Eleições estaduais em Santa Catarina em 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
2014 Brasil 2022
Eleições estaduais em Santa Catarina em 2018
7 de outubro de 2018 (primeiro turno)
28 de outubro de 2018 (segundo turno)
Resultado do segundo turno
Carlos Moisés em março de 2019.jpg Merisio (cropped).jpg
Candidato Comandante Moisés Gelson Merisio
Partido PSL PSD
Vice Daniela Reinehr
(PSL)
João Paulo Kleinübing
(DEM)
Votos 2 644 179 1 075 242
Porcentagem 71,09% 28,91%
Mapa da Eleição estadual em Santa Catarina em 2018 por município (2.º turno).svg
Candidato mais votado por município (295):
  Comandante Moisés
  Gelson Merisio


São Paulo
Governador de Santa Catarina

As eleições estaduais em Santa Catarina em 2018 foram realizadas em 7 de outubro como parte das eleições gerais no Brasil. Os catarinenses aptos a votar elegeram seus representantes na seguinte proporção: dezesseis deputados federais, dois senadores quarenta deputados estaduais, e o governador para o mandato de 1° de janeiro de 2019 a 31 de dezembro de 2022. De acordo com a legislação eleitoral, como nenhum dos candidatos ao cargo de governador atingiu mais de 50% dos votos válidos, um segundo turno foi realizado em 28 de outubro.[1]

Resultado da eleição para governador[editar | editar código-fonte]

Primeiro turno[editar | editar código-fonte]

Candidato mais votado por município no 1.º turno (295 municípios):
  Gelson Merisio (129 municípios)
  Comandante Moisés (48 municípios + capital)
  Mauro Mariani (83 municípios)
  Décio Lima (34 municípios)
Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Gelson Merisio
PSD
João Paulo Kleinübing
DEM
55
Aqui é trabalho
(PSD/DEM/PP/PSB/PDT/PRB/PSC/SD/PROS/PHS/PRP/PCdoB/PPL/PV)
1.121.869
31,12%
Comandante Moisés
PSL
Daniela Reinehr
PSL
17
PSL (sem coligação)
1.071.406
29,72%
Mauro Mariani
MDB
Napoleão Bernardes
PSDB
15
Santa Catarina quer mais
(MDB/PSDB/PPS/PR/AVANTE/PRTB/DC/PODE/NOVO/PTB/PTC)
836.844
23,21%
Décio Lima
PT
Alcimar Oliveira
PT
13
PT (sem coligação)
460.889
12,78%
Leonel Camasão
PSOL
Caroline Bellaguarda
PCB
50
Um caminho pra gente
(PSOL/PCB)
72.133
2,00%
Rogério Portanova
REDE
Regina Santos
REDE
18
REDE (sem coligação)
18.710
0,52%
Jessé Pereira
PATRI
Danny César Jumes
PATRI
51
Santa Catarina em primeiro lugar
(PATRI/PMN)
13.472
0,37%
Ingrid Assis
PSTU
Ederson da Silva
PSTU
16
PSTU (sem coligação)
9.944
0,28%
  Segundo turno

Impugnações[editar | editar código-fonte]

Em agosto, Ângelo Castro, candidato ao governo de Santa Catarina pelo PCO, teve o registro de sua candidatura impugnado pelo Ministério Público Eleitoral por ter usado nota fiscal de um hotel em que ficou hospedado[2], preenchida com valores superiores aos que eram pagos, configurando uma vantagem indevida. Ainda cabe recurso ao TRE estadual, e o candidato apresentou, em 10 de setembro, sua defesa contra a impugnação[3].

