Xuxa (programa de televisão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xuxa
Logotipo do programa
Informação geral
Formato Programa de auditório
Duração 60min
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Elenco Xuxa
E. E. Bell
Mark Caso
Natasha Pearce
Jeff Dunham
Tema de abertura "Xuxa's Theme" por Xuxa
Exibição
Emissora de
televisão original
The Family Channel
Transmissão original 13 de setembro de 199310 de dezembro de 1993
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 65

Xuxa foi um programa de televisão norte-americano de gênero Game show, baseado no extinto Xou da Xuxa, criado por Tom Lynch e Marlene Mattos, produzido pela empresa MTM Enterprises [1] e exibido pela The Family Channel de 1993 até 1996 nos Estados Unidos, totalizando 65 episódios. O show funciona com diversos blocos, aonde em cada bloco um game é apresentado. O programa também recebia pessoas famosas ou profissionais diversos, além de lições educacionais.

Inicialmente, no ano de 1992, o programa esteve em disputa para ser criado pela MTM Enterprises ou pela DiC Entertainment, que tinham ideias diferentes de um show para a apresentadora infantil brasileira.[2] No entanto, Xuxa considerou a ideia da MTM era mais interessante, e acabou ficando com a empresa no final.

O programa estreou em dezembro de 1993, totalmente baseado no programa de televisão brasileiro Xou da Xuxa, mais com aspectos mais norte-americanos, ganhando algumas diferenças do programa original, pois as Paquitas receberam o nome de Pixies e Xuxa tinha a ajuda de personagens como um urso panda chamado Jelly, interpretado por E. E. Bell e Jam, o jaguar, interpretado por Mark Caso.[3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Cquote1.svg Xuxa, uma apresentadora infantil de 30 anos de idade, e suas dançarinas / adolescentes country (chamadas Pixies) saudam os jovens, respondendo perguntas, guiando eles em elaborados games, com temas diversos, que englobam todas as nações, cantam e dançam, dão autógrafos e beijos. Cquote2.svg
David Walstad, do jornal Baltimore Sun sobre o programa.[4]
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Xuxa é um Game show, baseado no programa de televisão brasileiro Xou da Xuxa, que aborda diversos jogos, que estimulam o aprendizado das crianças, com atividades diversas, que são guiadas tanto pela apresentadora como por seus assistentes, Jelly, o panda (E. E. Bell) e Jam, o jaguar (Mark Caso). O show é dividido em cerca de cinco blocos, que serviam para comerciais, assim como no Brasil. Durante os blocos, ela chama algumas crianças do palco para games interativos, aonde no final, todas ganham prêmios. Em outros blocos, Xuxa recebia profissionais diversos (como esqueitistas, nadadores, treinadores de animais, etc), que mostravam seu trabalho. Ela também recebeu algumas pessoas famosas, como Mary-Kate e Ashley Olsen.[5]

Ela também cantava versões de suas músicas conhecidas durante o programa, e no final, dava um beijo em uma criança escolhida no palco.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em 1992, quando Xuxa estava fazendo muito sucesso no Brasil e em países da America Latina, como Argentina, com seus programas Xou da Xuxa e El Show de Xuxa, as empresas MTM Enterprises e DiC Entertainment disputaram para trazer a apresentadora ao Brasil, com propostas para um programa baseado na cantora, no entanto, ela recusou os convites, pois acreditava que deveria aprender a falar inglês primeiro, para depois poder pensar em ter um programa nos Estados Unidos.[2]

Desenvolvimento e exibição[editar | editar código-fonte]

Em 1993, Xuxa retornou com a ideia de fazer um programa nos Estados Undiso, fechando com a MTM Enterprises, que queria fazer um projeto baseado no programa de televisão original da apresentadora, enquanto a DiC Entertainment queria fazer um programa próprio, totalmente diferente do que Xuxa imaginava. O programa foi projetado para ter 65 episódios na primeira temporada, gravado nos estúdios da rede CBS (era filmado no maior estúdio da CBS Television City, em Hollywood).[6] com exibição para o The Family Channel, dedicado a crianças de 2 a 11 anos.[7] A MTM Productions era a antiga MTM Enterprises, uma das mais elogiadas produtoras de TV dos anos 70 e 80.[8] Durante um ano, o programa foi ao ar sem reprises, já que Xuxa tinha gravado uma boa parte dos episódios. Porém o programa não alcançou o sucesso que era esperado. A partir de setembro de 1994, o programa passou a ser reprisado, ficando no ar até 1996, quando o contrato com a MTM não foi renovado.

