Domingo (Titãs)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o álbum homônimo de Caetano Veloso e Gal Costa, veja Domingo (álbum).
Domingo
Álbum de estúdio de Titãs
Lançamento Novembro de 1995[1]
Gravação Setembro de 1995, no Be Bop Sound Studios[2]
Gênero(s) Punk Rock
Grunge
Pop Rock
Rock Alternativo
Duração 01:03:58
Idioma(s) Português
Formato(s) CD/LP
Gravadora(s) WEA
Produção Jack Endino[2][3]
Cronologia de Titãs
Titanomaquia
(1993)
Volume Dois
(1998)

Domingo é o oitavo álbum de estúdio da banda brasileira de rock Titãs, lançado em 1995. O disco conta com participações especiais de Herbert Vianna, Andreas Kisser, Igor Cavalera, João Barone entre outros.[1] É o segundo álbum produzido por Jack Endino.

Antecedentes e produção[editar | editar código-fonte]

Domingo veio após um período de projetos solo para a maior parte dos membros da banda. Os vocalistas Branco Mello e Sérgio Britto (este último também tecladista) haviam lançado Con el Mundo a Mis Pies sob o nome Kleiderman; os também vocalistas Paulo Miklos e Nando Reis (este último também baixista) vinham de suas estreias a solo (Paulo Miklos e 12 de Janeiro, respectivamente) e o guitarrista Tony Belloto havia lançado seu primeiro livro,Bellini e a Esfinge.[1][4]

Os lançamentos a solo exibiam estilos diversos e escancararam que os Titãs tinham muitas cabeças com ideias diferentes. A própria banda admite que os álbuns acabavam invariavelmente deixando algum membro insatisfeito. Tony não se sentiu representado nos elementos eletrônicos de Õ Blésq Blom. Nando só cantou em uma música de cada um dos dois discos posteriores (Tudo ao Mesmo Tempo Agora e Titanomaquia). Os trabalhos solo não venderam muito bem, e Tony declarou em uma entrevista de 1997 que, se algum deles tivesse estourado, dificilmente o membro ia querer voltar ao grupo, que não tinha bom desempenho nas rádios na época. Mesmo retornando de períodos em que tomaram decisões sozinhos, os sete membros se reuniram para tentar criar o oitavo disco do grupo.[5]

Na época do lançamento do disco, Tony o descreveu como "um disco mais aberto, mais variado, com uma diversidade maior de texturas musicais, mais alegre e relaxado".[1] Ele também chegou a dizer que o disco vinha para provar que os Titãs estavam vivos, uma vez que a imprensa teria decretado a morte do grupo após parte dos membros lançarem projetos individuais.[6] Já Nando estabeleceu uma comparação com o álbum anterior, Titanomaquia, que, segundo ele, "é um disco muito sombrio. O novo disco é mais iluminado, tem mais cor, é mais diversificado ritmicamente. Como se fosse um domingo depois de uma escura madrugada de sábado".[1] Além disso, a banda considera que sua diversidade reflete a heterogeneidade musical dentro do grupo.[4]

Jack Endino considerou este o seu álbum favorito da banda. Comentando o processo de criação do disco, ele afirma:[3]

Foi pré-produzido no Estúdio Nota Por Nota em São paulo, entre abril e agosto de 95; gravado no Be Bop Sound Studios, também em São Paulo, em setembro do mesmo ano; mixado no Hanzek Audio, em Seattle em outubro do mesmo ano e masterizado no Starling Sound, em Nova Iorque, no mesmo mês.[2]

A turnê de divulgação do álbum teve início em 22 de dezembro de 1995, no Ginásio do Ibirapuera em São Paulo.[6] Em 1996, o álbum foi relançado com algumas faixas bônus, incluindo versões remixada de "Eu Não Vou Dizer Nada (Além do que Estou Dizendo)" e "Tudo o que Você Quiser" e uma inédita: "Pela Paz", composta para a campanha "Caminhada 89 pela Paz", da rádio 89 FM.[7]

Faixas[editar | editar código-fonte]

Compositores e vocalistas principais adaptados do encarte.[2]

