Please Please Me (canção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Please Please Me"
Single de The Beatles
do álbum Please Please Me
Lado B "Twist and Shout"
Lançamento 5 de outubro de 1962 (1962-10-05)  Reino Unido
27 de abril de 1964 (1964-04-27)  Estados Unidos
Gravação 6 de junho, 4 e 11 de setembro de 1962, EMI Studios, Londres
Duração 02:03
Gravadora(s) Parlophone R4949
Capitol Canada 72076
Tollie 9008
Composição Lennon-McCartney
Produção George Martin

"Please Please Me" é uma canção lançada pelos Beatles em seu segundo single no Reino Unido e primeiro nos Estados Unidos. Ela também foi a canção título do primeiro álbum pelo grupo no Reino Unido. É uma composição típica mais de John Lennon,[1][2][3] embora tenha em seu formato uma influência significativa do produtor dos Beatles, George Martin.[4]

O single foi lançado com a canção "Ask Me Why" no lado B, não conseguiu o impacto nos Estados Unidos como conseguiu no Reino Unido, mas quando a canção foi relançada em 3 de janeiro de 1964 (com "From Me to You" no lado B) ela atingiu o terceiro lugar nos Estados Unidos (US Hot 100).

Composição[editar | editar código-fonte]

Os Beatles já tinham feito um pouco de sucesso com a canção "Love me do", mas fora a cidade natal deles, Liverpool, e a cidade onde tocaram por uma temporada, Hamburg, eles ainda eram praticamente desconhecidos do público. Parte do problema foi que o grupo tinha compromisso para fazer alguns shows em Hamburgo e não puderam promover a canção recém lançada pelo Reino Unido.[5] Mesmo assim, o produtor George Martin sentiu que os Beatles eram promissores e começou a trabalhar em um novo single.

Segundo George Martin, a canção "Please Please Me" era originalmente mais lenta e tinha poucas chances de se tornar o sucesso que a banda procurava. Martin disse: "Eu pensava que nós deveríamos lançar um single com How Do You Do It" - uma composição de Mitch Murray que George Martin tinha insistido para que os Beatles gravassem com uma possibilidade alternativa para o single lançado "Love Me Do". O grupo insistia que estava somente interessado em escrever suas próprias canções.[4]

John Lennon inspirou-se em Roy Orbison para escrever a canção. John Lennon disse: "Eu me lembro do dia que escrevi a canção, eu ouvi Roy Orbison fazendo "Only The Lonely" na rádio. Eu também estava intrigado com as palavras de Bing Crosby em uma canção "Please lend a little ear to my pleas". O duplo sentido para a palavra "please". Por isso a minha canção era uma combinação de Roy Orbison com Bing Crosby".[4] Por sugestão de George Martin os Beatles consideraram mudar a canção, inclusive acelerando-a em seu tempo.[4] Quando eles voltaram para um sessão no estúdio em 26 de novembro de 1962, o arranjo da canção tinha sido radicalmente alterado. Agora ela era mais rápida e os Beatles usaram 18 takes para gravá-la.[6]

A harmônica que Lennon usou para iniciar a canção era similar a outras compsições da fase inicial dos Beatles como em "Love Me Do" e "From Me to You". Paul McCartney e John Lennon inicialmente dividem os vocais com McCartney cantando a nota mais alta enquanto Lennon diminui a escala, um truque que eles aprenderam com a canção que era sucesso no Reino Unido dos Everly Brothers, "Cathy's Clown" (abril de 1960).[1] Os Beatles tocaram "Please Please Me" no programa de televisão britânica Thank Your Lucky Stars.[7]

Há três diferentes mixes para a canção, duas em mono e uma em estéreo. A mono mix aparece no single e não é a mesma do álbum Please Please Me, que tem uma eco extra. O estéreo mix foi retirado dos 16, 17 e 18.

Lançamentos[editar | editar código-fonte]

Inicialmente foi oferecido o direito para Capitol Records, um selo da EMI nos Estados Unidos para lançar a canção. Mas a Capitol não aceitou.[8] "Please Please Me" foi então oferecida para a Atlantic Records, que rejeitou a canção.[8] Finalmente, a Vee-Jay Records, aceitou lançar a canção nos Estados Unidos. Por décadas a data de lançamento da canção ficou desconhecida, mas pesquisas publicadas em 2004 mostraram que o single da Vee-Jay foi lançado em 7 de fevereiro de 1963.[9] Por coincidência, isto foi exatamente um ano antes dos Beatles desembarcarem pela primeira vez em solo norte-americano.

Dick Biondi, um disc jockey da WLS de Chicago e amigo do executivo Ewart Abner da Vee-Jay, tocou a canção pela primeira vez e se tornou o primeiro a tocar uma canção dos Beatles nos Estados Unidos.[10] A primeira impressão do single pela Vee-Jay, tinha um erro tipográfico: o nome da banda tinha dois "T" ou seja "The Beattles".[11][12] Mais tarde as novas cópias foram corrgidas.[13]

No Brasil a canção foi laçada em um single em 1963 junto com "From me to You" como lado B e no álbum Beatles Again de 1964.

Créditos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b MacDonald, Ian (1998). Revolution in the Head. London: Pimlico. 55 páginas. ISBN 0-7126-6697-4  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "macdonald55" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  2. Harry, Bill (1992). The Ultimate Beatles Encyclopedia. London: Virgin Books. 528 páginas. ISBN 0-86369-681-3 
  3. Miles, Barry (1997). Paul McCartney: Many Years From Now. New York: Henry Holt & Company. 91 páginas. ISBN 0-8050-5249-6 
  4. a b c d The Beatles (2000). The Beatles Anthology. London: Cassell& Co. 90 páginas. ISBN 0-304-35605-0  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "anthology" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  5. Norman, Philip (1993). Shout!. [S.l.: s.n.] 163 páginas 
  6. Lewisohn, Mark (1988). The Complete Beatles Recording Sessions. [S.l.: s.n.] 23 páginas 
  7. Harry, Bill (1992). The Ultimate Beatles Encyclopedia. [S.l.: s.n.] 648 páginas 
  8. a b Spizer, Bruce (2004). The Beatles Are Coming! The Birth of Beatlemania in America. New Orleans: 498 Productions. 14 páginas. ISBN 0-9662649-9-1 
  9. >Spizer, Bruce (2004). The Beatles Are Coming! The Birth of Beatlemania in America. [S.l.: s.n.] 15 páginas 
  10. >Spizer, Bruce (2004). The Beatles Are Coming! The Birth of Beatlemania in America. [S.l.: s.n.] 17 páginas 
  11. >Spizer, Bruce (1998). Songs, Pictures and Stories of the Fabulous Beatles Records on Vee-Jay. New Orleans: 498 Productions. 4 páginas. ISBN 0-9662649-0-8 
  12. >Spizer, Bruce (2004). The Beatles Are Coming! The Birth of Beatlemania in America. [S.l.: s.n.] 16 páginas 
  13. >Spizer, Bruce (1998). Songs, Pictures and Stories of the Fabulous Beatles Records on Vee-Jay. [S.l.: s.n.] 7 páginas