Grande Prêmio de Mônaco de 2008 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio de Mônaco de F-1 2008
Circuit Monaco.png
Grande Prêmio de Mônaco de 2008 (Fórmula 1).
Detalhes da corrida
Data 25 de Maio de 2008
Local Circuit de Monaco
Percurso 3.34 km
Total 76 (78 previstas) voltas / 253.84 (260.52) km
Pole
Piloto
Brasil Felipe Massa Ferrari
Tempo 1:15.787
Volta mais rápida
Piloto
Finlândia Kimi Raikkonen Ferrari
Tempo 1:16.689 (na volta 74)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes
Segundo
Polónia Robert Kubica BMW Sauber
Terceiro
Brasil Felipe Massa Ferrari


O Grande Prêmio de Mônaco de 2008 foi a sexta corrida da temporada de 2008 da Fórmula 1. Marcou a corrida de número 200 na carreira do italiano Giancarlo Fisichella.

A prova[editar | editar código-fonte]

Lewis Hamilton teve dificuldade no início da prova. O pneu direito traseiro de sua McLaren tocou um muro na sexta volta e estourou. O piloto inglês conseguiu levar o carro até os boxes com o pneu quase saindo da roda. Mesmo assim, o britânico conseguiu se manter entre os primeiros até assumir a ponta. Foi a primeira vitória de Lewis Hamilton em Mônaco.

O bom desempenho do piloto brasileiro Felipe Massa no treino de sábado, quando conquistou a pole position, contrastou com o desempenho, seu e da equipe da Ferrari, na prova. Felipe Massa liderava desde a largada, mas rodou e perdeu a liderança para Robert Kubica. Apostando em chuva até o final do GP, a equipe programou apenas uma parada para o brasileiro. Entretanto, a chuva parou, o asfalto secou e Massa foi obrigado a fazer um pit stop além do que fora previsto.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), que liderava o Mundial de Pilotos, também teve problemas. Punido logo nas primeiras voltas, manteve-se entre os cinco primeiros colocados. Nas voltas finais, perdeu o controle de seu carro, que se chocou com a Force India do alemão Adrian Sutil, considerado por muitos críticos o destaque da prova. Ambos foram para os boxes. Adrian Sutil abandonou. Raikkonen conseguiu voltar e terminou na 9ª posição, perdendo assim a liderança do Mundial de Pilotos para Lewis Hamilton.

Rubens Barrichello, da Honda, chegou na 6ª posição e, com isso, quebrou um jejum de 22 provas sem pontuar.

A duração da prova ultrapassaria o período de 2 horas. Por isso, terminou com 76 voltas (eram previstas 78), por contagem do tempo, conforme prevê o regulamento elaborado pela FIA.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos No nome Construtor Parte 1 Parte 2 Parte 3 Grid
1 2 Brasil Felipe Massa Ferrari 1:15.190 1:15.110 1:15.787 1
2 1 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:15.717 1:15.404 1:15.815 2
3 22 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1:15.582 1:15.322 1:15.839 3
4 23 Finlândia Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 1:15.295 1:15.389 1:16.165 4
5 4 Polónia Robert Kubica BMW Sauber 1:15.977 1:15.483 1:16.171 5
6 7 Alemanha Nico Rosberg Williams-Toyota 1:15.935 1:15.287 1:16.548 6
7 5 Espanha Fernando Alonso Renault 1:16.646 1:15.827 1:16.852 7
8 11 Itália Jarno Trulli Toyota 1:16.306 1:15.598 1:17.203 8
9 10 Austrália Mark Webber Red Bull-Renault 1:16.074 1:15.745 1:17.343 9
10 9 Reino Unido David Coulthard Red Bull-Renault 1:16.086 1:15.839 Sem tempo² 10
11 12 Alemanha Timo Glock Toyota 1:16.285 1:15.907 11
12 16 Reino Unido Jenson Button Honda 1:16.259 1:16.101 12
13 3 Alemanha Nick Heidfeld BMW Sauber 1:16.650 1:16.455 13
14 8 Japão Kazuki Nakajima Williams-Toyota 1:16.756 1:16.479 14
15 17 Brasil Rubens Barrichello Honda 1:16.208 1:16.537 15
16 14 França Sébastien Bourdais Toro Rosso-Ferrari 1:16.806 16
17 6 Brasil Nelson Piquet Jr. Renault 1:16.933 17
18 15 Alemanha Sebastian Vettel Toro Rosso-Ferrari 1:16.955 20¹
19 20 Alemanha Adrian Sutil Force India-Ferrari 1:17.225 18
20 21 Itália Giancarlo Fisichella Force India-Ferrari 1:17.823 19
  • Sebastian Vettel foi penalizado em cinco posições por ter de usar uma nova caixa de câmbio
  • David Coulthard bateu no muro ainda na segunda parte classificatória e ficou impossibilitado de participar da terceira sessão.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Construtor Voltas Tempo/Saída Grid Pontos
1 22 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 76 2:00:42.742 3 10
2 4 Polónia Robert Kubica BMW Sauber 76 +3.064 5 8
3 2 Brasil Felipe Massa Ferrari 76 +4.811 1 6
4 10 Austrália Mark Webber Red Bull-Renault 76 +19.295 9 5
5 15 Alemanha Sebastian Vettel Toro Rosso-Ferrari 76 +24.657 19 4
6 17 Brasil Rubens Barrichello Honda 76 +28.408 14 3
7 8 Japão Kazuki Nakajima Williams-Toyota 76 +30.180 13 2
8 23 Finlândia Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 76 +33.191 4 1
9 1 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 76 +33.792 2
10 5 Espanha Fernando Alonso Renault 75 +1 volta 7
11 16 Reino Unido Jenson Button Honda 75 +1 volta 11
12 12 Alemanha Timo Glock Toyota 75 +1 volta 10
13 11 Itália Jarno Trulli Toyota 75 +1 volta 8
14 3 Alemanha Nick Heidfeld BMW Sauber 72 +4 voltas 12
Ret 20 Alemanha Adrian Sutil Force India-Ferrari 68 Colisão 18
Ret 7 Alemanha Nico Rosberg Williams-Toyota 61 Acidente 6
Ret 6 Brasil Nelson Piquet Jr. Renault 47 Acidente 17
Ret 21 Itália Giancarlo Fisichella Force India-Ferrari 37 Acidente 20
Ret 9 Reino Unido David Coulthard Red Bull-Renault Colisão 15
Ret 14 França Sébastien Bourdais Toro Rosso-Ferrari Colisão 16

Notas[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Observe que somente as cinco primeiras posições estão incluídas na tabela.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Turquia de 2008
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 2008
Próxima Prova:
Grande Prêmio do Canadá de 2008

Prova Anterior:
Grande Prêmio de Mônaco de 2007
Grande Prêmio de Mônaco Próxima Prova:
Grande Prêmio de Mônaco de 2009