Murphy Brown Lied to Us

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Murphy Brown Lied to Us"
18º episódio da 6ª temporada de 30 Rock
Liz Lemon (esquerda) e Chriss Chros (direita) no encontro com Catherine (centro).
Informação geral
Escrito por: Robert Carlock
Vali Chandrasekaran
História Sam Means
Tracey Wigfield
Direcção John Riggi
Dire(c)tor de fotografia Meg Reticker
Edição Peter Reniers
Código de produção 618
Duração 30 minutos
Exibição original 19 de Abril de 2012
Convidados
Episódios da 6ª temporada
Cronologia
Último
Último
"Meet the Woggels!"
"Live from Studio 6H"
Próximo
Próximo
30 Rock (6ª temporada)
Lista de episódios

"Murphy Brown Lied to Us" é o décimo oitavo episódio da sexta temporada da série de televisão norte-americana de comédia de situação 30 Rock, e o centésimo vigésimo da série em geral. O seu enredo foi escrito por Robert Carlock e Vali Chandrasekaran, e foi dirigido por John Riggi. A sua transmissão nos Estados Unidos ocorreu na noite de 19 de Abril de 2012 através da rede de televisão National Broadcasting Company (NBC). Dentre os artistas convidados, estão inclusos Will Forte, James Marsden, Dante E. Clark, Bobby Moynihan, Jake Boyd, Clarke Thorell, Bebe Wood, e Curt Bouril. Matt Lauer e Stacy Keach interpretaram versões ficcionais de si próprios.

No episódio, Jack Donaghy (interpretado por Alec Baldwin) arranja um encontro às cegas para Liz Lemon (Tina Fey), a fim de mostrá-la o que ela está a perder no seu relacionamento com Chris Chros (Marsden). Enquanto isso, na KabeTown, Jack tem de apressar-se quando o seu plano de produzir sofás atinge uma colisão. Com a ajuda de Tracy Jordan (Tracy Morgan), a celebridade Jenna Maroney (Jane Krakowski) orquestra uma humilhação pública pessoal com o objectivo de chamar a atenção de Paul Lastname (Arnett).[1]

Em geral, "Murphy Brown Lied to Us" foi recebido com opiniões positivas pela crítica especialista em televisão, tendo registado um retorno em análises críticas, uma vez que desde o início da temporada os episódios vinham recebendo na maioria opiniões negativas pelos analistas. A representação de Krakowski foi louvada pela crítica, enquanto o enredo da personagem Jack foi recebido com opiniões mistas. De acordo com o sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, o episódio foi assistido por 3.06 milhões de domicílios durante a sua transmissão original norte-americana, e recebeu uma classificação de 1.5/5 no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade.

Produção e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O actor e comediante Will Forte fez a sua nona participação na série em "Murphy Brown Lied to Us".

"Murphy Brown Lied to Us" foi escrito pelo produtor executivo Robert Carlock e pela produtora Vali Chandrasekaran, e dirigido pelo também produtor executivo John Riggi.[2] Esta é a vigésima segunda vez que Carlock escreve um argumento para um episódio da série, sendo "Idiots Are People Three!" o último episódio cujo argumento foi por si escrito.[3] [4] Também é a sexta vez que Chandrasekaran escreve um guião para um episódio do seriado, sendo "Standards and Practices" o último episódio cujo guião foi escrito por ela.[5] [6] Este é o décimo terceiro crédito de direcção por Riggi, sendo "Nothing Left to Lose" o último episódio que ele dirigiu.[7] [8]

Em uma entrevista com a revista electrónica Entertainment Weekly, na qual falou sobre a sexta temporada do seriado, Carlock afirmou que "Murphy Brown Lied to Us" teve o fim de "recomeçar a dinâmica de Jack e Liz novamente e ser sério." Ele afirmou também que o episódio teve uma das suas melhores esquisitices: "a ajuda de Jack a Liz".[9] Durante a entrevista, o argumentista foi questionado sobre como "Murphy Brown Lied to Us" enquadra-se na temporada e no seriado em geral. Ele respondeu:

Cquote1.svg Foi um grande alívio para nós como uma equipa. Nós começamos uns anos atrás essa ideia de que Liz, na sua conquista total pela felicidade, queria ter uma família. Nos tempos passados, nós não sabíamos se estaríamos no ar por mais uma semana. Era divertido saber que, 'Okay, agora se estamos a dirigir-nos para algum tipo de alinhamento final para as personagens ou para a série, nós podemos voltar para essas coisas.' Com James Marsden em cena... poderíamos ressuscitar essas ideias para ela. [Este episódio] foi muito mais sobre reiniciar [a dinâmica Jack-e-Liz] e ser sério. Uma grande parte do seriado é sobre Jack e Liz educarem-se um ao outro, e muita dessa educação da parte de Liz é aquela procura da felicidade e o retorno à normalidade. É sempre algo com que brincar.[9] Cquote2.svg

Em Outubro de 2011, foi anunciado que o actor James Marsden iria fazer uma participação em 30 Rock durante seis episódios.[10] A sua primeira aparição na série foi no segundo episódio da temporada, "Idiots Are People Two!",[11] no qual interpretou o papel de Chriss Chros, o novo interesse amoroso de Liz Lemon.[12] Neste episódio, ele repetiu o seu desempenho como a personagem pela sexta vez.[13] Em uma entrevista com a revista Los Angeles Times, Marsden revelou que "gostaria de interpretar uma personagem divertida".[14]

O comercial da Chrysler protagonizado por Clint Eastwood (imagem) foi parodiado em "Murphy Brown Lied to Us".

