Mario (personagem)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Mario
Mario, em New Super Mario Bros. Wii (2009)
Nome no Japão Mario (マリオ)
Série de jogos Mario
Primeiro jogo Donkey kong
Designer Shigeru Miyamoto
Yōichi Kotabe (série Super Mario Bros.)
Shigefumi Hino (Super Mario World)
Dublador em inglês Charles Martinet
Informações pessoais
Afiliação Reino dos Cogumelos
Habilidade especial Várias

Mario (マリオ, Mario?) é um personagem fictício da franquia e série de jogos eletrônicos Mario da Nintendo, criado pelo desenvolvedor e designer de jogos eletrônicos japoneses Shigeru Miyamoto. Servindo como mascote da Nintendo e protagonista homônimo da série, Mario já apareceu em mais de 200 jogos desde sua criação. Apesar de, originalmente, aparecer apenas em jogos de plataforma, começando com Donkey Kong, Mario constantemente aparece em variados gêneros de jogos eletrônicos como corrida, puzzles, party, role-playing, luta e desportos.

Mario é retratado como um encanador italiano baixinho e rechonchudo que reside no Reino dos Cogumelos. Ele repetidamente tem a missão de resgatar a Princesa Peach, do vilão Bowser e impedir seus diversos planos de destruir e dominar o reino. Mario também tem outros inimigos ou rivais, incluindo Donkey Kong e Wario. Desde 1995, Mario é dublado por Charles Martinet.[1]

Como mascote da Nintendo, Mario é o personagem mais famoso da história dos videogames e a sua imagem está sempre associada com seus jogos. Até os dias de hoje, os jogos estrelados pelo personagem já venderam mais de 520 milhões de unidades no mundo inteiro[2] .

Conceito e criação[editar | editar código-fonte]

Visto em seu chapéu, o emblema de Mario o representa em muitas interfaces de vários dos jogos em que ele já apareceu.

Em 1981, Ikegami Tsushinki estava desenvolvendo, a serviço da Nintendo, o jogo Popeye. O jogo foi escrito, mas logo depois a Nintendo perdeu os direitos do personagem Popeye. Shigeru Miyamoto foi então solicitado para projetar um novo jogo baseado em suas próprias ideias. O resultado foi Donkey Kong, estrelando um personagem substituto de Popeye chamado "Jumpman" (que basicamente pulava de nível em nível, daí o nome) que tentava resgatar a namorada Pauline, substituta de Olívia Palito, do gorila Donkey Kong (substituto de Brutus). Mais tarde, alguém da Nintendo notou que Jumpman tinha uma impressionante semelhança com Mario Segalli, o senhorio italiano do escritório da Nintendo em Nova York. Foi o que bastou para se alterar o nome Jumpman para "Mario". O próximo jogo de Miyamoto, Donkey Kong Jr., estreou o nome "Mario". Este jogo também é o único a trazer Mario como um vilão (o filho de Donkey Kong o caçava). Originalmente um carpinteiro, Mario logo passou a ser considerado um encanador (pelas tubulações do jogo Mario Bros.) e depois herói (pelos jogos Super Mario Bros. 1, 2 e 3).[1]

Aparência[editar | editar código-fonte]

Na época, era complicado conceber sprites de animação para o cabelo de Mario. Além disso, Shigeru Miyamoto assumiu, em entrevista, que acha 'desenhar cabelos' muito difícil. Devido à quantia limitada de pixels loteada pelo personagem, Mario tem um grande nariz e um bigode porque não havia recursos de console para fazer a boca do personagem se mexer enquanto falava, então pôs um narigão e um bigode para esconder a boca. As aparências de Mario foram mudando conforme cada jogo da série era lançado para os consoles de videogame da Nintendo, como por exemplo no título Super Mario World, no qual Mario foi desenhado mais corretamente (devido a uma maior quantidade de pixels) com carateristicas físicas ainda iguais as de seu irmão, Luigi.

Para se ver os movimentos dos braços do Mario, seus braços precisavam ser de uma cor diferente de seu corpo. Miyamoto deu ao Mario um macacão azul e uma camiseta vermelha para resolver este problema. Mario tinha a camiseta azul e macacão vermelho em Donkey Kong e Donkey Kong Jr.. As cores foram trocadas para camiseta vermelha e macacão azul em Super Mario Bros. 3. Quando Super Mario Bros. foi lançado para o NES, Mario tinha seus macacões vermelhos originais, mas sua camisa era de uma cor castanha. Só em Super Mario Bros. 3 que Mario voltou a usar seu conjunto secundário de camisa vermelha e macacões azuis, e esse esquema de cores não se alterou desde então. No console Wii, este famoso macacão ganhou uma textura que o fez ter um ar de manufaturado(feito a mão) .[1]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Charles Martinet Down Under (em Inglês). N-Sider (14 de Novembro de 2002). Página visitada em 23 de Fevereiro de 2013.
  2. http://www.mcvuk.com/press-releases/46114/3rd-Annual-ELAN-Awards

Ligações externas[editar | editar código-fonte]