N.º Título Compositor(es) Vocal principal Duração
1. "Eu Não Aguento" (Contém a introdução "Sangue Latino", por João Ricardo e Paulinho Mendonça) Boneka, Cassio e Trambolho (Banda Tiroteio) Sérgio Britto 4:25
2. "Domingo"   Tony Bellotto, Sérgio Paulo Miklos 4:05
3. "Tudo o que Você Quiser"   Branco Mello, Charles Gavin, Sérgio Branco 2:30
4. "Rock Americano"   Mauro e Quitéria; adaptado por Sérgio Britto Sérgio 4:06
5. "Tudo em Dia"   Arnaldo Antunes, Branco, Sérgio Branco 2:50
6. "Vámonos"   Sérgio Sérgio 2:30
7. "Eu Não Vou Dizer Nada (Além do que Estou Dizendo)"   Charles, Marcelo Fromer, Nando, Paulo, Sérgio, Tony Paulo 3:52
8. "O Caroço da Cabeça"   Herbert Vianna, Marcelo, Nando Nando 3:55
9. "Ridi Pagliaccio"   Tony, Branco, Britto Branco 2:50
10. "Qualquer Negócio"   Sérgio, Paulo, charles, Tony, Branco, Marcelo Paulo 3:43
11. "Brasileiro"   Branco, Charles, Sérgio, Tony Branco 4:20
12. "Um Copo de Pinga"   Folclore popular, Sérgio Britto Branco e Sérgio 1:21
13. "Turnê"   Charles, Sérgio, Branco, Nando Branco 2:40
14. "Uns Iguais aos Outros"   Charles, Sérgio Paulo e Sérgio 5:10
Faixas bônus da versão em CD de 1996
N.º Título Compositor(es) Vocal principal Duração
15. "Pela Paz"   Paulo, Sérgio, Branco, Charles, Nando Paulo 3:45
16. "Eu Não Vou Dizer Nada (Além do que Estou Dizendo)" (Remix Liminha) Charles, Marcelo, Nando, Paulo, Sérgio, Tony Paulo 4:12
17. "Tudo o que Você Quiser" (Remix Raul Ralphes) Branco, Charles, Sérgio Branco 3:59
18. "Tudo o que Você Quiser" (Remix DJ Cuca) Branco, Charles, Sérgio Branco 3:45

Créditos[editar | editar código-fonte]

Créditos adaptados do encarte.[2]

Titãs[editar | editar código-fonte]

Participações especiais[editar | editar código-fonte]

  • Andreas Kisser - terceira guitarra em "Brasileiro"
  • Herbert Vianna - guitarra solo em "O Caroço da Cabeça"
  • Igor Cavalera - segunda bateria em "Brasileiro"
  • João Barone - segunda bateria em "Eu Não Vou Dizer Nada"
  • Marcos Suzano - percussão em "Eu Não Aguento", "Turnê" e "Qualquer Negócio"
  • Sérgio Boneka - vocal em "Eu Não Aguento"
  • Aureo Galli - samplers em "Rock Americano"
  • Liminha - programação, bateria, baixo, bandolim e violão em "Pela Paz"; programação e samplers em "Eu Não Vou Dizer Nada (Além do que Estou Dizendo) Remix Liminha"

Pessoal técnico[editar | editar código-fonte]

  • Marco Antonio Cordeiro (Buru) e Edu Vianna - técnicos de gravação
  • Paulo Martins - assistente de pré-produção
  • Fátima da Conceição - hostess
  • Jack Endino - engenharia de gravação e de mixagem
  • Laura Brantes e Beto Machado - assistentes de gravação e de mixagem
  • Sombra Jones e Mario Amaral - roadies
  • Nelson Damascena - produção executiva
  • George Marino e Paulo Junqueiro - masterização
  • Sérgio Britto - capa e foto da piscina
  • Fábio Afonso - capa e editoração eletrônica
  • Vânia Toledo - foto dos Titãs
  • Juliana Toledo - foto do ralo

Referências

  1. a b c d e Ryff, Luiz Antônio (21 de novembro de 1995). «Titãs voltam com disco mais diversificado». Grupo Folha. Folha de S.Paulo (24338). 5 páginas. Consultado em 8 de julho de 2017 
  2. a b c d e (1995). "Anotações de Domingo". Em Domingo [encarte do CD]. São Paulo: WEA.
  3. a b Sarkis, Thiago Pinto Corrêa (4 de janeiro de 2004). «Jack Endino - Entrevista exclusiva com o produtor do Nirvana». Whiplash.net. Consultado em 12 de março de 2015 
  4. a b Gil, Marisa Adán (17 de dezembro de 1995). «"não somos Raimundos"». Grupo Folha. Folha de S.Paulo (24364): G12. Consultado em 8 de julho de 2017 
  5. Ryff, Luiz Antônio; Loures, Alexandre (29 de agosto de 1997). «'Acústico' tira Titãs da crise». Grupo Folha. Folha de S.Paulo (24985). Consultado em 10 de julho de 2017 
  6. a b Plasse, Marcel (22 de dezembro de 1995). «Turnê de "Domingo" mostra Titãs em fase pop». Folha de S.Paulo (24369). Consultado em 8 de julho de 2017 
  7. «Titãs relançam "Domingo"». Grupo Folha. Folha de S.Paulo (24728): Especial 2. 15 de dezembro de 1996. Consultado em 8 de julho de 2017