Ainda em 1994, Xuxa gravou alguns blocos inéditos para serem inseridos nos programas reprisados.[9] [10] [11]

O show conseguiu 1.74 de audiência no mês de Novembro, o que significa que 16.000 famílias assistiram ao show durante aquele mês.[4]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

O programa foi nomeado em 1994 para um Daytime Emmy Award na categoria de Melhor Direção de Arte/Cenário/Cenografia.[12]

Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

  • Michael Feinstein (1º programa)
  • The Olsen Twins
  • Another Olsen Twins
  • Mat Plendl
  • Another Mat Plendl
  • Marty Putz
  • Ed Alonzo and his Cat Trainer
  • American Gladiators
  • Woody Itson
  • Mark Nizer
  • Magician Ed Alonzo
  • More Magician Ed Alonzo
  • Mess of Mutts
  • Team Rollerblade
  • Universal Studio Animals
  • Mongolian Acrobats
  • Jeff Dunham & Peanut
  • Juggling Duo The Mums
  • Miniature Horse
  • Bob Golic
  • Skate Squad
  • Ronn Lucas
  • Another Ronn Lucas
  • The Butterfly Man
  • Rudy Coby
  • Orangutan
  • Alvin and the Chipmunks
  • The Harlem Globetrotters
  • Olga the Gymnast
  • Trampoline
  • Kim Zmescal
  • Circus
  • Marsupial
  • Rebel Ropers
  • David Larible
  • Jugglers
  • Waylon Jennings
  • Jeff Dunham
  • Robert Nelson
  • Amos Levkovitch
  • Deborah Blando
  • Phyton and Moongose
  • Exposé

Marketing[editar | editar código-fonte]

Linha de bonecas[editar | editar código-fonte]

A empresa Rose Art Industries lançou uma linha de bonecas de Xuxa na American International Toy Fair em 1993, antes do programa estrear. As bonecas, inspiradas nos traços da apresentadora, seriam do mesmo tamanho da famosa boneca Barbie, e seriam vendidas por $5.99, só a boneca e $24.99, quando a boneca vinha com acessórios.[13] A boneca de moda foi lançada em todo o território norte-americano, e foi rapidamente se tornando a boneca étnica mais vendida nos Estados Unidos, com 500 bonecas vendidas somente no final de semana de estreia, que aconteceu na famosa rede de brinquedos Toys R Us. Na contagem final, a boneca acabou vendendo mais do que o esperado, que era de 200.000 bonecas vendidas, levando a Rose Art a fabricar mais 50.000 bonecas, para superar a demanda. [14] As bonecas também vinham com uma pequena fita K7 com músicas da Xuxa em inglês. Todas essas fitas têm o nome: Xuxa, A Real Superstar.

Talk To Me[editar | editar código-fonte]

Talk to Me
Álbum de estúdio de Xuxa
Lançamento Cancelado
Gravação 1993
Gênero(s) Pop, Dance, Infantil
Duração 41:36
Formato(s) LP, K7, Download digital
Gravadora(s) MTM Enterprises

Esse é o único disco da Xuxa em inglês. Ele foi anunciado em 1994, quando o programa estava quase chegando ao fim. Porém, infelizmente, Xuxa não lançou o álbum porque ficou com dor na coluna. Porém, o álbum foi lançado em download, alcançando a marca de 1.700.000 milhões de downloads. As músicas foram gravadas pela gravadora Globo Group. A autoria da versão de todas as músicas do CD são de Eric Thorngren. A única música inédita do álbum é Talk To Me, que também dá nome ao disco, cuja autoria é de Eric Thorngren e David Wolff. Um fato curioso é que Xuxa nunca cantou em seu programa a versão em inglês de Lua de Cristal, que em inglês ficou Crystal Moon.

