Miss Universo 1954

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Universo 1954
Data 24 de julho de 1954
Apresentadores Bob Russell
Local Long Beach Auditorium, Long Beach, Califórnia, Estados Unidos
Candidatas 33
Semifinalistas 16
Estreias Argentina, Brasil, Costa Rica, El Salvador, Honduras, Coreia, Nova Zelândia, Singapura, Tailândia, Índias Ocidentais
Retiradas Dinamarca, Havaí, África do Sul, Suíça, Venezuela
Retornos Chile, Hong Kong, Israel
Vencedora Miriam Stevenson
 Estados Unidos

Miss Universo 1954 foi a terceira edição do concurso Miss Universo, realizada em 24 de julho de 1954 no Long Beach Municipal Auditorium, em Long Beach, Califórnia, nos Estados Unidos. Candidatas de 33 países e territórios competiram pelo título. No final do evento, a Miss Universo 1953, Christiane Martel, da França, coroou a estadunidense Miriam Stevenson como sua sucessora.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Colocação Candidata
Miss Universo 1954
2.ª colocada
3.ª colocada
4.ª colocada
5.ª colocada
Top 16

Prêmios especiais[editar | editar código-fonte]

Miss Simpatia[editar | editar código-fonte]

Garota Popular[editar | editar código-fonte]

  • Vencedora:  Brasil — Martha Rocha.

↑i A grega Efi Andoroulakakis, que conquistou o Miss Simpatia, foi a segunda colocada no concurso nacional de seu país e enviada ao MU quando a vencedora do Miss Grécia, Rika Diallina, não conseguiu entrar nos EUA por problemas no visto do passaporte. Após a questão ser resolvida, Diallina se apresentou em Long Beach e Efi retirou-se, não sem antes ganhar o prêmio especial, que é dado pelos votos das outra concorrentes antes da realização da final.[1]
↑i Como o Miss USA era realizado junto com o Miss Universo até 1964 — a vencedora participava do Miss Universo na noite seguinte representando os Estados Unidos — as candidatas dos dois eventos eram elegíveis conjuntamente para os prêmios especiais.

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Em negrito, a candidata eleita Miss Universo 1954. Em itálico, as semifinalistas.

Polêmica[editar | editar código-fonte]

Duas polegadas a mais[editar | editar código-fonte]

Esta edição marcou a primeira participação do Brasil, com a baiana Martha Rocha, a primeira Miss Brasil, que ficou em segundo lugar. Considerada o mais bonito rosto do concurso, favorita absoluta entre os 200 jornalistas e fotógrafos do mundo todo presentes em Long Beach, Martha teria perdido a coroa por causa de duas polegadas a mais nos quadris, acima das medidas exatas requeridas na época. [2]

Miriam e Martha teriam terminado empatadas em pontos após a votação final dos juízes e o resultado persistiu numa segunda votação tentando o desempate. Como a marca de trajes de banho Catalina era a principal patrocinadora do concurso nesta época, a decisão acabou sendo pela que fazia a melhor figura em maiô. Miriam teria sido escolhida por ter as medidas dos quadris mais próximas do padrão de beleza americana da Catalina. Mas na verdade a história das duas polegadas foi uma invenção de jornalista João Martins da Revista "O Cruzeiro" do Rio de Janeiro para consolar o orgulho brasileiro. Tudo foi combinado com os demais jornalistas brasileiros que estavam em Long Beach. A própria Martha autorizo a versão, conforme consta de sua autobiografia.

A verdade é que já no desfile em carro aberto pelas ruas de Long Beach e na bolsa de apostas, a brasileira era disparado a candidata preferida. Quando a americana foi declarada vencedora,os próprios americanos vaiaram a escolha, tamanha era a torcida por Martha Rocha. O fato consta no livro biográfico da brasileira.

Stevenson, uma miss da Carolina do Sul que venceu o Miss USA – disputado conjuntamente e com a final um dia antes do MU – e depois as concorrentes internacionais, conquistou a coroa na primeira das mais controversas e polêmicas decisões da história do concurso até hoje.[3] Depois de seu ano de reinado, ela tornou-se apresentadora da televisão americana e fez relativo sucesso como modelo e em comerciais de televisão até meados da década de 70.

Referências

  1. «1954». pageantopolis.com. Consultado em 4 de julho de 2011. Arquivado do original em 7 de fevereiro de 2012 
  2. «Judges are hep to hips». The Miami News. Consultado em 4 de julho de 2011 
  3. «Miss Universe 1954 -Miriam Stevenson». globalbeauties.com. Consultado em 4 de julho de 2011. Arquivado do original em 13 de julho de 2011 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]