Jofre Soares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Outubro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Jofre Soares
Nascimento 21 de setembro de 1917
Palmeira dos Índios, AL
Nacionalidade  brasileiro
Morte 19 de agosto de 1996 (78 anos)
São Paulo, SP
IMDb: (inglês)

Jofre Soares (Palmeira dos Índios, 21 de setembro de 1917São Paulo, 19 de agosto de 1996) foi um dos mais destacados atores brasileiros.

Atuou em em mais de 100 filmes, entre eles: O Bom Burguês (1979) e O Grande Mentecapto (1989), dirigidos por Oswaldo Caldeira; Terra em Transe (1967), dirigido por Glauber Rocha; Memórias do Cárcere (1984), dirigido por Nelson Pereira dos Santos; Chuvas de Verão (1978) e Bye Bye Brasil (1979), dirigidos por Carlos Diegues e muitos outros.

Sua carreira de ator começou em 1961, aos 43 anos. Antes disso foi oficial da Marinha por 25 anos. Já tinha se aposentado como marinheiro, e se dedicava ao teatro amador e ao circo da cidade, no qual era um palhaço, quando o cineasta Nelson Pereira dos Santos o conheceu e o convidou para fazer o filme Vidas Secas, baseado na obra de Graciliano Ramos.

Sua última participação no cinema foi no filme O Cangaceiro, de Anibal Massaini, onde fazia o papel de um sertanejo.

Applications-multimedia.svg A Wikipédia possui o


Cinema[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Cinemateca Brasileira Maria Bonita, Rainha do Cangaço [em linha]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]