Doutor Ulysses

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para o político brasileiro, veja Ulysses Guimarães.
Município de Doutor Ulysses
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1993 (24 anos)
Gentílico ulyssenses
Prefeito(a) Moiseis Branco da Silva (DEM)
(2017–2020)
Localização
Localização de Doutor Ulysses
Localização de Doutor Ulysses no Paraná
Doutor Ulysses está localizado em: Brasil
Doutor Ulysses
Localização de Doutor Ulysses no Brasil
24° 34' 04" S 49° 25' 12" O24° 34' 04" S 49° 25' 12" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Metropolitana de Curitiba IBGE/2008 [1]
Microrregião Cerro Azul IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Curitiba
Municípios limítrofes Sengés, Jaguariaíva, Piraí do Sul, Castro, Cerro Azul
Distância até a capital 96 km
Características geográficas
Área 781,447 km² [2]
População 5 734 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 7,34 hab./km²
Altitude 795 m
Clima subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,627 médio PNUD/2010 [4]
PIB R$ 63 926,664 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 416,60 IBGE/2008[5]
Página oficial

Doutor Ulysses[nota 1] é um município brasileiro do estado do Paraná, localizado no Vale do Ribeira e fazendo parte da Região Metropolitana de Curitiba.

Possui em sua conformação natural alguns saltos e corredeiras o que lhe dá alto potencial hidrelétrico possuindo também 14 fontes de águas minerais alcalinas, sendo algumas delas utilizadas no abastecimento de água da cidade.

O município possui o mais baixo índice de desenvolvimento humano (IDH) de todo o estado do Paraná.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O nome é homenagem ao deputado federal pelo estado de São Paulo, Ulysses Guimarães, político que se notabilizou pelos discursos inflamados, especialmente contra o governo militar, instituído a partir de 1964. Foi o fundador do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), e recebeu o apelido de "Senhor Diretas", numa referência à campanha Diretas-Já, de autoria do deputado Dante de Oliveira. Ulysses Guimarães faleceu em trágico acidente aéreo de helicóptero, quando voltava ao Rio de Janeiro.

O Doutor é derivado do latim "doctore", designando aquele que se diplomou numa universidade e recebeu a mais alta graduação após defender tese em disciplina científica, literária ou artística. O título de doutor de Ulysses Guimarães não era acadêmico, mas sim honoris causa, dado pela Universidade de Seul.

Ulysses é um nome pessoal masculino e origina-se do grego "Odysseús" pelo latim "Ulysses" que significa odisseia. É o nome bem conhecido do herói de Homero, esposo de Penélope, pai de Telêmaco, inventor do Cavalo de Troia, que levou dez anos para voltar a Ítaca.

História[editar | editar código-fonte]

As origens do município são do início do século XX, ao tempo que a localidade era conhecida por Varzeão, mais tarde Vila Branca, por questões de puro racismo à família de João Alves de Souza, um homem negro da mais fina cepa.

Vicejava nesta época a Fazenda Rio Claro, de propriedade de João Alves de Souza, patriarca de numerosa de família de raça negra e homem de grande influência na região. Esta propriedade se estendia por centenas de hectares, cortando faxinas, rios e vales. A família, imensa, se dedicava à produção de erva-mate, que era comercializada na região, e também à suinocultura, geralmente em sistema de "entre-safras", forma primitiva de criar porcos, mas bastante difundida entre os paranaenses. As dificuldades de acesso eram grandes, que até início da década de 1970, a ligação com Cerro Azul (município-mãe) era feita a cavalo, único meio de transporte.

João Alves de Souza pretendeu em vida, fazer a partilha de seus bens, começando pela Fazenda Rio Claro. Queria com esta atitude evitar problemas entre seus descendentes. Contratou a advogado Martins Alves de Camargo para executar seu plano. Como forma de pagamento de honorários o advogado ficou com dois terços das melhores terras em torno da sede da Fazenda Rio Claro (região contígua a Vila Branca), cabendo aos herdeiros de João Alves de Souza tão somente um terço das terras, estas de localização mais distante.

Para caracterizar onde a família negra morava, o local foi denominado Vila Branca ou por uma atitude preconceituosa conforme já foi dito ou por uma separação definitiva e incontestável entre as terras dos brancos e dos pretos.

Nominam-se pioneiros de Vila Branca, as famílias de Balbino Moreira e Benjamin de Moura Costa, que foram os primeiros comerciantes, e mais Pedro Fagundes, João Gabriel de Oliveira e Octávio de Oliveira Guedes.

Pela Lei Estadual n.º 02, de 11 de outubro de 1947, foi criado o Distrito Administrativo com o nome de Varzeão, com território pertencente ao município de Cerro Azul. Em 20 de novembro de 1990, através da Lei Estadual n.º 9.443, foi elevado à categoria de município, com território desmembrado do município de Cerro Azul e com denominação de Vila Branca. A Lei Estadual n.º 10.164, de 7 de dezembro de 1992, altera a denominação de Vila Branca para Doutor Ulysses. A instalação oficial deu-se no dia 1 de janeiro de 1993.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Sua área é de 781 km² representando 0.3921 % do estado, 0.1387 % da região e 0.0092 % de todo o território brasileiro. Sua população estimada em 2005 era de 6.631 habitantes.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População total: 6.003

  • Urbana: 701
  • Rural: 5.302
  • Homens: 3.169
  • Mulheres: 2.834

Densidade demográfica (hab./km²): 7,71

Mortalidade infantil até 1 ano (por mil):

Expectativa de vida (anos): 64 anos

Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2

Taxa de Alfabetização:

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,627

(Fonte: CNM)

Etnias
Branca 51%
Parda 45%
Negra 4%

Fonte: Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (IPARDES) 2014

Clima[editar | editar código-fonte]

Chuvoso no verão e seco no inverno. Precipitação acontece com mais intensidade no mês de dezembro e janeiro, que juntos, chove mais de 40 cm, enquanto a época da estiagem(abril-setembro) chove menos de 30 mm. No ano, chove cerca de 100mm, deixando o clima muito úmido.

Invernos frios e secos são uma das característica da cidade, com temperaturas inferiores a 15°C no inverno, máximas de 21 °C e mínimas de 10 °C. Em 2006, especialmente entre os dias 10 à 15 de setembro, a temperatura superou os 30 °C, em uma forte onda de calor em pleno inverno. No verão as máximas superam os 30 °C, e a média no verão é de 22 °C. Em 2002, enfrentou uma grande onda de calor, a temperatura superou os 37 °C e causou a morte de algumas pessoas(principalmente crianças e idosos). A temperatura média anual é de 17 °C, sendo uma cidade mais quente que Curitiba (pois se localiza em uma altitude menor) e mais fria do que São Paulo (pois se localiza mais ao sul). A variação de temperaturas é muito grande, em julho de 2006 aconteceu de a temperatura ficar acima de 30 °C, mas no final do mês, cair para 0 °C.

Localização[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 24°34'04" ao sul e longitude 49°25'12" ao oeste e uma longitude(Um pouco abaixo do Trópico de Capricórnio, entre Curitiba e São Paulo). Se localiza em uma região montanhosa e próximo da Serra do Mar, no Paraná, em uma altitude de aproximadamente 750 m. Por ser uma grande área rural 75% da população vive na zona rural. Sendo que apenas 25% estão na cidade. Localiza-se próximo do estado de São Paulo, e ao Noroeste da região metropolitana de Curitiba.

Administração[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Notas

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 25 de agosto de 2013 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.