Star Fox Command

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Star Fox Command
Capa da versão norte-americana
Desenvolvedora Q-Games
Nintendo EAD Group No. 2
Publicadora(s) Nintendo
Diretor Dylan Cuthbert
Produtor Takaya Imamura
Compositor(es) Hajime Wakai
Plataforma(s) Nintendo DS
Série Star Fox
Data(s) de lançamento
  • EU 19 de julho de 2006
  • JP 3 de agosto de 2006
  • AN 28 de agosto de 2006
  • AU 21 de setembro de 2006
Gênero(s) Shoot 'em up
Modos de jogo Single-Player, Multiplayer
Número de jogadores 1-16 (online) [1]
Classificação Permitido para todas as idades i CERO (Japão)
Inadequado para menores de 10 anos i ESRB (América do Norte)
Orientação dos pais recomendada i OFLCA (Austrália)
Inadequado para menores de 7 anos i PEGI (Europa)
Inadequado para menores de 12 anos i USK (Alemanha)
Mídia Nintendo DS Game Card

Star Fox Command (スターフォックス コマンド, Sutā Fokkusu Komando?)[2] é um Jogo eletrônico da série Star Fox, para o Nintendo DS. Este episódio da série foi muito importante para a série, contando o futuro dos personagens. Classificando-o na história dos jogos, ele se passa após os eventos do jogo Star Fox: Assault, para Nintendo GameCube. Alguns personagens, como Lucy Hare e Dash Bowman, só aparecem aqui.

Sistema de Jogo[editar | editar código-fonte]

No início, o jogador é levado a uma fase bem simples, para aprender melhor os comandos, mas isso fica à escolha dele. Depois, o jogador só pode ir nas fases que o levam ao Final 3 para ganhar a Key of Destiny, não se sabe exatamente qual seja o final original, existem rumores de que seja o 2º. Com a chave em mãos, o jogador volta ao início e tem a liberdade de ir a fases antes inacessíveis. O objetivo é chegar sempre a um final diferente depois de um certo número de fases. Ao todo, são nove finais diferentes.

A maioria dos comandos é realizado com a caneta stylus do Nintendo DS. Por exemplo, para usar o Barrel Roll (Uma manobra em que a nave gira para repelir tiros inimigos), deve-se esfregar rapidamente a stylus na tela. Para atirar,usa-se os botões do Nintendo DS, e para "travar" a mira é do mesmo jeito que nos jogos anteriores - segurando o botão do tiro. Cada nave tem habilidades diferentes, que as outras podem ter ou não ter.

As fases inovam em certos aspectos - agora existe um mapa onde aparecem as naves de todos os personagens que o jogador possa controlar no momento (a única nave que ele não controla é a Great Fox, pois essa fica parada e deve ser protegida, caso contrário a missão falha). O sistema é baseado em um limite de turnos, em que se o jogador não completar a missão após esses turnos acabarem, a Great Fox é atacada e ele perde o jogo. O jogador desenha as rotas de todas as naves e pode tirar Fog of War (Uma névoa que impede de ver partes do mapa e que aumenta a cada turno), tudo isso com a stylus. Os inimigos, bem como certos itens, também aparecem no mapa, e se "encostarem" em uma das naves do jogador, pode começar uma ou mais batalhas, que são quase iguais às dos outros jogos da série. O que muda é o fato do jogador ter que colecionar itens deixados pelos inimigos (chamados de "cores"). E também tem um limite de tempo, em que se acabar, o jogador perde.

Referências