Este foi mais um dos episódios de 30 Rock que fez uma referência ao suposto caso amoroso entre o actor Mickey Rourke e Jenna.[15] As referências ou piadas iniciaram no episódio final da terceira temporada, "Kidney Now!", no qual Jena diz que já tentou namorar com Rourke.[16] Desde então, ela vem proferindo afirmações sobre como ele tentou matá-la com uma espada de dois gumes, e que ele "reinventou-me, destruiu-me e reconstruiu-me do nada sexualmente".[17] [18] Em uma entrevista com o portal The Hollywood Reporter, quando questionada sobre o relacionamento, a intérprete Jane Krakowski respondeu: "Sim, Parece intrigante. Eu pensei muito nisso, e estou um pouco perturbada. Eu não sei, nós de repente escolhemos pessoas. [...] Passou um longo período desde que eu estive com Mickey Rourke..."[19] Neste episódio, Rourke manda flores para Jenna enquanto ela está internada. No entanto, estas flores têm várias aranhas pretas dentro delas e, como Tracy é que estava a segurá-las, elas saltaram directamente para a sua face.[20]

Os actores e comediantes Will Forte e Bobby Moynihan, o primeiro um ex-membro e o segundo um membro actual do programa de televisão humorístico Saturday Night Live (SNL), fizeram uma aparição em "Murphy Brown Lied to Us".[21] Esta foi a nona aparição de Forte em 30 Rock como a personagem Paul Lastname e a primeira de Moynihan, sendo que a última de Forte foi em "The Tuxedo Begins".[22] Vários outros membros do elenco do SNL já fizeram uma aparição em 30 Rock. Estes membros do elenco incluem Rachel Dratch,[23] [24] Chris Parnell,[25] [26] Andy Samberg,[27] [28] Fred Armisen,[29] [30] Kristen Wiig,[29] [30] Will Forte,[31] Jason Sudeikis,[32] Molly Shannon,[33] Horatio Sanz,[34] [35] e Jan Hooks.[36] [37] Ambos Tina Fey e Tracy Morgan fizeram parte do elenco principal do SNL,[38] sendo que Fey foi a argumentista-chefe do programa entre 1999 e 2006.[39] Alec Baldwin também apresentou o Saturday Night Live por dezassete vezes, o maior número de episódios por qualquer apresentador da série.[40]

O também actor e comediante Judah Friedlander, que interpreta o personagem Frank Rossitano em 30 Rock, é conhecido pelos seus bonés de camioneiro de marca registada que ele usa dentro e fora do personagem Frank. Os chapéus, normalmente, apresentam pequenas palavras ou frases estampadas neles. Friedlander afirmou que ele próprio faz os bonés. Disse ainda que "alguns são piadas interiores, e alguns são simplesmente piadas".[41] A ideia veio do persona de Friedlander nas suas apresentações de comédia stand-up, onde os chapéus estão todos impressos com a frase "campeão mundial" em diferentes línguas e diferentes estilos.[42] Neste episódio, Frank usa um boné que lê a palavra "Erupção Cutânea Má", com as letras a vermelho encarnado e o fundo a amarelo escuro.[43]

Apesar de creditados, os actores Scott Adsit e Keith Powell não interpretaram as personagens Pete Hornberger e James "Toofer" Spurlock, respectivamente, em "Murphy Brown Lied to Us".[44] Em uma cena do episódio, quando estão no hospital, Tracy chama Jenna pelo nome da actriz que interpreta-a, Jane.[45]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Esta secção contém revelações sobre o enredo.
Liz recebeu um e-mail de Kevin, que lhe enviou a partir de um dos seus quatro iPads (imagem).

Enquanto faziam as limpezas de primavera, Chriss Chros (interpretado por James Marsden) descobre uma caixa onde está escrito "Caixa de Adopção". Liz Lemon (Tina Fey) rapidamente descarta a possibilidade de ter um filho pois não quer passar por isso sozinha. Chriss, então, diz-lhe que ela não tem que passar por isso sozinha. Após as limpezas, Liz vai ao escritório de Jack Donaghy (Alec Baldwin) para oferecer o seu fato de Princesa Leia à sua filha, como uma prova de que abandonou por completo a ideia de bebés. Em resposta a isto, Jack diz que ela e Chriss estão a "nidificar", e marca um encontro às cegas para Liz com o seu amigo Kevin (Curt Bouril). Mais tarde, Liz recebe um e-mail de Kevin (que foi enviado de um dos seus quatro iPads) a confirmar o encontro. Liz de imediato quer responder não, mas Chriss diz que ela deve ir, para que Jack finalmente dê a sua aprovação ao seu relacionamento. No encontro, Liz repara que Kevin está muito ocupado com o seu telemóvel e acaba por fazer amizade com a filha dele, Catherine (Bebe Wood), visto que têm interesses comuns. Repentinamente, Chriss chega de rompante no restaurante e interrompe o encontro, o que deixa Liz muito feliz. De volta ao apartamento de Liz, ele diz que gostaria de ter um bebé com ela.[45] [46]

