Vilson Pedro Kleinübing

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde setembro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Vilson Pedro Kleinübing
Senador por  Santa Catarina
Período 1 de fevereiro de 1995 até 23 de outubro de 1998
24.° Governador de  Santa Catarina
Período 15 de março de 1991 até 6 de abril de 1994
Antecessor Casildo Maldaner
Sucessor Antônio Carlos Konder Reis
Prefeito de Blumenau
Período 1 de janeiro de 1989 até 31 de dezembro de 1990
Antecessor Dalto dos Reis
Sucessor Victor Fernando Sasse
Deputado Federal por  Santa Catarina
Período 1983 até 1987
Dados pessoais
Nascimento 9 de setembro de 1944
Montenegro, RS
Morte 23 de outubro de 1998 (54 anos)
Florianópolis, SC
Progenitores Mãe: Carmelina Pontin Kleinübing
Pai: Waldemar Kleinübing
Cônjuge Vera Karam Kleinubing
Filhos
Partido PFL
Profissão Político

Vilson Pedro Kleinübing (Montenegro, 9 de setembro de 1944Florianópolis, 23 de outubro de 1998) foi um político brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Montenegro, no Rio Grande do Sul, era filho de Waldemar Kleinübing e Carmelina Pontin Kleinübing. Ele se formou em engenharia mecânica pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, engenharia econômica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), administração de empresas pela UFSC e finanças industriais pela UFSC.

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Foi deputado federal de 1983 a 1987, prefeito de Blumenau de 1989 a 1990, governador de Santa Catarina de 1991 a 1994 e senador de 1995 a 1998. Em sua vida pública, exerceu ainda os cargos de secretário de Agricultura e Abastecimento de Santa Catarina.

Kleinübing era vice-líder do governo no Senado e um dos mais ativos senadores na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE). Sua atuação na CPI dos Títulos Públicos também evidenciou a preocupação com o zelo na fiscalização do endividamento público de estados e municípios, uma das principais competências do Senado Federal. Vilson Kleinübing era casado com Vera Maria Karam Kleinübing e teve três filhos: João Paulo, Eduardo e Diogo.

Morte[editar | editar código-fonte]

O senador Vilson Kleinübing (PFL-SC) morreu no dia 23 de outubro de 1998, aos 54 anos, vitimado por um câncer no pulmão, no Hospital da Caridade de Florianópolis. À época, ocupava o cargo de Senador, eleito pelo extinto Partido da Frente Liberal. Completou seu mandato no Senado Federal o médico Geraldo Althoff, ex-vereador de Tubarão, que era o primeiro suplente eleito em 1990. Foi sepultado no Cemitério Jardim da Paz de Florianópolis.[1]

Referências


Precedido por
Dalto dos Reis
Prefeito de Blumenau
19891990
Sucedido por
Victor Fernando Sasse
Precedido por
Casildo Maldaner
24.° Governador de  Santa Catarina
19911994
Sucedido por
Antônio Carlos Konder Reis
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.