Grande Prêmio de Mônaco de 2008 (Fórmula 1)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Grande Prêmio de Mônaco de F-1 2008
Circuit Monaco.png

Mapa do circuito
Detalhes da Corrida
Data 25 de Maio, 2008
Local Circuit de Monaco
Percurso 3.34 km
Total 76 (78 previstas) voltas / 253.84 (260.52) km
Pole
Piloto Brasil Felipe Massa (Ferrari)
Tempo 1:15.787
Volta mais rápida
Piloto Finlândia Kimi Raikkonen (Ferrari)
Tempo 1:16.689 (na volta 74)
Pódio
Primeiro Reino Unido Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes)
Segundo Polónia Robert Kubica (BMW Sauber)
Terceiro Brasil Felipe Massa (Ferrari)

O Grande Prêmio de Mônaco de 2008 foi a sexta corrida da temporada de 2008 da Fórmula 1. Marcou a corrida de número 200 na carreira do italiano Giancarlo Fisichella.

A prova[editar | editar código-fonte]

Lewis Hamilton teve dificuldade no início da prova. O pneu direito traseiro de sua McLaren tocou um muro na sexta volta e estourou. O piloto inglês conseguiu levar o carro até os boxes com o pneu quase saindo da roda. Mesmo assim, o britânico conseguiu se manter entre os primeiros até assumir a ponta. Foi a primeira vitória de Lewis Hamilton em Mônaco.

O bom desempenho do piloto brasileiro Felipe Massa no treino de sábado, quando conquistou a pole position, contrastou com o desempenho, seu e da equipe da Ferrari, na prova. Felipe Massa liderava desde a largada, mas rodou e perdeu a liderança para Robert Kubica. Apostando em chuva até o final do GP, a equipe programou apenas uma parada para o brasileiro. Entretanto, a chuva parou, o asfalto secou e Massa foi obrigado a fazer um pit stop além do que fora previsto.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari), que liderava o Mundial de Pilotos, também teve problemas. Punido logo nas primeiras voltas, manteve-se entre os cinco primeiros colocados. Nas voltas finais, perdeu o controle de seu carro, que se chocou com a Force India do alemão Adrian Sutil, considerado por muitos críticos o destaque da prova. Ambos foram para os boxes. Adrian Sutil abandonou. Raikkonen conseguiu voltar e terminou na 9ª posição, perdendo assim a liderança do Mundial de Pilotos para Lewis Hamilton.

Rubens Barrichello, da Honda, chegou na 6ª posição e, com isso, quebrou um jejum de 22 provas sem pontuar.

A duração da prova ultrapassaria o período de 2 horas. Por isso, terminou com 76 voltas (eram previstas 78), por contagem do tempo, conforme prevê o regulamento elaborado pela FIA.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Pos No Nome Construtor Parte 1 Parte 2 Parte 3 Grid
1 2 Brasil Felipe Massa Ferrari 1:15.190 1:15.110 1:15.787 1
2 1 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 1:15.717 1:15.404 1:15.815 2
3 22 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 1:15.582 1:15.322 1:15.839 3
4 23 Finlândia Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 1:15.295 1:15.389 1:16.165 4
5 4 Polónia Robert Kubica BMW Sauber 1:15.977 1:15.483 1:16.171 5
6 7 Alemanha Nico Rosberg Williams-Toyota 1:15.935 1:15.287 1:16.548 6
7 5 Espanha Fernando Alonso Renault 1:16.646 1:15.827 1:16.852 7
8 11 Itália Jarno Trulli Toyota 1:16.306 1:15.598 1:17.203 8
9 10 Austrália Mark Webber Red Bull-Renault 1:16.074 1:15.745 1:17.343 9
10 9 Reino Unido David Coulthard Red Bull-Renault 1:16.086 1:15.839 Sem tempo² 10
11 12 Alemanha Timo Glock Toyota 1:16.285 1:15.907 11
12 16 Reino Unido Jenson Button Honda 1:16.259 1:16.101 12
13 3 Alemanha Nick Heidfeld BMW Sauber 1:16.650 1:16.455 13
14 8 Japão Kazuki Nakajima Williams-Toyota 1:16.756 1:16.479 14
15 17 Brasil Rubens Barrichello Honda 1:16.208 1:16.537 15
16 14 França Sébastien Bourdais Toro Rosso-Ferrari 1:16.806 16
17 6 Brasil Nelson Piquet Jr. Renault 1:16.933 17
18 15 Alemanha Sebastian Vettel Toro Rosso-Ferrari 1:16.955 20¹
19 20 Alemanha Adrian Sutil Force India-Ferrari 1:17.225 18
20 21 Itália Giancarlo Fisichella Force India-Ferrari 1:17.823 19
  • Sebastian Vettel foi penalizado em cinco posições por ter de usar uma nova caixa de câmbio
  • David Coulthard bateu no muro ainda na segunda parte classificatória e ficou impossibilitado de participar da terceira sessão.

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos No Piloto Construtor Voltas Tempo/Saída Grid Pontos
1 22 Reino Unido Lewis Hamilton McLaren-Mercedes 76 2:00:42.742 3 10
2 4 Polónia Robert Kubica BMW Sauber 76 +3.064 5 8
3 2 Brasil Felipe Massa Ferrari 76 +4.811 1 6
4 10 Austrália Mark Webber Red Bull-Renault 76 +19.295 9 5
5 15 Alemanha Sebastian Vettel Toro Rosso-Ferrari 76 +24.657 19 4
6 17 Brasil Rubens Barrichello Honda 76 +28.408 14 3
7 8 Japão Kazuki Nakajima Williams-Toyota 76 +30.180 13 2
8 23 Finlândia Heikki Kovalainen McLaren-Mercedes 76 +33.191 4 1
9 1 Finlândia Kimi Räikkönen Ferrari 76 +33.792 2
10 5 Espanha Fernando Alonso Renault 75 +1 volta 7
11 16 Reino Unido Jenson Button Honda 75 +1 volta 11
12 12 Alemanha Timo Glock Toyota 75 +1 volta 10
13 11 Itália Jarno Trulli Toyota 75 +1 volta 8
14 3 Alemanha Nick Heidfeld BMW Sauber 72 +4 voltas 12
Ret 20 Alemanha Adrian Sutil Force India-Ferrari 68 Colisão 18
Ret 7 Alemanha Nico Rosberg Williams-Toyota 61 Acidente 6
Ret 6 Brasil Nelson Piquet Jr. Renault 47 Acidente 17
Ret 21 Itália Giancarlo Fisichella Force India-Ferrari 37 Acidente 20
Ret 9 Reino Unido David Coulthard Red Bull-Renault Colisão 15
Ret 14 França Sébastien Bourdais Toro Rosso-Ferrari Colisão 16

Notas[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Observe que somente as cinco primeiras posições estão incluídas na tabela.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Prova Anterior:
Grande Prêmio da Turquia de 2008
Campeonato do Mundo da FIA
Fórmula 1, Temporada 2008
Próxima Prova:
Grande Prêmio do Canadá de 2008

Prova Anterior:
Grande Prêmio de Mônaco de 2007
Grande Prêmio de Mônaco Próxima Prova:
Grande Prêmio de Mônaco de 2009