candidata do país ao Miss Universo. Até 1990 as candidatas britânicas eram três, concorrendo como Inglaterra, Escócia e País de Gales; entre 1991 e 2006 uma única candidata competia como Reino Unido.[9]

Referências

  1. a b c d e f «Venezuela wins fifth crown». Critical Beauty. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  2. Latif, Adrees. «Venezuelan Mendoza crowned Miss Universe». Reuters. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 
  3. Último Segundo, 29-05-2007
  4. a b c «Miss Universe 2008 Dayana Mendoza». GlobalBeauties. Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  5. «Venezuelana vence o Miss Universo». UOL Notícias. Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  6. «History 2008». Miss World Organization. Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  7. «How The Newly Crowned Miss Universe Would Like To Help Colombia». huffingtonpost.com. Consultado em 9 de fevereiro de 2015 
  8. «2008». pageantopolis. Consultado em 1 de fevereiro de 2015 
  9. «Hall of Fame». Miss Universe GB. Consultado em 8 de fevereiro de 2015 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]