Entretanto, com o fim de impressionar o seu chefe, Jack decide abrir uma nova linha de sofás da KouchTown, uma divisão dedicada à manufacturação de sofás da KableTown. O protótipo promocional para o produto foi um êxito, mas após pedir que Liz experimentasse-os, ele descobre que estes são extremamente desconfortáveis, devido à insistência de Jack por "engenheiros norte-americanos inexperientes". Ele, desesperado pois encomendou dez mil sofás, teve de recompor-se e tentar criar um mercado para vender sofás terríveis e desconfortáveis. Então, Jack faz uma apresentação para corporativos que trabalham com compra de móveis, mas eles acabam por abandonar a meio da apresentação, não impressionados com o produto. Então, ele decide vender os sofás para o governo, particularmente para a Central Intelligence Agency (CIA), que usa-os em interrogações a criminosos.[45] [46]

Em outros lugares, Jenna Maroney (Jane Krakowski) chega no estúdio 6H — onde é filmado o The Girlie Show with Tracy Jordan (TGS) — bêbada e tem um comportamento errático. Quando Liz fala com ela, esta diz que está a trabalhar no seu próprio "desequilíbrio de celebridade", com o fim de trazer Paul Lastname (Will Forte), o seu ex-namorado, de volta. Ela cita Britney Spears, Lindsay Lohan, Heather Locklear, Demi Lovato, Demi Moore e Moammar Qaddafi como as suas principais inspirações. Em uma entrevista à Jenna com Matt Lauer no The Today Show, é exibida uma retrospectiva das acções "desequilibradas" de Jenna: a roubar o microfone em um concurso de soletração, a cair bêbada no chão ao sair de uma discoteca sem roupa íntima, sequências gravadas por uma câmara de segurança que mostram-na a furtar um item de uma loja, e a sua fotografia policial. A meio da entrevista, ela parte uma janela do programa e salta por ela para a rua. Como consequência disto, Jenna é internada em um hospital devido à exaustão. Amigos e antigos amantes aparecem para a visitar: David Blaine, Frank Rossitano (Judah Friedlander), e o seu professor de ginástica na Escola Secundária. Ela reclama com Tracy Jordan (Tracy Morgan) que tudo o que fez foi por Paul e, todavia, ele não apareceu. Subitamente, Paul, que estava vestido de enfermeira no quarto, vira-se revelando-se, e volta para Jenna.[45] [46]

Jenna, o Hamlet iniciou a peça [teatral] a esfaquear pessoas? Não. Ele iniciou a ser entediante e a arruinar o meu aniversário porque Angie queria tirar proveito de todo o teatro excelente de Nova Iorque.
 
Tracy a motivar Jenna a prosseguir com o seu desequilíbrio.[47] ,
Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências culturais[editar | editar código-fonte]

Catherine pergunta a Liz o que ela acha de ter um penteado igual ao da personagem Scott, do filme To Kill a Mockingbird (1962).[48] Enquanto estão no apartamento, Chriss pergunta a Liz se ela quer assistir com ele o programa MythBusters.[20] Na fábrica de sofás, Stuart revela a Jack que os seus superiores apenas o ensinaram "como construir montanhas-russas e desafios Survivor", um programa de televisão norte-americano.[49] Quando encontra-se sem saída devido ao seu fracasso, Jack diz que caso não consiga vender os sofás, terá de passar o resto da sua carreira a tentar trazer o seriado ALF de volta à televisão. Liz diz que a personagem Murphy Brown, da série de televisão de mesmo nome, teve o apoio da gangue do FYI quando era uma mãe solteira.[1]

Kanyegate
Kanye West at the 2009 Tribeca Film Festival-2.jpg
Taylor Swift 3, 2011.jpg
"Murphy Brown Lied to Us" brevemente parodiou um acontecimento controverso decorrido entre o rapper norte-americano Kanye West e cantora country também norte-americana Taylor Swift.

"Murphy Brown Lied to Us" brevemente parodiou o acontecimento "Kanyegate", que ocorreu em Setembro de 2009 durante a cerimónia dos MTV Music Video Awards. Quando Taylor Swift estava prestes a fazer o discurso de aceitação pelo seu prémio na categoria "Melhor Vídeo Musical Feminino",[50] Kanye West arrancou o microfone da sua mão e declarou que "Beyoncé tem um dos melhores vídeos de todos os tempos".[51] No episódio, enquanto desempenhava o seu "desequilíbrio de celebridade", Jenna arranca o microfone de uma rapariga quando esta recebe o prémio principal do concurso de soletração da Scripps-Howard, e grita que a outra concorrente "soletrou uma das palavras mais difíceis de todos os tempos".[52] [53] Ao contrário de West, que pediu desculpas a Swift, Jenna não pediu.[54] Além disso, durante o desequilíbrio, Jenna foi flagrada em um ataque de cleptomania, visto que ela estava a roubar artigos de uma joelharia. A cantora e actriz Lindsay Lohan foi presa em Fevereiro de 2011 por ter roubado um colar de uma joelharia.[55] [56]