Edição padrão
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Xuxa's Theme (O Xou da Xuxa começou)"   Dido de Oliveira Eric Thorngren 2:52
2. "Chindolele (Tindolelê)"   Cid Guerreiro, Dito Eric Thorngren 3:20
3. "Ilarie (Ilariê)"   Cid Guerreiro, Dito, Ceinha Eric Thorngren 2:01
4. "Our Song of Peace"   Dido de Oliveira Eric Thorngren 2:37
5. "Crazy About You (Pinel por Você)"   Baê, Cid Guerreiro, Dito Eric Thorngren 2:23
6. "Xuxa's Dance (Dança da Xuxa)"   Prêntice, Ronaldo Monteiro de Souza Eric Thorngren 3:08
7. "An X On Your Heart (Marquei um X)"   Sarah P. Benchimol, Fafy Siqueira Eric Thorngren 2:29
8. "Talk To Me"   Eric Thorngren, David Wolff   2:28
9. "Do Say (Doce Mel)"   Cláudio e Renato Correa Eric Thorngren 2:06
10. "Rainbow (Arco-Íris)"   Michael Sullivan, Paulo Massadas, Anna Penido Eric Thorngren 2:14
11. "The Alfabet Song (Abecedário da Xuxa)"   César Costa Filho, Ronaldo Monteiro de Souza Eric Thorngren 2:14
12. "Xuxa's Recipe (Rexeita da Xuxa)"   Arnaldo e Mônica Freitas Eric Thorngren 2:17
13. "The Flea (A Pulga)"   Afo Verde, Pablo Durand Eric Thorngren 2:35
14. "Froogy Froogy (Croc Croc)"   Rubens Alexandre Eric Thorngren 2:09
15. "Today's A Happpy Day (Hoje É Dia de Folia)"   Nando Cordel Eric Thorngren 2:37
16. "Life Is A Party (A Vida É Uma Festa)"   Michael Sullivan, Paulo Massadas Eric Thorngren 2:37
17. "The Tribe of Love (A Tribo do Amor)"   Augusto César, Carlos Colla Eric Thorngren 2:30
18. "Alert (Alerta)"   César Costa Filho, Sérgio Fonseca, Reinaldo Waisman Eric Thorngren 2:30
19. "All America (América Total)"   Marco Valle, Claudio Rabello, M. Pierre Eric Thorngren 2:30
20. "Miracle of Life (Milagre da Vida)"   Michael Sullivan, Paulo Massadas Eric Thorngren 2:30
21. "Crystal Moon (Lua de Cristal)"   Michael Sullivan, Paulo Massadas Eric Thorngren 2:30

Lançamento em VHS[editar | editar código-fonte]

O show recebeu cinco volumes em VHS, lançados durante o período de exibição do mesmo pela The Family Channel pela Sony Wonder. [15] Dois desses VHS são muito procurados até hoje: Funtastic Birthday Party e Celebration with Cheech Marin.

Referências

  1. ‘Xuxa’ gets go-ahead (em inglês). Variety (28 de abril de 1993). Página visitada em 13 de março de 2014.
  2. a b Cerone, Daniel (19 de abril de 1992). COVER STORY : A Hit in L.A. Latino Homes, Xuxa Is Working on Her English (em inglês). Los Angeles Times. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  3. Programas - Xuxa (em português). Xuxa.com. Página visitada em 31 de março de 2014.
  4. a b Walstad, David (19 de dezembro de 1993). Will Xuxa spell success on American TV? (em inglês). Baltimore Sun. Página visitada em 13 de março de 2014.
  5. Por essa você não esperava: as irmãs Olsen cantaram no palco do programa norte-americano da Xuxa (em português). Rolling Stone Brasil (5 de setembro de 2013). Página visitada em 13 de março de 2014.
  6. Suzan Bibisi (5 de setembro de 1993). Xuxa: Hello, Hello,' America (em português). Chicago Tribune. Página visitada em 31 de março de 2014.
  7. Tobenkin, David (16 de maio de 1994). 'Xuxa' resurfaces on Family Channel. (children's television show) (Brief Article) (em inglês). Broadcasting & Cable. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  8. Mendonza, N. F. (28 de agosto de 1994). SHOWS FOR YOUNGSTERS AND THEIR PARENTS TOO : Calling all good drivers and bomb defusers for Family game shows (em inglês). Los Angeles Times. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  9. 10 curiosidades sobre Xuxa. Guia dos Curiosos. Página visitada em 1 de maio de 2013.
  10. Family Channel Wins ‘Shade’ (em inglês). Variety (26 de abril de 1994). Página visitada em 1 de maio de 2013.
  11. Rick Miller (13 de janeiro de 1993). She's Coming To America (em inglês). Chicago Tribune. Página visitada em 31 de março de 2014.
  12. Xuxa (1993–) Awards. IMDb. Página visitada em 31 de março de 2014.
  13. COMING TO AMERICA...CHILDREN'S SUPERSTAR XUXA, A FASHION DOLL FIRST (em inglês). PRNewswire (8 de fevereiro de 1993). Página visitada em 10 de março de 2014.
  14. Rose Art Industries History (em inglês). FundingUniverse. Página visitada em 10 de março de 2014.
  15. Levine, Evan (20 de setembro de 1994). Xuxa breaks kids' stereotype (em inglês). The Cedartown Standard. Página visitada em 13 de março de 2014.