All I've Got to Do

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"All I've Got to Do"
Single de The Beatles
Lado B "Hold Me Tight"
Duração 02:04
Composição Lennon-McCartney
Produção George Martin

All I've Got to Do é uma canção escrita por John Lennon[1][2] (creditada a Lennon/McCartney) e lançada pelos Beatles em seu segundo álbum no Reino Unido, With the Beatles.[3][4]

Inspiração[editar | editar código-fonte]

Lennon disse que tentou fazer ao ao estilo Smokey Robinson novamente. O crítico de música britânico Ian MacDonald comparou a canção a "You Can Depend on Me" do the Miracles.[5] O crítico Richie Unterberger da All Music Guide disse que ela soava a Robinson e também a Arthur Alexander.[6]

É uma das três canções que John Lennon escreveu sozinho, sem McCartney, para o With the Beatles, as outras duas foram: "It Won't Be Long"[7] e "Not a Second Time."[8] Lennon disse que a escreveu especialmente para o mercado americano.

Gravação[editar | editar código-fonte]

Os Beatles gravaram a canção em uma única sessão em 11 de setembro de 1963 em 14 takes com um overdub, take 15. O take master foi o 15.[9] Ela foi mixada para mono em 30 de setembro e para estéreo em 29 de outubro.[10]

Embora Steve Turner diga que a canção foi escrita em 1961,[11] MacDonald diz que a canção nunca esteve no repertório ao vivo dos Beatles, o que explica o porquê de 8 de 14 takes estarem incompletos: a banda não estava familiarizada com a canção.[5]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Creditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Sheff, David (2000). All We Are Saying: The Last Major Interview with John Lennon and Yoko Ono. New York: St. Martin's Press. p. 193. ISBN 0-312-25464-4 
  2. Miles, Barry (1997). Paul McCartney: Many Years From Now. New York: Henry Holt & Company. p. 148. ISBN 0-8050-5249-6 
  3. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions. New York: Harmony Books. p. 200. ISBN 0-517-57066-1 
  4. Cross, Craig (2005). The Beatles: Day-by-Day, Song-by-Song, Record-by-Record. Lincoln, NE: iUniverse, Inc. p. 492. ISBN 0-595-34663-4 
  5. a b MacDonald, Ian (2005). Revolution in the Head: The Beatles' Records and the Sixties. p. 97 
  6. Unterberger, Richie. «Review of "All I've Got to Do"». All Music Guide. Consultado em 16 de março de 2007 
  7. Sheff, David (2000). All We Are Saying. p. 170 
  8. Sheff, David (2000). All We Are Saying. p. 194 
  9. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions. p. 35 
  10. Lewisohn, Mark (1988). The Beatles Recording Sessions. pp. 36, 37 
  11. Turner, Steve. A Hard Day's Write: The Stories Behind Every Beatles Song. New York: Harper Paperbacks. p. 35. ISBN 0-06-084409-4 
Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.