A saga de filmes Star Wars é frequentemente referenciada em 30 Rock, começando com o episódio piloto (2006), onde Tracy é visto a gritar que é um Jedi.[57] Liz admite ser uma grande fã de Star Wars, a dizer que havia assistido à saga por muitas vezes com Pete Hornberger (Scott Adsit),[58] e que vestiu-se como a Princesa Leia, personagem da saga, durante quatro Halloweens consecutivos,[59] e ao tentar sair do serviço do júri em Chicago e Nova Iorque.[60] [61] [62] [63] A saga também é referenciada quando Tracy assume a identidade do personagem Chewbacca em "Tracy Does Conan".[64] Fey, uma fã de Star Wars, disse que a piada ou referência da saga "começou a acontecer organicamente", quando a equipa percebeu que tinha uma referência de Star Wars "em quase todos episódios". Fey disse que a partir de então "tornou-se uma coisa que [eles] tentaram manter no programa", e que mesmo que não pudessem incluir uma em cada episódio, ainda tinham uma "média muito alta de piadas". Fey atribuíu a maioria das referências ao produtor executivo e guionista Robert Carlock, a quem descreveu como "o especialista residente".[65] Neste episódio, Star Wars é referenciado quando Liz entrega a Jack o seu fato de Princesa Leia para ele oferecer à sua filha, Liddy.[66] [67]

"Murphy Brown Lied to Us" também parodiou o comercial narrado por Clint Eastwood e exibido durante o evento Super Bowl XLVI, intitulado "Half Time in America".[68] A paródia foi feita por três vezes no episódio, tendo todas sido protagonizadas por Stacy Keach, que estava a parodiar Eastwood. Na primeira vez, Keach publicita os sofás "super confortáveis" da KouchTown. Na segunda vez, ele publicita os mesmos sofás, só que desta vez tenta vender desconforto. Na terceira vez, desta vez durante a sequência dos créditos finais, Keach publicita as pastilhas da banda desenhada Bazooka Joe.[45]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

Transmissão e audiência[editar | editar código-fonte]

O gráfico acima ilustra a variação da audiência da sexta temporada de 30 Rock. Este episódio está representado pelo número dezoito na coluna das abcissas.

Nos Estados Unidos, "Murphy Brown Lied to Us" foi transmitido a 19 de Abril de 2012 pela rede de televisão National Broadcasting Company às vinte horas e trinta minutos (UTC-4; horário de verão).[69] No Canadá, foi emitido no mesmo dia pelo canal de televisão City TV.[70]

De acordo com as estatísticas publicadas pelo sistema de mediação de audiências Nielsen Ratings, "Murphy Brown Lied to Us" foi assistido por uma média de 3,06 milhões de agregados familiares durante a sua transmissão original norte-americana.[71] Recebeu também a classificação de 1,5/5 no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 49 anos de idade, o que significa que ele foi visto por 1,5 por cento de todas as pessoas dos 18 aos 49 anos de idade, e por 5 por cento de todas as pessoas dos 18 aos 49 anos de idade dentre as que estavam a assistir à televisão no momento da transmissão.[72] Isto foi uma melhoria de dez por cento em relação ao número de telespectadores do episódio da semana anterior, "Meet the Woggels!", que foi visto por uma média de 2.98 milhões de domicílios norte-americanos.[73] [74]

Na semana de 16 a 22 de Abril de 2012, no perfil demográfico dos telespectadores entre os 18 aos 34 anos de idade, 30 Rock posicionou-se no número dezassete. Pela sua transmissão no horário das vinte horas e trinta minutos, posicionou-se no número dois no mesmo perfil demográfico.[75] Na quinta-feira de 19 de Abril de 2012, no perfil demográfico dos telespectadores entre as idades de 18 a 49, o seriado posicionou-se no número três (contra cinco) entre os outros programas emitidos pela emissora, e no número dois entre as outras séries que foram transmitidas no mesmo horário.[76]

Análises da crítica[editar | editar código-fonte]

A representação e enredo de Jane Krakowski foram apreciados por vários críticos.
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
The A.V. Club (B+)[20]
Entertainment Weekly (positiva)[49]
Examiner (positiva)[46]
HitFix (positiva)[77]
Hollywood.com (positiva)[78]
New York Magazine (positiva)[48]
Zap2it (positiva)[79]

Breia Brissey, para a revista electrónica Entertainment Weekly, afirmou que gostaria que a actriz Bebe Wood, que interpretou a jovem Catherine, tivesse um papel regular na série em vezes futuras, tendo achado que ela é "uma jovem Liz Lemon" e que "poderia ensinar muito. Brissey elogiou o enredo de Jenna, bem como a participação de Will Forte, dizendo que ele "funcionou" e acrescentando que Jane Krakowski "se saiu bem" e que "o plano funcionou na totalidade". Ela concluiu a análise parabenizando a paródia aos comerciais da Chrysler e comentando que deseja que Liz e Chriss tenham um filho.[49] Alan Sepinwall, para o blogue HitFix, achou que "Murphy Brown Lied to Us" pareceu "especial" e "não foi só o [episódio] de que mais ri desde há um longo tempo, [como também] apresentou um momento fantástico de Jack/Liz no seu clímax." Sepinwall comentou que a sequência das cenas do sofá trouxe "piadas atrás de piadas brilhantes" e elogiou a actuação de Ethan Allen, além de concordar com Brissey sobre a possibilidade do filho, a dizer que estes seriam "super génios". Apesar de tudo, ele criticou o enredo da adopção, visto que "chegou tarde e Liz está agora em um relacionamento estável que irá durar por muito tempo." Sepinwall concluiu a análise elogiando o enredo de Jenna e Tracy: "Mesmo o requisito sub-enredo Tracy/Jenna funcionou, como à medida que o desequilíbrio de Jenna ficava cada vez mais ridículo, a brincadeira recorrente sobre as tentativas de Mickey Rourke de matá-la continuou."[77]

