Saltar para o conteúdo

Jorginho Mello

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Jorginho Mello
Jorginho Mello
45º Governador de Santa Catarina
Período 1º de janeiro de 2023
até a atualidade
Vice-governadora Marilisa Boehm
Antecessor(a) Carlos Moisés
Senador por Santa Catarina
Período 1º de fevereiro de 2019
até 29 de dezembro de 2022[1]
Deputado federal por Santa Catarina
Período 1º de fevereiro de 2011
até 31 de janeiro de 2019
Deputado estadual por Santa Catarina
Período 1º de fevereiro de 1995
até 31 de janeiro de 2011
Vereador de Herval d'Oeste
Período 1976 até 1980 [2]
Dados pessoais
Nascimento 15 de julho de 1956 (68 anos)
Ibicaré, Santa Catarina
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Célia Maria Mello
Pai: Oscar dos Santos Mello
Partido

Jorginho dos Santos MelloGOMA [3] (Ibicaré, 15 de julho de 1956) é um político brasileiro filiado ao Partido Liberal (PL)[4], sendo desde 2023 o governador de Santa Catarina. Foi senador pelo estado entre 2019 e 2022, até renunciar para assumir o governo após sua vitória nas eleições estaduais de 2022, sendo substituído por sua suplente Ivete da Silveira.[5] É o presidente estadual do Partido Liberal (PL).

Carreira[editar | editar código-fonte]

Foi deputado à Assembleia Legislativa de Santa Catarina na 13ª legislatura (1995 — 1999), na 14ª legislatura (1999 — 2003), na 15ª legislatura (2003 — 2007)[6] e na 16ª legislatura (2007 — 2011). Foi deputado federal na 54ª legislatura (2011 — 2015). Nas eleições de 2014, em 5 de outubro, foi reeleito deputado federal por Santa Catarina para a 55ª legislatura (2015 — 2019).[7]

Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff.[8] Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos.[8] Em abril de 2017, foi favorável à Reforma Trabalhista.[8][9] Em agosto de 2017, votou a favor do processo em que se pedia abertura de investigação do então presidente Michel Temer.[8][10]

Nas eleições de 2018, foi eleito ao Senado Federal, obtendo 1.179.757 votos, o que corresponde a 18,07% dos votos válidos, e vencendo nomes como o então senador Paulo Bauer e o ex-governador de Santa Catarina Raimundo Colombo.[11]

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei complementar nº 167 de 24 de abril de 2019 (LC 167/2019), que cria a Empresa Simples de Crédito (ESC), após emendas sugeridas por Jorginho.[12][13]

Presidente da Frente Parlamentar da Micro e Pequena empresa no Congresso, foi autor do Pronampe, o maior programa de crédito da história das micro e pequenas empresas do Brasil, salvando mais de 10 milhões de empregos durante a pandemia. [14].

Nas eleições de 2022, foi eleito governador de Santa Catarina no segundo turno obtendo 2.983.949 votos (70,69%), sendo a maior porcentagem de votos obtida por um candidato nas disputas estaduais realizadas no ano[15].

Em janeiro de 2024, Jorginho nomeou o próprio filho, o advogado Filipe Mello, para o cargo de secretário da Casa Civil.[16] A Justiça de Santa Catarina impediu a posse em decisão liminar, pelo risco aos princípios da moralidade e da impessoalidade. Na decisão, o desembargador questiona-se: "Cumpre questionar, entre os mais de cinco milhões de eleitores de Santa Catarina, existiria alguém mais qualificado que o filho do Governador?".[17]

Desempenho em eleições[editar | editar código-fonte]

Ano Eleição Partido Cargo Votos % Resultado Ref
1994 Estaduais em Santa Catarina PL Deputado estadual 19.104 0,86% Eleito [6]
1998 Estaduais em Santa Catarina PSDB 26.825 1,08% Eleito [6]
2002 Estaduais em Santa Catarina 34.486 1,11% Eleito [6]
2006 Estaduais em Santa Catarina 54.002 1,64% Eleito [6]
2010 Estaduais em Santa Catarina Deputado federal 119.757 3,59% Eleito [11]
2014 Estaduais em Santa Catarina PR 140.839 4,15% Eleito [7]
2018 Estaduais em Santa Catarina Senador 1.179.757 18,07% Eleito [11]
2022 Estaduais em Santa Catarina PL Governador 1.575.912 38,61%
(1º Turno)
Eleito [15]
2.983.949 70,69%
(2º Turno)

Referências

  1. Senado Federal. «Jorginho Mello». Consultado em 31 de dezembro de 2022 
  2. Memória Política de Santa Catarina. «Jorginho Mello». Consultado em 1 de abril de 2021 
  3. BRASIL, Decreto nº 13, de 13 de outubro de 2020. Diário Oficial da União, p. 8-8, 13 de outubro de 2020.
  4. Biografia na página da Câmara dos Deputados
  5. Senado Federal. «Jorginho Mello». Consultado em 31 de dezembro de 2022 
  6. a b c d e ALESC. «Biografia - Jorginho Mello». Consultado em 21 de outubro de 2022 
  7. a b TSE. «Resultado de Eleições 2014 em Santa Catarina». Consultado em 1 de abril de 2021 
  8. a b c d G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  9. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  10. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  11. a b c «Esperidião Amin, do PP, e Jorginho Mello, do PR, são eleitos para o Senado por SC». G1. G1 Santa Catarina. 2018 
  12. Vilela, Pedro Rafael (24 de abril de 2019). «Bolsonaro Sanciona lei de Criação da Empresa Simples de Crédito». EBC. Consultado em 15 de julho de 2019 
  13. BRASIL, lei complementar nº 167, de 24 de abril de 2019. Diário Oficial da União.
  14. «"Aos participantes do encontro, Bolsonaro disse que o Pronampe ajudou mais de dez milhões de trabalhadores no Brasil, o que possibilitou a manutenção de empregos no país"». Senado. Consultado em 11 de março de 2021 
  15. a b «Jorginho Mello é o governador eleito com a maior porcentagem do Brasil nas Eleições 2022». G1. Consultado em 3 de novembro de 2022 
  16. Douglas Porto (3 de janeiro de 2024). «Governador de SC, Jorginho Mello nomeia filho para Secretaria da Casa Civil». CNN Brasil. Consultado em 7 de janeiro de 2024 
  17. «Justiça de Santa Catarina suspende nomeação de filho de Jorginho Mello para a Casa Civil». UOL. 5 de janeiro de 2024. Consultado em 7 de janeiro de 2024 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.