Almah

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Almah
Informação geral
Origem São Paulo, SP
País  Brasil
Gênero(s) Power metal
Metal progressivo
Metal neoclássico
Thrash metal
Heavy metal
Período em atividade 2006 - atualmente
Gravadora(s) Laser Company
Página oficial www.almah.com.br
Integrantes Edu Falaschi
Marcelo Barbosa
Marcelo Moreira
Raphael Dafras
Diogo Mafra
Ex-integrantes Paulo Schroeber
Felipe Andreoli
Gustavo Di Padua

Almah é uma banda brasileira de Heavy metal formada na cidade de São Paulo em 2006.

História[editar | editar código-fonte]

O início e primeiro álbum, primeiros shows (2006-2007)[editar | editar código-fonte]

Almah foi criado como projeto solo de Edu Falaschi[1] [2] , que foi lançado em julho de 2006. Além de atuar como vocalista, Edu Falaschi produziu o álbum, compôs todas as músicas e letras, gravou todos os violões e teclados e criou os arranjos de vozes, guitarra, baixo, bateria, teclados e orquestra. O disco foi gravado parte na Finlândia, Estados Unidos e Brasil, e contou com músicos de renome internacional, Emppu Vuorinen (guitarrista do Nightwish), Lauri Porra (baixista do Stratovarius) e Casey Grillo (baterista do Kamelot), e ainda tem a participação especial de músicos convidados como Mike Stone (guitarrista do Queensrÿche), Edu Ardanuy (guitarrista do Dr.Sin), Sizão Machado (ex-baixista de Tom Jobim e Chico Buarque). O álbum de estréia recebeu resenhas elogiosas em vários dos mais importantes sites e revistas de rock do mundo e chegou a ficar entre os Top 10 nas paradas de heavy metal da Europa.

A turnê para promover o primeiro álbum começa no segundo semestre de 2006, no dia 1 de setembro, foi realizado um pocket show na Expo Music em São Paulo. O primeiro show oficial completo da banda foi realizado dia 2 de setembro na cidade de São Caetano do Sul, em São Paulo no Victoria Hall. A banda contava com os antigos membros da banda Symbols (antiga banda de Edu Falaschi);

Demian Tiguez (guitarra) e Adriano Daga (bateria) mais seu irmão Tito Falaschi (baixo);

Rafael Bittencourt (Angra) (guitarra) e Renato Tribuzy (vocal) também participaram de shows como convidados especiais, nessa turnê Edu também tocava guitarra em algumas músicas.

Foram 7 shows e 2 pockets shows, passando pelos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Curitiba e Porto Alegre nessa primeira mini turnê da banda.

Em março de 2007 o álbum é lançado na Europa pelo selo AFM Records.

Em julho de 2007, após o fim da turnê do Angra, a primeira turnê do Almah é retomada, no dia 19 de julho, no Anime Friends em São Paulo, o público foi de 4.500 pessoas. A banda tinha novidades na formação, o baterista Aquiles Priester, o tecladista Fábio Laguna e o baixista Felipe Andreoli, todos do Angra, mais o guitarrista Edu Ardanuy do Dr. Sin que fez apenas 2 shows, depois disso, ele indica o guitarrista brasiliense Marcelo Barbosa do Khallice para entrar na banda. O show de estréia de Marcelo Barbosa foi dia 7 de setembro de 2007, no London Pub em Uberlândia em Minas Gerais.

Foram 10 shows realizados entre julho e outubro de 2007, encerrando a turnê de divulgação do primeiro disco da banda, nessas datas passaram pelos estados de Curitiba, Minas Gerais, São Paulo, Salvador, Recife, Fortaleza e Santa Catarina.

Aquiles e Fábio decidem sair da banda e ficaram somente no Hangar após o fim da turnê.

Segundo álbum de estúdio[editar | editar código-fonte]

No início de 2008 como o Angra estava temporariamente parado por problemas judiciais, Edu Falaschi se dedica integralmente ao Almah.

O cantor faz diversos workshops no começo do ano.

Em março de 2008 novidades, já em caráter definitivo como banda e não mais como projeto solo, durante a pré produção do novo álbum entram na banda o guitarrista gaúcho Paulo Schroebere o também baterista gaúcho Marcelo Moreira (Burning in Hell), ambos são de Caxias do Sul.

Após o grande sucesso com primeiro álbum, o projeto cresceu tomando forma de banda. No dia 24 de setembro de 2008, no Brasil (Laser Company) e na Ásia (Victor-JVC), o Almah lançou seu segundo álbum intitulado Fragile Equality, e no dia 17 de outubro do mesmo ano lançou na Europa, Estados Unidos e Canadá (AFM). Foi gravado no Norcal Studios em São Paulo no primeiro semestre de 2008, a Produção foi feita por Edu e Felipe, a mixagem foi feita por Brendan Duffey e Adriano Daga, a masterização foi feita por Walter Lima e Fabio Ernesto.

É gravado o primeiro clipe da banda, em dezembro, na Sede Náutica do Ascad em Brasília. A música escolhida foi "Beyond Tomorrow, o diretor foi Rodrigo Giannetto.