David Eckstein, para o portal de notícias Zap2it, elogiou as paródias dos comerciais, principalmente o desempenho de Stacy Keach a parodiar Clint Eastwood. "30 Rock nunca pára de encontrar novas formas para surpreender. E por isso, nós devemos ser eternamente gratos", disse Eckstein.[79] Izzy Grinspan, para a coluna Vulture da revista New York Magazine, também elogiou os comerciais e a representação de Keach, declarando que a escolha dele foi "genial, como ele é um dos poucos actores que conseguem superar Eastwood." Grinspan também elogiou os sub-enredos de "Murphy Brown Lied to Us", principalmente o de Liz e Jenna; contudo, achou que o de Jack pareceu um pouco indexado ao mundo exterior e criticou a referência ao incidente de Kanye West, dizendo que "teria funcionado melhor em Setembro de 2009".[48] Joshua Lawson, para o sítio de entretenimento Examiner, fez um elogio a James Marsden e aos comerciais. Embora tenha achado que o episódio não desapontou, Lawson afirmou que nenhum dos enredos do mesmo foi fresco.[80] A análise de Aly Semigran, para o sítio Hollywood.com, centrou-se nas referências culturais e piadas recorrentes, tendo feito um elogio ao comercial das pastilhas Bazooka Joe e às flores enviadas à Jenna por Rourke. Todavia, Semigran não deixou de elogiar Alec Baldwin, afirmando que a sua história no episódio "foi uma das melhoras da temporada".[78]

Meredith Blake, para o jornal de entretenimento The A.V. Club, opinou que "Murphy Brown Lied to Us" foi um episódio que apesar de não ser tão engraçado quanto os outros, "merece uma avaliação acima da média pela representação de um momento bastante monumental na história da série", referindo-se à tentativa de adopção por Liz. Ela louvou a actuação de Krakowski, opinando que pelo menos nesse ponto o seriado se sucedeu com sucessos, e ficou feliz por Jenna ter se reatado com Paul. No entanto, Blake criticou o enredo de Jack por ser "fraco" e por ter se tornado em um "enchimento", e as paródias dos comerciais, comentando que assim que eles apareciam, "sentia vontade de avançar [a televisão]". Ela concluiu a análise escrevendo que nunca ficaria cansada de uma referência à Mickey Rourke e atribuindo a classificação de B+ a partir de uma escala de A a F.[20]

Prémios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Os argumentistas do episódio, Robert Carlock e Vali Chandrasekaran, receberam uma nomeação aos PAAFTJ Television Awards na categoria "Melhor Argumento para Série de Comédia".[81] Todavia, perderam para Chris Mckenna pelo seu trabalho no enredo do episódio "Remedial Chaos Theory", da série Community.[82] Na cerimónia de 2013 dos NAACP Image Awards, também foram nomeados na categoria "Melhor Escrita de Argumento para Série de Comédia", tendo também perdido, desta vez para Vincent Brown pelo seu trabalho no seriado A.N.T. Farm.[83]

