Francisco Álvares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Francisco Álvares (Coimbra, 1465 - Roma, 1536~1541) foi um clérigo católico português. Acompanhou a primeira embaixada de Portugal à Abissínia, no reinado de Manuel I, com o embaixador etíope Mateus, sob as ordens de Duarte Galvão, em 1515. Foi nessa embaixada na qualidade de capelão. Com a morte de Duarte Galvão, teve de esperar, na Índia, até que nova embaixada se formou, sob as ordens de D. Rodrigo de Lima. Durante essa viagem contactou com os costumes exóticos que, mais tarde viria a expor na sua obra Verdadeira Informação das Terras do Preste João das Índias, "Segundo Vio e Escreveo ho Padre Alvarez Capellã del Rey Nosso Senhor, publicada em Lisboa em 1540, que inclui relatos de Pêro da Covilhã.