Somente um mês depois do lançamento do album, a primeira prensagem se esgotou, um recorde importante para uma banda de Heavy Metal recém formada.

A nova formação faz sua estréia dia 4 de julho no Festival Piauí Pop no Piauí, o Almah foi o headliner da noite, as outras atrações principais que se apresentaram antes foram Capital Inicial, Engenheiros do Hawaii e NX Zero .

A banda faz um pocket show na Expo Music em setembro para divulgar o album recém lançado.

O primeiro show oficial da turnê acontece dia 19 de novembro no Manifesto Bar em São Paulo, nessa turnê Edu tocava teclado em algumas músicas.

A turnê passa por várias regiões do país, destaques para os shows nos festivais SBC Metal Fest em São Paulo, Píaui Pop e Porão do Rock, todos em 2008, Underground Metal Fire e Otacon em Brasília, ambos em 2009, Marreco's Fest e Roça in Roll ambos em 2010, a banda também participa de programas de tv nessa turnê. Foram 2 anos de turnê passando por todo o Brasil.

Em setembro de 2009 é fundado o primeiro fã clube internacional da banda na França.

Edu Falaschi ministra aulas de canto algumas vezes nessa turnê e grava vocais para o Soulspell Metal Opera.

Nessa turnê a banda tocou junto com algumas bandas, como Shadowside, Matanza, Lipstick Illustria e Bittencourt Project.

Entre 2009 e 2010, Edu produz cds de duas bandas, Still Alive e Angels Holocaust.

Motion, saída de Paulo Schroeber e Felipe Andreoli[editar | editar código-fonte]

Em setembro de 2011, Edu e Felipe vão para para o Japão e Europa divulgar o álbum por meio de entrevistas na imprensa especializada.

Em outubro de 2011, a banda lançou Motion, pelo selo Laser Company (Brasil), AFM (Europa e América do Norte), JVC (Japão) e Icarus Records (América Latina).

O álbum conta com uma sonoridade agressiva, diferente do metal melódico do seu antecessor, e que recebeu bastantes elogios de revistas e programas especializados. São feitos dois clipes, as músicas escolhidas foram "Trace Of Trait" e "Late Night in 85". Quem produziu o álbum foi Edu e Felipe, foi gravado por Brendan Duffey e Adriano Daga no Norcal Studio em São Paulo, foi mixado e masterizado no Split Second Sound Studios (Amsterdã, Holanda) por Jochem Jacobs.

Logo após o lançamento do álbum a banda iniciou a turnê de divulgação do disco, com vários shows pelo Brasil. O guitarrista Paulo Schroeber por problemas de saúde deixou a banda em outubro de 2011, seu último show foi dia 22 de julho de 2011 no ForCaos Festival em Fortaleza no Anfiteatro "Dragão do Mar". Ele não fez nenhum show da turnê, apenas aparece nos cipes de "Trace Of Trait" e "Late Night in 85".

A turnê teve 15 shows, começou dia 15 de outubro de 2011 no Master Hall e Curitiba e terminou dia 8 de setembro de 2012 no Manifesto Rock Bar em São Paulo.

Quem substituiu Paulo Schroeber nos primeiros shows da turnê do álbum Motion até o fim do ano, foi o guitarrista Ian Bemolator da banda Dark Avenger de Brasília. Destaque para o Festival "Dia do Metal Nacional" realizado dia 6 de novembro no Carioca Clube em São Paulo. Também participaram desse evento as bandas: Hangar, Shaman, Hibria, Illustria, Nando Fernandes Forward e Wizards.

Nesse período a banda também faz alguns shows junto com o Sepultura.

No começo de 2012, Edu Falaschi faz uma cirurgia nas cordas vocais, isso faz com que a banda fique parada por alguns meses.

Em abril de 2012 no Metal Open Air realizado em São Luís no Maranhão o guitarrista Gustavo Di Padua entrou definitavamente na banda e faz sua estréia[3] , no posto deixado por Paulo Schroeber. No dia 24 de Maio de 2012, Felipe Andreoli (músico) anuncia em seu site oficial a sua saída da banda, para dedicar se ao Angra e seus projetos paralelos, seu último show foi dia 12 de março no Paraguai, este show foi o primeiro show internacional da banda.

A estréia do novo baixista, Raphael Dafras foi dia 6 de setembro de 2012 no Tribal Club em Santos, interior de São Paulo.

Após isso, o Almah lança mais dois clipes, o primeiro em 5 de outubro de 2012, da música Days of the New (gravado no Metal Open Air, com o novo guitarrista Gustavo Di Padua) e Living and Drifting lançado em 31 de janeiro de 2013 (com o novo baixista Raphael Dafras).

No começo de 2013, a pré produção do novo album começa a ser feita em São Paulo no DO IT! STUDIO, estúdio récem inaugurado de Edu Falaschi em sociedade com seu irmão Tito Falaschi.

No do dia 29 de março de 2013 o Almah (junto com o Hibria) é confirmado no Rock in Rio no dia 19 de setembro, sendo atração no palco Sunset, as atrações principais do dia são: Metallica, Alice in Chains, Rob Zombie, Bullet For My Valentine, Sebastian Bach e Sepultura.