Segundo turno[editar | editar código-fonte]

Candidatos a governador do estado
Candidatos a vice-governador Número Coligação Votação Percentual
Gelson Merisio
PSD
João Paulo Kleinübing
DEM
55
Aqui é trabalho
(PSD/DEM/PP/PSB/PDT/PRB/PSC/SD/PROS/PHS/PRP/PCdoB/PPL/PV)
1.075.242
28,91%
Comandante Moisés
PSL
Daniela Reinehr
PSL
17
PSL (sem coligação)
2.644.179
71,09%

Resultado da eleição para senador[editar | editar código-fonte]

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral houve 6.530.439 votos nominais (76,98%), 772.905 votos em branco (9,11%) e 1.172.937 votos nulos (13,83%) calculados sobre um total de 4.241.667 eleitores que nesta eleição, tinham o direito de votar em dois senadores. O número de abstenções foi de 826.7540 (16,31%).[4]

Candidatos a senador da República
Candidatos a suplente de senador Número Coligação Votação Percentual
Esperidião Amin
PP
Geraldo Althoff
PSD
Denise Santos
PSD
111
Aqui é trabalho
(PSD/DEM/PP/PSB/PDT/PRB/PSC/SD/PROS/PHS/PRP/PCdoB/PPL/PV)
1.226.064
18,78%
Jorginho Mello
PR
Ivete da Silveira
MDB
Beto Martins
PSDB
222
Santa Catarina quer mais
(MDB/PSDB/PPS/PR/AVANTE/PRTB/DC/PODE/NOVO/PTB/PTC)
1.179.757
18,07%
Lucas Esmeraldino
PSL
Marcelo Brigadeiro
PSL
Marco de Carvalho

PSL

177
PSL (sem coligação)
1.161.662
17,79%
Raimundo Colombo
PSD
Jandir Bellini
PP
Narcizo Parisotto
PSC
555
Aqui é trabalho
(PSD/DEM/PP/PSB/PDT/PRB/PSC/SD/PROS/PHS/PRP/PCdoB/PPL/PV)
999.043
15,30%
Paulo Bauer
PSDB
Casildo Maldaner
MDB
Sandro Giassi
PSDB
456
Santa Catarina quer mais
(MDB/PSDB/PPS/PR/AVANT/PRTB/DC/PODE/NOVO/PTB/PTC)
802.037
12,28%
Ideli Salvatti
PT
Mariluci Deschamps
PT
Derci Pasqualotto
PT
130
PT (sem coligação)
336.449
5,15%
Lédio Andrade
PT
Vanio dos Santos
PT
Írio Correia
PT
131
PT (sem coligação)
327.226
5,01%
Roberto Salum
PMN
Airton Zanella
PMN
Ailson Barroso
PATRI
331
Santa Catarina em primeiro lugar
(PATRI/PMN)
246.686
3,78%
Miriam Prochnow
REDE
Nelson Zunino
REDE
Margarete Cecconi
REDE
181
REDE (sem coligação)
84.486
1,29%
Pedro Cabral
PSOL
Francisco Cordeiro
PSOL
Robson Ceron

PSOL

500
Um caminho pra gente
(PSOL/PCB)
63.523
0,97%
Antônio Campos
PSOL
Ademir Kuhn
PSOL
Dilene Trevisol
PSOL
505
Um caminho pra gente
(PSOL/PCB)
51.191
0,78%
Diego Mezzogiorno
REDE
Heli Schlickmann
REDE
Alexandre Lemos
REDE
188
REDE (sem coligação)
38.470
0,59%
Ricardo Lautert
PSTU
Roque Pegoraro
PSTU
Pedro Rogel
PSTU
160
PSTU (sem coligação)
13.845
0,21%
Andrea Carvalho
PCO
Marina Nienow
PCO
Ronaldo Loureiro
PCO
290
PCO (sem coligação)
Indeferido
Indeferido
  Eleitos

Resultado da eleição para deputado federal[editar | editar código-fonte]