Notas de rodapé

  1. a b Harnick, Chris (20 de Abril de 2012). 'Murphy Brown' Reunion: Stars, Creator Recall Fond Memories At TV Land Awards (em inglês). The Huffington Post. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  2. Murphy Brown Lied to Us (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 17 de Abril de 2012.
  3. Robert Carlock (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 5 de Janeiro de 2012.
  4. 30 Rock - Idiots Are People Three! (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 20 de Janeiro de 2012.
  5. Vali Chandrasekaran (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 11 de Agosto de 2012.
  6. 30 Rock - Standards and Practices (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 9 de Março de 2012.
  7. John Riggi (em inglês). Hollywood.com. Página visitada em 10 de Novembro de 2011.
  8. 30 Rock: Nothing Left To Lose (em inglês). Zap2it. Página visitada em 30 de Março de 2012.
  9. a b Beard, Lanford (12 de Junho de 2012). Emmy Watch: '30 Rock' EP Robert Carlock talks 'Murphy Brown' and Liz Lemon's future (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 11 de Agosto de 2012. "It was a big relief to us as a staff. We had started a few years ago this idea that Liz, in her total quest for happiness — whether that’s possible or not, which I don’t think we’ve answered yet — wanted to have a family. Back in the day, we weren’t sure we’d be around next week. It was fun to know that, ‘Okay, now if we’re heading toward some sort of endgame for the characters or for the series, we can get back into that stuff.’ With Jimmy Marsden [who plays Liz's boyfriend Criss] on the scene… we could resuscitate these ideas for her."
  10. O'Connel, Mikey (6 de Outubro de 2011). Denise Richards, James Marsden headed to '30 Rock' (em inglês). MSN. Zap2it. Página visitada em 6 de Outubro de 2011.
  11. "Idiots Are People Two!". Argumentista(s): Robert Carlock; Director(es): Beth McCarthy-Miller. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 19 de Janeiro de 2012. Episódio número 2, 6ª temporada.
  12. Hilton, Perez (16 de Dezembro de 2011). 30 Rock S6 Sneak Peek! James Marsden, A More Laid Back Liz! (em inglês). Perez Hilton.com. Página visitada em 29 de Fevereiro de 2012.
  13. Rice, Lynette (5 de Outubro de 2012). James Marsden to guest star on '30 Rock' (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 29 de Fevereiro de 2012.
  14. Villarreal, Yvonne (6 de Janeiro de 2012). Q+A: James Marsden 'hopes to be funny' on '30 Rock' (em inglês). Los Angeles Times. Página visitada em 29 de Fevereiro de 2012.
  15. Frank, Sarah (15 de Março de 2012). Video: What We’ve Learned About Jenna Maroney’s Celebrity-Studded Past on 30 Rock (em inglês). Vulture. New York Magazine. Página visitada em 4 de Agosto de 2012. "But we're particularly interested in Jenna's on-and-off romance with Mickey Rourke: Sure, he's not a look-alike, but we still think there's a spark there that hasn't yet been entirely extinguished."
  16. Sepinwall, Alan (15 de Maio de 2009). 30 Rock, "Kidney Now!": Sheryl Crow, Adam Levine, Clay Aiken and company come to save Alan Alda (em inglês). The Star-Ledger. Página visitada em 4 de Agosto de 2012. "Is this the first Jenna/Mickey Rourke joke? I have a feeling we've heard references before to them trying to date."
  17. 30 Rock Best Lines (em inglês). New York Magazine. Página visitada em 4 de Agosto de 2012.
  18. Kandell, Steve (1 de Outubro de 2010). 30 Rock: Sex, Lies, and Videotape (em inglês). Vulture. New York Magazine. Página visitada em 4 de Agosto de 2012. "Turns out that oozing sexual confidence is a double-edged sword, like the kind Mickey Rourke tried to kill Jenna with."
  19. Zakarin, Jordan (26 de Abril de 2012). '30 Rock': Jane Krakowski, Jack McBrayer on Crazy Reality Stars, Mickey Rourke and Kenneth's Family (Q&A) (em inglês). The Hollywood Reporter. Página visitada em 4 de Agosto de 2012. "Yes! It sounds intriguing, right. [laughing] I've thought about it a lot, and I'm quite disturbed. I don't know we suddenly pick people. Like the other day there was a whole Dean Cain reference. Like, how random, why Dean Cain? What have we done to Dean Cain, what's happened?... There's been a long period I had with Mickey Rourke, then I just had--"
  20. a b c d Blake, Meredith (19 de Abril de 2012). “Murphy Brown Lied To Us” | 30 Rock (em inglês). The A.V. Club. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  21. 30 Rock — Murohy Brown Lied to Us (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 13 de Julho de 2012.
  22. "The Tuxedo Begins". Argumentista(s): Josh Siegal, Dylan Morgan; Director(es): Jeff Richmond. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 16 de Fevereiro de 2012. Episódio número 8, 6ª temporada.
  23. 'Ally' Cat Krakowski Joins '30 Rock' (em inglês). Zap2it (17 de Agosto de 2006). Página visitada em 18 de Dezembro de 2009. Cópia arquivada em 18 de Agosto de 2006.
  24. Traister, Rebecca (14 de Abril de 2010). The Tina Fey backlash (em inglês). Salon.com. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  25. Barrett, Annie (7 de Dezembro de 2006). What SNL alums besides Chris Parnell should guest on 30 Rock? (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 13 de Julho de 2012.
  26. Barrett, Annie (7 de Dezembro de 2006). What 'SNL' alums besides Chris Parnell should guest on '30 Rock'? (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  27. Andu Samberg (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 6 de Julho de 2012.
