Terreiro de candomblé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Terreiro de candomblé[1] é como são geralmente conhecidos os templos de candomblé ou Espaço de Religião de Matriz Africana. Mas também são chamados de casas, roças e, dependendo da nação, podem ser chamados de barracões ou, ainda, pela palavra correspondente a casa nos vários idiomas africanos, ou seja:

  • em yoruba, terreiro é egbe e casa é ilé. Normalmente escrevemos ilê porque é assim que se pronuncia. Note-se que os nomes das casas sempre começam por ilê axé, que é o mesmo que "casa de axé".
  • em Fon, "casa" é kwe
  • em Angola, "casa" é inso ou cazuá.


Barracão de Candomblé - Foto Clodomir Oshagyian - Recife - Pernambuco

Barracão de um candomblé é o espaço onde são realizadas as festas públicas.

Também conhecido como Ilê Axé, é o local sagrado para o povo do santo, onde acontecem as festas públicas, e pode abrigar uma grande parte dos convidados. No local central (sob o solo) estão fixados, "plantados" os fundamentos do orixá da Terra. Todos os adeptos reverenciam seus orixás e ancestrais em sinal de respeito e amor.

O barracão também é usado para rituais de Sasanha, Bori, Ebori, Ory e outras festas internas. Quando as festas silenciam, pode ser utilizado como um dormitório coletivo, onde esteiras são espalhadas pelo chão e cada um leva suas cobertas.

Barracão de Candomblé. Ilê Axé, Salvador, Bahia.

Referências

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre candomblé é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.