Representação eleita - SC

  PSL: 4
  MDB: 3
  PT: 2
  PSD: 1
  NOVO: 1
  PP: 1
  PPS: 1
  PRB: 1
  PSB: 1
  PSDB: 1
Nome Partido Votação Percentual
Hélio Costa PRB 179.307 5,05%
Daniel Freitas PSL 142.571 4,02%
Pedro Uczai PT 115.232 3,25%
Caroline de Toni PSL 109.363 3,08%
Geovania de Sá PSDB 101.937 2,87%
Carlos Chiodini MDB 97.613 2,75%
Fabio Schiochet PSL 87.345 2,46%
Angela Amin PP 86.189 2,43%
Carmen Zanotto PPS 84.703 2,39%
Celso Maldaner MDB 80.086 2,26%
Rogério Peninha MDB 76.925 2,17%
Ana Paula Lima PT 76.304 2,15%
Darci de Matos PSD 68.130 1,92%
Coronel Armando PSL 60.069 1,69%
Rodrigo Coelho PSB 43.314 1,22%
Gilson Marques NOVO 27.443 0,77%

Pesquisas de intenção de voto[editar | editar código-fonte]

Governo do Estado[editar | editar código-fonte]

Período da pesquisa Instituto Margem
de erro
Candidato Brancos ou Nulos Nenhum ou Não sabe
Gelson Merisio (PSD) Mauro Mariani (MDB) Décio Lima (PT) Ângelo Castro (PCO) Ingrid Assis (PSTU) Rogério Portanova (REDE) Carlos Moisés (PSL) Jessé Pereira (PATRI) Leonel Camasão (PSOL)
10/08 a 15/08/2018 Instituto Mapa[5] ±3,1% 12,1% 17,6% 12,6% 2,6% 2,9% 1,6% 2,7% 0,0% 2,0% 19,6% 26,3%
14/08 a 16/08/2018 Ibope[6] ±3% 6% 11% 16% 4% 2% 2% 1% 1% 0% 34% 23%
01/09 a 03/09/2018 Grupo RIC[7] ±3% 18% 20% 16% 1% 1% 1% 5% 1% 0% 12% 25%

Senado Federal[editar | editar código-fonte]

Levando em conta que para o senado o eleitor irá votar duas vezes, as pesquisas possuem um universo de 200%.

Período da pesquisa Instituto Margem
de erro
Candidato Brancos ou Nulos Nenhum ou Não sabe
Raimundo Colombo (PSD) Esperidião Amin (PP) Paulo Bauer (PSDB) Jorginho Mello (PR) Ideli Salvatti (PT) Roberto Salum (PMN) Antônio Campos (PSOL) Pedro Cabral (PSOL) Andréa Carvalho (PCO) Lucas Esmeraldino (PSL) Lédio Rosa (PT) Ricardo Lautert (PSTU) Diego Mezzogiorno (REDE) Miriam Prochnow (REDE)
10/08 a 15/08/2018 Instituto Mapa[5] ±3,1% 17,0% 16,6% 10,8% 5,2% 4,1% 2,0% 1,7% 1,9% 1,2% 1,7% 1,9% 0,4% 0,8% 0,7% 15,0% 19,0%
14/08 a 16/08/2018 Ibope[8] ±3% 27% 23% 19% 8% 7% 6% 5% 5% 4% 3% 2% 2% 1% 1% 38% 49%
01/09 a 03/09/2018 Grupo RIC[7] ±3% 29% 31% 24% 6% 6% 7% 3% 3% 1% 4% 3% 0% 1% 1% 24% 57%

Debates[editar | editar código-fonte]

1º turno[editar | editar código-fonte]

Data Organizador (es) Mediador (es) Gelson Merisio (PSD) Mauro Mariani (MDB) Décio Lima (PT) Carlos Moisés (PSL) Leonel Camasão (PSOL) Jessé Pereira (PATRI) Rogério Portanova (REDE) Ângelo Castro (PCO) Ingrid Assis (PSTU)
17/08/2018 SCC TV[9] Prisco Paraíso Presente Presente Presente Presente Presente Presente Não Convidado Não Convidado Não Convidado
01/09/2018 Rádio Difusora[10] Rafael Matos Ausente Ausente Presente Presente Presente Ausente Presente Ausente Ausente

Referências