  28. "The Ballad of Kenneth Parcell". Argumentista(s): Matt Hubbard; Director(es): Jeff Richmond. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 26 de Janeiro de 2012. Episódio número 4, 6ª temporada.
  29. a b Canning, Robert (15 de Abril de 2011). '30 Rock': "Somebody to Love" Review (em inglês). IGN. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  30. a b "Somebody to Love". Argumentista(s): Tina Fey, Kay Cannon; Director(es): Beth McCarthy-Miller. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 15 de Novembro de 2007. Episódio número 6, 2ª temporada.
  31. Mitovich, Matt Webb (2 de Fevereiro de 2007). It Feels Good to Laugh (em inglês). TV Guide. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  32. Matheson, Whitney (19 de Abril de 2007). A chat with ... '30 Rock' and 'SNL' star Jason Sudeikis (em inglês). USA Today. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  33. "The Fighting Irish". Argumentista(s): Jack Burditt; Director(es): Dennie Gordon. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 8 de Março de 2007. Episódio número 17, 1ª temporada.
  34. "Anna Howard Shaw Day". Argumentista(s): Matt Hubbard; Director(es): Ken Whittingham. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 11 de Fevereiro de 2010. Episódio número 13, 4ª temporada.
  35. 30 Rock — Anna Howard Shaw Day (em inglês). Yahoo! TV. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  36. Sepinwall, Alan (4 de Abril de 2010). 30 Rock, 'Verna': Jan Hooks guest-stars (em inglês). The Star-Ledger. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  37. "Verna". Escritor(es): Ron Weiner; Director(es): Don Scardino. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 4 de Fevereiro de 2010. Episódio número 12, 4ª temporada.
  38. Fickett, Travis (17 de Outubro de 2006). IGN Interview: '30 Rock''s Tracy Morgan (em inglês). IGN. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  39. Goodwin, Christopher (11 de Maio de 2008). And funny with it (em inglês). The Guardian. Página visitada em 18 de Dezembro de 2009.
  40. "Alec Baldwin/Christina Aguilera". Saturday Night Live. NBC Universal. National Broadcasting Company. 11 de Novembro de 2006. Episódio número 5, 32ª temporada.
  41. Judah Friedlander: World Champion - The CC Insider Interview (em inglês). Comedy Central (12 de Maio de 2008). Página visitada em 12 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 26 de Julho de 2008.
  42. Aleksander, Irina (24 de Abril de 2008). Five Questions for Judah Friedlander (em inglês). The New York Observer. Página visitada em 12 de Julho de 2012. Cópia arquivada em 11 de Setembro de 2012.
  43. "Murphy Brown Lied to Us". Argumentista(s): Robert Carlock, Vali Chandrasekaran; Director(es): John Riggi. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 19 de Abril de 2012. Episódio número 18, 6ª temporada.
  44. Wieselman, Jarett (23 de Setembro de 2010). '30 Rock' star Keith Powell: Cakes for everybody! (em inglês). The New York Post. Página visitada em 28 de Fevereiro de 2011. Cópia arquivada em 7 de Setembro de 2012.
  45. a b c d e 30 Rock | Episode 6.18 : Murphy Brown Lied to Us (em inglês). Ace Showbiz. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  46. a b c d Rude, Kelsey (20 de Abril de 2012). Last Night on "30 Rock:" "Murphy Brown Lied to Us" (em inglês). Examiner. Página visitada em 3 de Agosto de 2012. "On last night's “30 Rock,” Liz (Tina Fey) has made a decision not to pursue motherhood anymore, which comes as a relief for her boyfriend Criss (guest star James Marsden). Meanwhile, Jack (Alec Baldwin) has to figure out what to do when his own plans don’t turn out the way he imagined."
  47. Brissey, Breia (20 de Abril de 2012). '30 Rock': Murphy Brown lied to us! (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  48. a b c Grinspan, Izzy (20 de Abril de 2012). 30 Rock Recap: You Are Being So Transvaginal (em inglês). Vulture. New York Magazine. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  49. a b c Brissey, Breia (20 de Abril de 2012). '30 Rock': Murphy Brown lied to us! (em inglês). Entertainment Weekly. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  50. 2009 Video Music Awards Summary (em inglês). MTV (MTV Networks). MTV Video Music Awards (2009) (2009). Página visitada em 27 de Agosto de 2012. "When country music darling Taylor Swift took the prize over seeming favorite-to-win Beyoncé, Kanye West took the microphone from a bewildered Swift mid-speech and said, "I'm really happy for you, I'm gonna let you finish, but Beyoncé had one of the best videos of all time." With boos from the crowd, a shocked Beyoncé and a near-tears Taylor, Kanye hopped off the stage."
  51. Taylor Swift Wins Best Female Video (em inglês). MTV (MTV Networks) (2009). Página visitada em 27 de Agosto de 2012.
  52. Neuenschwander, Andy (20 de Abril de 2012). '30 Rock' Season 6, Episode 18 Recap - 'Murphy Brown Lied To Us' (em inglês). Yidio. Página visitada em 9 de Agosto de 2012. "Unfortunately the gags here don't work particularly well: the Kanye interruption of the spelling bee was clever, but also about two years too late."
  53. W., Jocelyn (20 de Abril de 2012). 30 Rock “Murphy Brown Lied To Us” Review (em inglês). TV Equals. Página visitada em 9 de Agosto de 2012. "By the way, who came up with the idea to “Kanye” the spelling bee?"
  54. Martens, Todd (15 de Setembro de 2009). Kanye West expresses Swift regret on blog and 'The Jay Leno Show' (em inglês). Los Angeles Times. Página visitada em 27 de Agosto de 2012.
