Caixa eletrônico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde Fevereiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Caixa eletrônico do Banco do Brasil


Um caixa eletrônico, caixa multibanco, caixa automático, terminal bancário ou remote banking (do inglês: Automated Teller Machine - ATM) é um dispositivo eletrônico que permite que clientes de um banco retirem dinheiro e verifiquem o balanço de suas contas bancárias sem a necessidade de um funcionário do banco. São os principais equipamentos de automação bancária. Muitos terminais também permitem que as pessoas depositem dinheiro ou cheques, transfiram dinheiro entre contas bancárias, comprem cartões pré-pagos para seus celulares/telemóveis ou até mesmo comprem selos.

História[editar | editar código-fonte]

Placa comemorativa no lugar onde foi instalado o primeiro caixa eletrônico no Barclays Bank no Reino Unido.

O primeiro caixa eletrônico do mundo foi fabricado pela empresa britânica De La Rue e foi instalado num bairro no norte da Grande Londres em 27 de junho de 1967 pelo Barclays Bank. A invenção foi creditada a John Sheperd-Barron, apesar de Luther George Simjian a ter patenteado em Nova Iorque, Estados Unidos na década de 1930 e Donald Wetzel e dois outros engenheiros da Docutel também o terem feito em 4 de junho de 1973.

Os primeiros caixas eletrônicos aceitavam apenas uma ficha ou cupão de uso único, que era retida pelo caixa. Essas trabalhavam em vários princípios como radiação e magnetismo de baixa coercitividade que era retirado pelo leitor de cartão para tornar fraudes mais difíceis.

A ideia de um número de identificação pessoal (PIN) armazenado no cartão em si ao invés de ser digitado quando se queria retirar o dinheiro foi desenvolvido pelo engenheiro britânico James Goodfellow em 1965, que ainda possui patentes internacionais cobrindo esta tecnologia.

Os primeiros caixas eletrônicos falantes — caixas com instruções sonoras para pessoas com deficiência visual — foram instalados no Canadá em 1999. O primeiro caixa eletrônico falante nos Estados Unidos foi instalado em São Francisco em outubro do mesmo ano. Em 2005 já há em torno de trinta mil caixas eletrônicos falantes naquele país.

Usos alternativos[editar | editar código-fonte]

Apesar dos caixas eletrônicos serem utilizados principalmente para retirar dinheiro, eles evoluíram para incluir muitas outras funções bancárias. Em alguns países que possuem uma rede integrada de caixas eletrônicos compartilhada por mais de um banco, como nos caixas eletrônicos Multibanco em Portugal e o Banco 24 Horas no Brasil, as caixas incluem muitas outras funções que não estão diretamente relacionadas com as contas bancárias, como por exemplo:

Muitos caixas eletrônicos nos Estados Unidos também permitem a compra de selos postais.

No Japão, onde os bancos cobram por retiradas de dinheiro, os caixas eletrônicos não são muito populares. Esperando atrair mais usuários, os novos caixas eletrônicos do Ogaki Kyoritsu Bank irão incluir jogos de chance que permitirão aos usuários ou livrarem-se dessa taxa ou ganhar 1000 ienes, enquanto os caixas do Bank of Tokyo Mitsubishi incluirão tecnologia de segurança biométrica [1].

Nomes[editar | editar código-fonte]

Terminais de caixa eletrônico.

Os caixas eletrônicos são conhecidos por muitos nomes, alguns mais comuns em alguns países do que outros. Enquanto alguns nomes em uso são genéricos, outros são marcas registradas, identificando certas redes de caixas eletrônicos. Exemplos incluem:

Referências

  1. Mayer, G. (2010), "Cada vez mais dinheiro levantado no multicaixa", Luanda: Jornal de Angola.

Ver também[editar | editar código-fonte]