Planalto das Guianas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Limites do planalto

O Planalto das Guianas ou Escudo Guianês é uma região e uma formação do relevo do norte da América do Sul, localizada ao norte da Planície Amazônica. Os planaltos são constituídos basicamente por terrenos cristalinos, cuja matéria-prima é destinada à fabricação de azulejos e asfaltamento de rodovias e ruas.

O Planalto das Guianas prolonga-se do Brasil até à Venezuela e às Guianas, onde, na área de fronteira entre esses países e o Brasil, aparece a Região Serrana. No território da Colômbia está apenas uma parte muito pequena. A Região Serrana é constituída — de oeste para leste — pelas serras do Imeri ou Tapirapecó, Parima, Pacaraima, Acaraí e Tumucumaque. É na Região Serrana que se encontram os pontos mais altos do Brasil, como o pico da Neblina, na Serra do Imeri, nas imediações do extremo norte do estado do Amazonas, com 3.014 metros de altitude.

É uma formação geológica muito antiga, sendo uma das zonas mais antigas da Terra, da era pré-câmbrica. Limita com o rio Orinoco a norte e oeste e a Selva Amazônica a sul, com forma quase circular.

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.