  55. Duke, Alan (9 de Fevereiro de 2011). Lindsay Lohan to be arraigned in necklace theft (em inglês). CNN. Página visitada em 27 de Agosto de 2012.
  56. Lindsay Lohan charged with felony grand theft (em inglês). Associated Press. Salon.com (9 de Fevereiro de 2011). Página visitada em 27 de Agosto de 2012. Cópia arquivada em 10 de Fevereiro de 2011.
  57. "Pilot". Argumentista(s): Tina Fey; Director(es): Adam Bernstein. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 11 de Outubro de 2006. Episódio número 1, 1ª temporada.
  58. "Fireworks". Argumentista(s): Dave Finkel, Brett Baer; Director(es): Beth McCarthy-Miller. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 5 de Abril de 2007. Episódio número 18, 1ª temporada.
  59. "The Source Awards". Argumentista(s): Robert Carlock, Daisy Gardner; Director(es): Don Scardino. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 1 de Março de 2007. Episódio número 16, 1ª temporada.
  60. Sepinwall, Alan (6 de Novembro de 2008). 30 Rock, "Believe in the Stars": Help me, Oprah Winfrey. You're my only hope. (em inglês). The Star-Ledger. NJ.com. Página visitada em 15 de Maio de 2012.
  61. Canning, Robert (13 de Março de 2009). 30 Rock: "The Funcooker" Review (em inglês). IGN. Página visitada em 15 de Maio de 2012.
  62. "The Funcooker". Argumentista(s): Donald Glover, Tom Ceraulo; Director(es): Ken Whittingham. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 12 de Março de 2009. Episódio número 14, 3ª temporada.
  63. "Believe in the Stars". Argumentista(s): Robert Carlock; Director(es): Don Scardino. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 6 de Novembro de 2008. Episódio número 2, 3ª temporada.
  64. "Tracy Does Conan". Argumentista(s): Tina Fey; Director(es): Adam Bernstein. 30 Rock. NBC Universal. National Broadcasting Company. 6 de Dezembro de 2006. Episódio número 7, 1ª temporada.
  65. Topel, Fred (16 de Setembro de 2009). Tina Fey Gets the Gold (em inglês). Crave Online. Página visitada em 15 de Maio de 2012. Cópia arquivada em 6 de Abril de 2010.
  66. Canning, Robert (19 de Março de 2010). 30 Rock: "Don Geiss, America and Hope (em inglês). IGN. Página visitada em 15 de Maio de 2012.
  67. Guzman, René A.. (21 de Maio de 2010). "30 years of 'Empire'" (em inglês). San Antonio Express-News: 01F (Han Solo was frozen in carbonite in Empire Strikes Back partly because it was uncertain Harrison Ford would be back for a third Star Wars film).
  68. Zakarin, Jordan (6 de Fevereiro de 2012). Clint Eastwood On Chrysler Super Bowl Commercial: 'I'm Not Politically Affiliated With Mr. Obama' (em inglês). The Huffington Post. Página visitada em 10 de Agosto de 2012.
  69. Episode Title: (#618) MURPHY BROWN LIED TO US (em inglês). The Futon Critic (6 de Abril de 2012). Página visitada em 6 de Abril de 2012.
  70. Murphy Brown Lied to Us - 30 ROCK (em inglês). City TV. Página visitada em 3 de Agosto de 2012. Cópia arquivada em 25 de Abril de 2013.
  71. Porter, Rick (20 de Abril de 2012). TV ratings: 'Grey's Anatomy' up Thursday but 'American Idol' results decline (em inglês). From Inside the Box. Zap2it. Página visitada em 20 de Abril de 2012.
  72. Kondolojy, Amanda (20 de Abril de 2012). Thursday Final Ratings: 'American Idol', 'Grey's Anatomy', 'Awake' & 'Missing' Adjusted Up; 'Scandal' & 'Parks and Recreation' Adjusted Down (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 20 de Abril de 2012.
  73. Bibel, Sara (13 de Abril de 2012). Thursday Final Ratings: 'The Office' and 'American Idol' Adjusted Up; 'Scandal' Adjusted Down (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 13 de Abril de 2012.
  74. Porter, Rick (13 de Abril de 2012). TV ratings: 'American Idol' results rise Thursday, 'Scandal' holds steady in week two (em inglês). From Inside the Box. Zap2it. Página visitada em 13 de Abril de 2012.
  75. NBC Weekly Ratings - "The Voice" Leads Network's Primetime Week of April 16-22 (em inglês). The Futon Critic (24 de Abril de 2012). Página visitada em 24 de Abril de 2012.
  76. ‘THE VOICE’ LEADS NBC’S PRIMETIME WEEK OF APRIL 16-22 (em inglês). NBC Universal Media Village (24 de Abril de 2012). Página visitada em 24 de Abril de 2012.
  77. a b Sepinwall, Alan (20 de Abril de 2012). Review: '30 Rock' - 'Murphy Brown Lied to Us': KouchTown breakdown (em inglês). HitFix. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  78. a b Semigran, Ali (20 de Abril de 2012). '30 Rock' Recap: We Need To Talk About Kevins (em inglês). Hollywood.com. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  79. a b Eckstein, David (20 de Abril de 2012). '30 Rock' parodies Chrysler's 'Halftime in America' commercial (em inglês). Zap2it. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  80. Lawson, Joshua (19 de Abril de 2012). It's halftime on "30 Rock" (em inglês). Examiner. Página visitada em 3 de Agosto de 2012.
  81. Bibel, Sara (14 de Junho de 2012). "Community", "Mad Men" top inaugural PAAFTJ Television Awards nominations (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 11 de Agosto de 2012.
  82. Seidman, Robert (8 de Julho de 2012). PAAFTJ Television Awards winners announced: "Community" and "Breaking Bad" earn top honors (em inglês). TV by the Numbers. Zap2it. Página visitada em 11 de Agosto de 2012.
  83. NAACP Image Awards: Winners Announced (em inglês). The Hollywood Reporter (1 de Fevereiro de 2013). Página visitada em 1 de Fevereiro de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
"Meet the Woggels!"
Episódios da sexta temporada de 30 Rock
Sucedido por
"Live from Studio 6H"