Tribalistas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o álbum homônimo, veja Tribalistas (álbum de 2002). Para o segundo álbum homônimo, veja Tribalistas (álbum de 2017). Para o álbum de vídeo homônimo, veja Tribalistas (álbum de vídeo de 2017). Para o tipo de organização tribal, veja Tribalismo.
Tribalistas
Arnaldo Antunes.jpg
Carlinhos Brown 2007.07.35 014.jpg
Marisa Monte, Universo particular 1.jpg
Os Tribalistas durante suas respectivas turnês.
Informação geral
Origem Salvador e Rio de Janeiro
País  Brasil
Gênero(s) MPB
Pop
Rock
Samba
Período em atividade 2002–2004, 2017–atualmente
Gravadora(s) EMI

Phonomotor Records
Universal Music

Afiliação(ões) Cézar Mendes
Dadi
Pedro Baby
Pretinho da Serrinha
Margareth Menezes
Integrantes Arnaldo Antunes
Carlinhos Brown
Marisa Monte
Página oficial www2.uol.com.br/tribalistas/

Tribalistas é um trio musical e supergrupo brasileiro de MPB composto por Arnaldo Antunes, Carlinhos Brown e Marisa Monte. Tal reunião resultou no primeiro álbum homônimo lançado no Brasil em 2002 pela gravadora Phonomotor Records com distribuição nacional e internacional da EMI e no exterior lançando em 2003. O álbum vendeu mais de 1,5 milhão cópias somente no Brasil. No total, o álbum vendeu mais de 2,1 milhões de cópias.

Recebeu cinco indicações para o Grammy Latino em 2003, ganhando um. Algumas faixas do CD/DVD foram remasterizadas e fizeram muito sucesso na Europa.

O curioso é que o trio nunca se apresentou junto e nunca fizeram uma grande turnê, com três raras exceções: Grammy Latino, no DVD Ao Vivo no Estúdio, de Arnaldo Antunes, e a terceira aberta ao público no Sarau do Brown.[1] Marisa Monte é única que cantou várias músicas do grupo na turnê mundial "Universo Particular" e na turnê pelo Brasil "Verdade, Uma Ilusão".

Após 15 anos sem uma reunião, o trio anunciou o segundo álbum, lançado em 25 de agosto de 2017.

História[editar | editar código-fonte]

O início[editar | editar código-fonte]

Assim como a formação do grupo, o álbum não surgiu repentinamente. Tudo começou quando Marisa Monte foi gravar uma participação no disco que Arnaldo estava fazendo, produzido por Brown. O grupo ficou junto por uma semana e resolveu fazer algumas músicas, embora não pensassem em gravar um disco juntos.

Para eles, o Tribalistas não era um projeto, era um sonho, um desejo que cada um tinha. Quando o grupo saiu da Bahia já se tinha um repertório que podia ser gravado pelos três juntos. E então, depois de muitas reuniões, decidiram-se por lançar um CD com um DVD incluso.

O nome do grupo veio de uma música composta pelo grupo que recebeu o título de "Tribalistas". Um nome que vem de "tri" (três integrantes), de tribo. A canção foi feita já com esta ideia.[carece de fontes?]

O álbum[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tribalistas (álbum)

O álbum foi gravado secretamente em treze dias, um para cada canção, na casa de Marisa no Rio. Seu DVD apresenta a gravação das treze faixas do álbum além de diálogos do trio no estúdio, entre uma faixa e outra. Margareth Menezes, cantora baiana, participou do álbum, interpretando a canção "Passe em Casa", de sua autoria em parceria com o trio.

Joga Arroz[editar | editar código-fonte]

"Joga Arroz"
Canção de Tribalistas
Lançamento Brasil Manhã de 29 de maio de 2013[2]
Duração 1:12
Composição Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown

"Joga Arroz" é uma canção lançada na manhã de 29 de maio de 2013 por Tribalistas, mas a canção não pertence a nenhum álbum musical, existe também uma versão remix de Joga Arroz.

