Fernando de Portugal, Conde da Flandres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Realeza Portuguesa
Casa de Borgonha
Descendência
PortugueseFlag1185.svg

D. Fernando Sanches de Portugal, da Borgonha ou da Flandres (em Francês e Flamengo Fernand, Ferdinand ou Ferrand) (Coimbra, 24 de Março de 1188[1] [2] - Noyon, 27 de Julho de 1233), foi um Infante de Portugal, Conde de Hainaut e Conde da Flandres.

Biografia[editar | editar código-fonte]

D. Fernando era o quarto filho do segundo Rei de Portugal, D. Sancho I, e de Dulce de Aragão, filha de Raimundo Berengário IV de Barcelona e Petronila de Aragão.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Tornou-se Conde da Flandres[3] quando, em 1211, casou com com Joana da Flandres,[2] filha mais velha e herdeira de Balduíno I Imperador Latino de Constantinopla e Conde da Flandres.[4] Deste matrimónio nasceu uma filha, Maria, herdeira do condado, prometida em casamento com Roberto, conde de Artois, filho de Luis VIII de França e de seu esposa a rainha Branca de Castela, embora, Maria faleceu em vida de seu pai.[5]

Luís desejava recuperar o dote da sua falecida mãe, uma vasta parcela de território flamengo, incluindo Artois, que Balduíno, pai de Joana, tinha tomado pela força depois da morte de Isabel. Aquando da sua ida para a Flandres, os recém-casados foram capturados pelos primo da noiva, Luís (futuro Luís VIII de França), filho mais velho de Filipe Augusto e da tia de Joana, Isabel de Hainaut.[6]

Batalha de Bouvines[editar | editar código-fonte]

Fernando de Portugal.

Depois de cederem às condições de Luís, acabaram por ser libertados, e depressa se juntaram aos velhos aliados do pai dela: o rei João sem Terra e o imperador Otão IV, numa aliança contra a França. Acabaram por sofrer uma derrota decisiva na Batalha de Bouvines, onde Fernando foi feito prisioneiro, em julho de 1214 no castelo de Louvre[6] Fernando permanece em cativeiro durante 13 anos, sendo apenas libertado em 1227, pela regente francesa Branca de Castela, depois da ascensão ao trono do seu filho, Luís IX de França.[7]

Morte[editar | editar código-fonte]

Morreu a 27 de Julho de 1233, em Noyon e foi sepultado na Abbadia de Marqueta, da Ordem do Císter, perto de Lille e seu coração na Igreja de Nossa Senhora nesta cidade.[2]

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rodrigues Oliveira 2010, p. 85.
  2. a b c Caetano de Souza 1735, p. 103, vol. I, cap. VII.
  3. Rodrigues Oliveira 2010, p. 90.
  4. Caetano de Souza 1735, p. 103-104, vol. I, cap. VII.
  5. Caetano de Souza 1735, p. 106, vol. I, cap. VII.
  6. a b Caetano de Souza 1735, p. 104-105, vol. I, cap. VII.
  7. Caetano de Souza 1735, p. 105, vol. I, cap. VII.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fernando de Portugal, Conde da Flandres
Nascimento: 1188 Morte: 27 Julho 1233
Títulos reais
Precedido por:
Joana
Conde da Flandres Sucedido por:
Joana