MacBook Air

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, consulte MacBook Air (inglês) e melhore este artigo conforme o guia de tradução.
Apple MacBook Air
Laptop ou Notebook
O MacBook Air.
O MacBook Air de 11" apresentado no final de 2010.
Fabricante: Apple Inc.
Lançamento: 10 de junho de 2013 (0 anos) (último lançamento)

29 de janeiro de 2008 (6 anos) (lançamento original)

Sistema operativo: Mac OS X Mountain Lion
Microprocessador: 64-bit Haswell Intel Core i5 ou Intel Core i7 da 4ª Geração
Memória: 4GB (Máxima: 8 GB)
Armazenamento: 128 / 256 / 512 GB SSD
Tela: 11.6" / 13.3" com a placa de vídeo Intel HD Graphics 5000
Dimensões: (11") Altura: (0.3-1.7 cm), Largura: (30 cm), Profundidade: (19.2 cm), Peso: (1.08 kg)
(13") Altura: (0.3-1.7 cm), Largura: (32.5 cm), Profundidade: (22.7 cm), Peso: (1.35 kg)
Entrada: Bluetooth 4.0, Wi-fi 802.11ac, Thunderbolt, USB 3.0 e HDMI
Sítio: Apple Brasil - MacBook Air
Apple Portugal - MacBook Air
Portal Tecnologias da informação

O MacBook Air é um notebook Macintosh fino da Apple apresentando um disco rígido de memória sólida. O MacBook Air tem um monitor widescreen com iluminação de fundo LED de 13.3", com resolução de tela 1280 x 800. O MacBook Air pesa 1.36 kg, tem 1,93 cm no ponto mais espesso e 0,4 cm no mais fino.

O então CEO da Apple Steve Jobs revelou o MacBook Air na Macworld Conference & Expo em 15 de janeiro de 2008. A Apple descreve o como o "notebook mais fino do mundo",[1] pois não havia nenhum modelo mais fino no passado.[2]

Visão Geral[editar | editar código-fonte]

Para reduzir o peso e altura, a Apple omitiu certas funções padrão de longa data em seus laptops. É o primeiro notebook da Apple desde o PowerBook 2400c sem uma unidade de mídia removível interna.[3] Usuários podem adquirir um SuperDrive USB externo ou utilizarem o software Remote Disc integrado para acessar a unidade óptica de outro computador, mas somente para instalar softwares.[4] Faltam um slot seguro slot de segurança[5] e uma porta Ethernet,[6] entretanto, um adaptador USB-para-Ethernet pode ser adquirido separadamente.[7] Adicionalmente, o MacBook Air oferecia somente uma porta USB. Há uma falta de slots Cardbus e ExpressCard, ambos com uma função padrão em laptops mais velhos e novos.[8] O dispositivo sente a falta de uma porta FireWire e como tal, o Mac OS X 10.5 Leopard não necessita de uma porta FireWire.

O MacBook Air é o primeiro computador laptop da Apple a ser oferecido com um dispositivo de memória sólida.[9] O site ArsTechnica encontrou melhoramentos de desempenho "moderados" no SSD de 64GB em relação ao disco rígido padrão de 80GB em testes. O MacBook Air vem com 2GB (2GiB) de mémoria RAM como padrão.[10]

A CPU é um chip Intel Core 2 Duo, que foi especialmente redesenhado para o MacBook Air, reduzindo o tamanho do pacote físico do chip em 60%.[11] Mesmo sendo o processar único, foi criticado por ser de baixa força computacional e de uma geração mais antiga.[12] [13]

O laptop tem o sistema de tranca magnética do MacBook e um gabinete de alumínio com o MacBook Pro. O trackpad aumentado oferece gestos Multi-Touch como o iPhone, uma melhoria sob os trackpads de MacBook anteriores. Entre os gestos estão apertar, percorrer e rodar.[14]

O primeiro MacBook Air vinha pré-carregado com o Mac OS X v10.5 e iLife '08.

Disco Remoto[editar | editar código-fonte]

O SuperDrive opcional do MacBook Air.