A letra da canção foi composta por Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown, a letra é em apoio ao casamento entre pessoas de mesmo sexo e sendo a canção tema da Campanha Nacional pelo Casamento Civil Igualitário do político Jean Wyllys (do PSOL-RJ), o Conselho Nacional de Justiça já tinha regulamento o casamento homossexual, mas faltava o Congresso aprovar.[3]

Dizia o seguinte o site da campanha;

'Para sensibilizar os deputados, senadores e a sociedade brasileira em nome da liberdade de amar'[4][5]

A canção ficou disponível aos ouvintes nos site da campanha do político Jean Wyllys, no site de Marisa Monte e também no site de Arnaldo Antunes as 10 horas da manhã de 29 de maio de 2013[6] também a canção ficou disponível para download no na página do Sound Clound de Marisa Monte.[7]

O retorno[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Tribalistas (álbum de 2017)

Em abril de 2017, uma nota do jornal O Globo informava que, no mês anterior, o trio havia se reunido para compor novas canções.[8]

Em agosto de 2017 anunciam um novo álbum de mesmo nome, integrado por dez canções inéditas, disponibilizado em todas as plataformas no dia 25 de agosto junto ao seu respectivo DVD, com cenas dos bastidores e diálogos durante as gravações das faixas presentes no CD.[9] Este álbum lidera com 4 músicas inéditas: Aliança, Diáspora, Um Só e Fora da Memória.[10]

Membros da banda[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

CDs[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas Certificações
BRA FRA ITA POR SUI
2002 Tribalistas 1 39 2 1 90
  • mundo: 3.500.000
  • Brasil: 2.300.000
  • Espanha: 160.000
  • Itália: 210.000
  • Portugal: 160.000
  • Brasil: Diamante
  • Espanha: 2× Platina
  • Itália: 3× Platina
  • Portugal: 4× Platina
2017 Tribalistas 1 67 30 1
  • Brasil: 50.000
  • Brasil: Ouro

DVDs[editar | editar código-fonte]

Ano Detalhes do Álbum Melhores posições Vendas Certificações
BRA
2002 Tribalistas 1
  • Brasil: 100.000
  • Brasil: Platina
2017 Tribalistas 4
  • Brasil: 40.000
  • Brasil: Ouro

Singles[editar | editar código-fonte]

Lista de singles, com posições nas paradas selecionadas
Canção Ano Melhores posições Álbum
BRA EUR FRA ITA HOL POR SUI
Já Sei Namorar 2002 1 56 84 46 34 2 75 Tribalistas
Velha Infância 2003 1
É Você 2004 8
Joga Arroz 2013 Single
Aliança 2017 1 93 Tribalistas
Diáspora 2 41
Um Só 3 139
Fora da Memória 4 117
Canções em novelas da Rede Globo
Ano Canção Novela Tema do(s) Personagem(s) Nota
2003 Velha Infância Mulheres Apaixonadas Tema de Cláudio e Edwiges (Erik Marmo e Carolina Dieckmann)
2004 É Você Da Cor do Pecado Tema de Moa (Alinne Moraes)
Canção em novela do SBT
Ano Canção Novela Tema do(s) Personagem(s) Nota
2013 Velha Infância Chiquititas Tema de Carol e Júnior (Manuela do Monte e Guilherme Boury) Alguns capítulos

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio[11] Categoria Trabalho Resultado
2002 APCA "Melhor CD" "Tribalistas" Venceu
Troféu Imprensa "Melhor Grupo"
"Melhor Música" "Já Sei Namorar"
2003 Grammy Latino "Gravação do Ano" Indicação
"Melhor Canção Brasileira"
"Álbum do Ano" "Tribalistas"
"Melhor Engenharia de Gravação para um Álbum " "William Jr., Antoine Midani & Alê Siqueira"
"Melhor Álbum Pop Contemporâneo Brasileiro" "Tribalistas" Venceu
EMI Portugal "CD Mais Vendido da História da EMI"
Festivalbar "Prêmio Internacional"
Italian Music Awards "Artista Revelação"
Prêmio Amigo "Melhor Álbum Latino"
Prêmio Austregésilo de Athaide "Melhor CD"
Prêmio Multishow de Música Brasileira
"Melhor DVD"
"Melhor Música" "Já Sei Namorar"
Prêmio Ondas "Melhor Grupo Latino" "Tribalistas"
Prêmio TIM "Melhor Grupo MPB"

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]