No dia 13 de maio de 2013 a banda lança o quinto e ultimo clipe do album Motion, a música escolhida foi When and Why.

Unfold, saída de Gustavo Di Padua[editar | editar código-fonte]

Em meados de 2013, a banda começa a gravar o novo album, chamado Unfold,

o cd é lançado no fim do ano, as gravações ocorreram no estúdio de Edu, o recém inaugurado Do It! Studio, foi e mixado e masterizado por Damien Rainaud no Darth Mader Music em Los Angeles, a arte da capa foi feita por Nathalia Suellen.

Em novembro a banda faz a primeira turnê Européia, fazendo 12 shows, iniciando a turnê de divulgação do Unfold, , passando por Holanda, Bélgica, França, Itália e Espanha.

No começo de dezembro, o guitarrista Gustavo Di Padua decide deixar a banda após a turnê européia, seu ultimo show foi dia 17 de novembro em Florença na Itália.

No dia 7 de dezembro o Almah abre a turnê do Unfold no Brasil tocando no Manifesto Rock Bar em São Paulo, lançando o novo album oficialmente, nesse show os guitarristas convidado foram Bill Hudson (Circle II Circle) e Ian Bemolator que já havia feito alguns shows com a banda no fim de 2011 após a saida de Paulo Schroeber.

No fim de 2013 em entrevista ao blog Road To Metal, o guitarrista Marcelo Barbosa disse que seu aluno, o também guitarrista, Ian Bemolator (que já havia feito alguns shows com a banda no fim de 2011 após a saida de Paulo Schroeber) vai ficar na banda temporariamente até março de 2014, até encontrarem um guitarrista fixo.

No dia 6 de fevereiro de 2014, a banda participa do Progama "Todo Seu" na TV Gazeta, apresentado por Ronnie Von, os integrantes Edu Falaschi, Marcelo Barbosa, Rafael Dafras, e o convidado especial Tiago Mineiro (teclados) fizeram duas versões ao vivo e acústicas para as músicas "Warm Wind" e "Wings of Revolution", ambas do novo cd "Unfold".

No dia 13 de março de 2014, a banda também gravou um especial para o Showlivre.com, apresentado por Clemente, os integrantes Edu Falaschi, Marcelo Barbosa, Rafael Dafras, e novamente o convidado especial Tiago Mineiro (teclados) tocaram músicas do novo cd "Unfold" além de uma breve entrevista.

No dia 15 de março de 2014, o guitarrista Ian Bemolator fez seu ultimo show, foi no Festival "Vides Games Metal" em Brasília no Clube de Engenharia, a banda abriu para o Sonata Arctica. Ian mudou-se para a Europa logo depois.

No dia 23 de março de 2014, o guitarrista Diogo Mafra (Dynahead) faz sua estréia, o show foi em Florianópolis no Terminal Velho na Quarta Edição da Maratona Cultural.

Em 26 de julho de 2014 a banda se apresenta no Anime Friends 2014 e divulga diversas músicas, em especial as deste último álbum.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio
Demos
Singles

Videografia[editar | editar código-fonte]

Clipes
Ano Título Diretor(es)
2009 "Beyond Tomorrow" Rodrigo Gianneto[4]
2011 "Trace of Trait" Alex Milesi[5]
"Late Night in '85"
2012 "Days of the New" DV Produções e Alex Milesi[6]
2013 "Living and Drifting" Rafael Marques, Diogo Araújo e Alexandre Bordon[7]

Membros[editar | editar código-fonte]

Membros Atuais
Membros Anteriores
Músicos convidados
Integrantes da Almah ao longo do tempo

Turnês[editar | editar código-fonte]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Edu Falaschi idealizou e co-produziu um Mangá, cujo tema principal é o equilíbrio entre todos os elementos do universo. Dentro do Livro é encartado o Fragile Equality, porém sem o registro dos vocais de Edu Falaschi, funcionando como uma trilha sonora para o leitor e também como um CD de karaokê do Almah.

Referências

  1. Fragile Equality - Almah (em português) Whiplash.net. Visitado em 11 de Abril de 2012.
  2. Almah: entrevista com Edu Falaschi na Roadie Crew (em português) Whiplash.net. Visitado em 11 de Abril de 2012.
  3. Almah: veja trechos do show no Metal Open Air (em português) Whiplash.net. Visitado em 25 de Abril de 2012.
  4. Almah: confira vídeo clipe da música "Beyond Tomorrow" (em português) Whiplash.net. Visitado em 11 de Abril de 2012.
  5. Confira agora o novo vídeo clipe de “Trace of Trait” (em português). Visitado em 11 de Abril de 2012.
  6. Confira o novo vídeo clipe da banda! (em português) Whiplash.net (03 de Outubro de 2012). Visitado em 15 de Novembro de 2012.
  7. Novo Clipe Almah! (em português) www.almah.com.br (01 de Fevereiro de 2013). Visitado em 15 de Fevereiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

|}|}|}|}|}|}|}|}