O MacBook Air pode acessar via rede sem fio o drive ótico de outro Mac ou PC Windows que possui o programa Remote Disc instalado, permitindo a instalação de aplicativos a partir de um CD ou DVD.[15] [16] Ele também pode reinstalar o software do sistema a partir do DVD de instalação incluído.[17] O Disco Remoto suporta netboot, então, o MacBook Air pode fazer boot a partir de seu DVD de instalação em uma unidade de outro computador.[18]

Serviciabilidade do usuário[editar | editar código-fonte]

Diferentemente do resto da família MacBook, o MacBook Air não tem partes diretamente substituíveis pelo usuário. Seu disco rígido, memória e bateria são fechadas dentro do gabinete, com a memória soldada à placa-mãe. A bateria do The MacBook Air não é facilmente substituível, fechada de uma maneira similar ao iPod e linhas de produtos Apple relacionadas.[12] [13] [19] O disco rígido não é soldado e pode ser substituído através de um processo de desmontagem não convencional.[20]

Impacto ambiental[editar | editar código-fonte]

O MacBook Air tem um gabinete todo em alumínio, um substrato de vidro de LCD livre de mercúrio e arsênico, cabos internos livres de PVC e a maioria dos circuitos impressos livres de retardantes de fogo tratados com bromo. [21] [22] O Greenpeace, que anteriormente criticou a Apple por suas práticas ecológicas, declarou que o MacBook Air "mais verde" é um passo para o que é considerado como melhorias necessárias.[23]

Preocupação com superaquecimento[editar | editar código-fonte]

Vários usuários de MacBook Air[24] desde o lançamento da primeira geração do produto reclamaram de problemas de superaquecimento severo, causando travamento da CPU. Este efeito parece ser exacerbado em climas mais temperados, como na Austrália do norte. Uma atualização de software lançada pela Apple no começo de Março que tentou corrigir o problema teve resultados variados.[25] O problema tende a aparecer durante tarefas intensas do sistema como reprodução de vídeo, bate-papo com vídeo ou reprodução de jogos.[26]

Críticas[editar | editar código-fonte]

O MacBook Air foi criticado por Ryan Block do Engadget por seu alto preço comparado a outros notebooks com especificações similares, sugerindo que um premium é pago por seu formato de fábrica.[27]

O Macbook Air também foi criticado pela dificuldade em acessar as portas de fone de ouvido e USB. Devido ao vão apertado, alguns dispositivos, incluindo alguns conectores de fones de ouvidos e modens USB de celulares 3G não couberam, sendo necessário que usuários adquiram um hub USB ou cabo de extensão para conseguirem utilizar seus dispositivos.[28] [29]

Como visto na seção especificações, o Macbook Air sente a falta de uma porta Firewire. Não suporta Target Disk Mode de qualquer tipo, que o habilitaria para ser utilizado com um disco rígido externo com rápidas transferências de dados.[30]

Especificações[editar | editar código-fonte]

Componente Intel Core 2
Modelo MacBook Air (Começo de 2008)[1]
Monitor Widescreen de 13.3 polegadas (diagonal) brilhante TFT LED, com resolução de 1280 por 800 pixels
Gráficos Processador gráfico Intel GMA X3100 com 144MB de DDR2 SDRAM compartilhada com memória principal
Armazenamento 120GB ATA 4200 rpm
Opcional 128GB SSD
Opcional SuperDrive USB externo do MacBook Air
Processador 1.8 GHz Intel Core 2 Duo
Opcional 2.1 GHz Intel Core 2 Duo
Mémoria 2GB DDR2 SDRAM (PC2-5300)
Sem Fios AirPort Extreme 802.11a/b/g/n integrado
Bluetooth 2.1+EDR integrado
Periféricos Saída de áudio
Porta USB 2.0
Micro-DVI
Sistema operacional mínimo necessário Mac OS X Leopard 10.5.0
Peso 1.36 kg
Dimensões 0,4-1,94 x 32.5 x 22.7 cm

Linha do tempo da família MacBook

Referências

  1. Apple MacBook Air advertising. Página visitada em 24 de maio de 2008.
  2. Michael Kanellos (15 de janeiro de 2008). MacBook Air: Not the thinnest notebook ever. CNET. Página visitada em 26 de fevereiro de 2008.
  3. Apple Macintosh 2400c/180 specs. EveryMac. EveryMac. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  4. MacBook wireless specifications. Apple Inc.. Apple Inc.. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  5. Dan Frakes (16 de janeiro de 2008). MacBook Air's Tradeoffs. Macworld. Página visitada em 18 de janeiro de 2008.
  6. MacBook Air specifications. Apple Inc.. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  7. Apple USB Ethernet Adapter. Apple Inc.. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  8. Walt Mossberg (24 de janeiro de 2008). Apple's MacBook Air Is Beautiful and Thin, But Omits Features. Wall Street Journal. Página visitada em 25 de janeiro de 2008.
  9. Suzanne Choney (24 de janeiro de 2008). Lighter laptops move to flash-based drives. Newsweek. Página visitada em 24 de janeiro de 2008.
  10. Jacqui Cheng (5 de fevereiro de 2008). What does $1,300 extra really get you?. ArsTechnica.
  11. Peter Cohen (15 de janeiro de 2008). Apple introduces MacBook Air. Macworld. Página visitada em 21 de janeiro de 2008.
  12. a b Dan Ackeman (29 de janeiro de 2008). Apple MacBook Air (1.6GHz). ZDNet Australia. Página visitada em 29 de março de 2008.
  13. a b MacBook Air: top 10 things wrong with it. APC. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  14. MacBook Air features. Apple Inc.. Página visitada em janeiro de 2008.
  15. Tom Yager. MacBook Air, a detailed preview. Infoworld. Página visitada em 18 de janeiro de 2008.
  16. MacBook Air. Apple Inc.. Página visitada em 15 de janeiro de 2008.
  17. MacBook Air - Guided Tour. Apple Inc.. Página visitada em 15 de janeiro de 2008.
  18. John Gruber (15 de janeiro de 2008). The MacBook Air. Daring Fireball. Página visitada em 15 de janeiro de 2008.
  19. MacBook Air's Fatal Flaw: Battery, RAM, HD Sealed Like an iPod. Gizmodo (15 de janeiro de 2008). Página visitada em 1 de janeiro de 2008.
  20. First Look at the MacBook Air. iFixIt. iFixIt (1 de fevereiro de 2008). Página visitada em 1 de fevereiro de 2008.
  21. Apple Introduces MacBook Air—The World’s Thinnest Notebook. Página visitada em 16 de janeiro de 2008.
  22. A Greener Apple. Apple Inc.. Apple Inc.. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  23. Apple Unveils Green Ultrathin Laptop (15 de janeiro de 2008). Página visitada em 1 de janeiro de 2008.
  24. CW (13 de março de 2008). The MacBook Air: when cool becomes (ouch!) Hot!. Bleeding Edge. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  25. Barry (13 de março de 2008). Apple’s MacBook (hot) Air problem. CNN Fortune Blog. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  26. Asher Moses (13 de março de 2008). Apple fans burned by hot Airs. The Age. Página visitada em 23 de maio de 2008.
  27. Ryan Block (25 de janeiro de 2008). MacBook Air review. Engadget. Página visitada em 10 de junho de 2008.
  28. Ryan Block (24 de janeiro de 2008). Adding insult to injury: USB 3G modems and even some thumb drive and mp3 players will not fit in the MacBook Air flip down USB port. Engadget. Página visitada em 10 de junho de 2008.
  29. Jacqui Cheng (3 de fevereiro de 2008). Thin is in: Ars Technica reviews the MacBook Air: Page 2. Ars Technica. Página visitada em 10 de junho de 2008.
  30. Rob Griffiths (16 de janeiro de 2008). MacBook Air: Holding my breath. Macworld.com. Página visitada em 10 de junho de 2008.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Apple logo black.svg Portal Apple Inc.